Analise institucional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2083 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANALISE


INSTITUCIONAL





ACADEMICO: Ivone Maria de Oliveira.

Matrícula: 128559.

ANÁLISE INSTITUCIONAL
Roteiro para análise Institucional
Dados de identificação
Centro de educação, Estudos e Pesquisas (CEEP).
OSASCO
Rua das Camélias, 109 salas 21 e 22 – (11) 3105-0717ceepsp@terra.com.br

www.ceep.org.br/ Centro Sé São Paulo CEP01020-010 tel. (11)3104-7244 Fax Email:


Área de atuação
Núcleo
Família (coordenativa) assistente social
Bolsa família;>Gestão de beneficio, Acolhimento social exercício e inspeção domiciliar, assembleias socioeducativas, Auxílio técnico. Educação/Saúde e Conjunto de Técnicas
Renda cidadã >Acompanhamento Geral
Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão (SDTI).
Rua Virginia AuroraRodrigues, 250 Osasco -Centro – São Paulo.
CEP 06097-015
O CEEP atua em toda a Grande São Paulo.

Área de abrangência (municipal, regional, secretaria).
Área municipal, Urbana E Rural. Os projetos mantidos pelo CEEP atualmente ocorrem nos municípios de São Bernardo, Diadema, Mauá, Osasco, Cajamar, Franco da Rocha, São Paulo (Perus), Jarinu e Jandira.

Projetos envolvidos
Ampliação daescolaridade as famílias em situações de pobreza.
Gestão de benefícios do programa Bolsa Família e Renda Cidadã
Acompanhamento das condicionalidades da educação e saúde.
Oferta de oportunidades de empregos, trabalho e renda.

Funcionamento (horário).
Em regime de horário Comercial de 08h00hs as 17h00hs.


Vinculações administrativas (mantenedora)
Diretoria e Conselho fiscal do Ceep.Presidente: Sergio Ipoldo Guimarães

Como se constituiu (data, por que).
Assim o CEEP é fundado, em parceria com a REAP - Reconstrução, Educação, Assessoria e Pesquisa, em 1º de maio de 1998, para atender a necessidade da população tanto da zona urbana quanto da zona rural.
Grupos sociais que participaram de suas criações desenvolvimento.
Secretaria Municipal de Educação de Santo André /Departamento de Educação do Trabalhador
Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de São Paulo
Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome
Secretaria de Educação de São Bernardo do Campo
Secretaria de Cultura do Município de São Paulo
Secretaria de Trabalho e Renda - Mauá
Organização Internacional do Trabalho
Secretaria de Educação de Osasco
Agência de Formazione e LavoroFundação Florestan Fernandes
Página PROTEGE Diadema
Consórcio da Juventude
Secours Populaire
União Europeia
Consórcio ABC
FAPESP
CONE


Historia de Osasco
No século XIX em Osasco e seus arredores existiam sítios e chácaras, e próximo às margens do Rio Tietê, havia uma aldeia de pescadores e grandes fazendas, destas fazendas uma delas foi vendida para um imigrante italiano chamado AntônioGiuseppe AGU, ele foi proprietário de vários negócios e terras da região. Em 1887 comprou uma gleba de terra no Km 16 da Estrada de ferro Sorocabana. Em 1890 convidou para sócio o Barão Dimitri Sensaud de Lavaud. Sua fabrica de produção de tijolos e telhas, depois começou a fabrica tubos e cerâmicas, dando origem á primeira indústria da cidade, a Companhia Cerâmica Industrial de
Vila Osasco.
Em1895, AGU construiu a Estação Ferroviária, erguendo várias casas nos arredores para abrigar os operários que chegavam para atuar na obra. Os dirigentes da Estrada de Ferro quiseram batizar a estação com o nome do AGU, porém ele sugeriu o nome da sua cidade natal na Itália: Osasco.
Foi daí que a região passou a ser conhecida, não parou de crescer, e varias indústrias e comercio se instalaram poraqui. Para trabalhar nestas indústrias foram contratos imigrantes. Essa mão de obra ajudou a Osasco crescer e formar a população local e deu origem a seu povo.
Osasco cresceu, tanto em população quanto comercialmente, tornando-se desenvolvida. Em 1952 surgiram a primeiras manifestações, para tornar a cidade o sub-distrito de São Paulo.
O movimento emancipacionista sofreu muitas contraposições e...
tracking img