Analise solo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2278 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Interpretação da análise de solo – A importância do potássio

Como todos os outros elementos essenciais, o potássio é de fundamental importância no desenvolvimento vegetal. A função do potássio está ligada à abertura e fechamento dos estômatos, participação nas ativações enzimáticas e maior resistência das plantas a condições adversas. A solução do solo é a fonte imediata de potássio àsplantas. A concentração de potássio na solução controla a difusão deste nutriente até a superfície das raízes, portanto, controla a absorção de potássio pelas plantas (Mengel & Von Braunschweig, 1972). O potássio trocável é aquele que se encontra na fase sólida, prontamente capaz de ser mobilizado para a solução do solo, com intuito de suprir a solução à medida que o potássio é absorvido pelas plantas.Este íon, por possuir carga positiva, compete com outros nutrientes como cálcio e magnésio nos sítios ativos de ligação no solo. Devido a isto, é de suma importância que relação Ca:Mg:K esteja equilibrada, evitando que o potássio seja trocado por outros nutrientes à medida que a concentração destes aumente e que acabe sendo lixiviado para camadas mais profundas do solo. Quando sua disponibilidade ébaixa para a planta, o crescimento é retardado. Segundo Coelho & França (1995), os sintomas de deficiência de potássio em milho resultam no aparecimento de manchas cloróticas nas pontas e nas margens das folhas mais velhas seguida por secamento, necrose e dilaceração do tecido; os colmos apresentam internódios mais curtos; as folhas mais jovens podem mostrar clorose internerval típica dedeficiência de ferro.

Fonte: IPNI/Brasil

Outro sintoma típico é o acamamento de plantas devido à quebra do colmo.

Na interpretação dos resultados da análise de solo, é possível verificar o teor de K+, sua participação na CTC do solo. Observe o seguinte resultado da análise química do solo:

A quantidade de k+ no solo em questão é de 74 mg/dm3. O primeiro passo é passar este resultado paracmolc/dm3, dividindo o valor encontrado na análise por 390. Será obtido um valor de 0,18 cmolc/dm3. O próximo passo é verificar a participação do k+ na CTC potencial (T) do solo, dividindo o valor 0,18 por 9,44 (valor de T). O resultado de 2% da CTC está sendo ocupada pelo k+. Uma das proposições para cálculo da quantidade de k2O a ser aplicada, refere-se ao cálculo da dose visando atingir 3 a 5% daCTC a pH 7,0 (T) saturada em íons k+ (Lopes e Guilherme, 1992). Assim, deve-se calcular a quantidade de k+ exportada pelas culturas no conceito de adubação de restituição. O cálculo será feito em 2 passos: Passo 1) Elevar o k+ para 5% da CTC: • T = 9,44 cmolc/dm3 • k+ = 0,18 cmolc/dm3 • 5% de T = 0,47 cmolc/dm3 Sabe-se que para elevar o k+ no solo em 0,1 cmolc/dm3, devemos aplicar 9,4 kg de k2O/ha.• 0,47 cmolc/dm3 – 0,18 cmolc/dm3 = 0,29 cmolc/dm3 Deve-se aplicar 29 x 9,4 = 272,6 kg de k2O Passo 2) Cálculo da quantidade extraída pela cultura, como exemplo o milho grão produzindo 10 t/ha: Para uma produtividade de 10,15 t/ha, a quantidade de k+ exportada é de 157 kg/ha. Para converter k em k2O multiplicar por 1,20: • 157 x 1,20 = 189 kg/ha de k2O Ao somar as quantidades encontradas tem-se:272,6 + 189 = 461,6 kg/ha de k2O

Na busca pelo aprimoramento das técnicas de adubação, deve-se considerar que o fertilizante potássico mais utilizado na agricultura, o cloreto de potássio, é um sal de alta solubilidade e pode gerar um ambiente altamente salino em torno da semente, dependendo da dosagem, afetando o processo de germinação e a emergência das plântulas. Em conseqüência, o stand deplantas e o rendimento de grãos podem ser prejudicados. Como demonstrado na figura abaixo, o aumento das doses de k2O próximo à semente diminui o tamanho das raízes de plântulas de milho aos 21 dias após a semeadura quando aplicados a 3 cm da semente no sulco de plantio.

No intuito de diminuir o efeito salino nas sementes, potencializando o crescimento radicular nos primeiros estágios de...
tracking img