Analise da obra "a ferro e fogo"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1842 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de fevereiro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO VILA CRUZ DE MALTA

MORGANA RODRIGUES
JÉSSICA ROSA
THALES BUENO

ANÁLISE DA OBRA
A FERRO E FOGO – TEMPO DE SOLIDÃO

Prof. Maria Cristina

Turma 232

Charqueadas
2011

SUMÁRIO

|INTRODUÇÃO.............................................................................................................. | 2 |
|| |
|QUESTIONÁRIO-ROTEIRO..................................................................................... | 3 |
| | ||CONCLUSÃO................................................................................................................ | 9 |
| | |
|REFERÊNCIAS............................................................................................................. |10|

INTRODUÇÃO

O trabalho realizado trata-se da análise literária da obra A Ferro e Fogo – Tempo de Solidão, do autor Josué Guimarães. Para realização deste trabalho foi utilizado um questionário-roteiro fornecido pela professora.

QUESTIONÁRIO- ROTEIRO

1 DADOS SUMÁRIOS SOBRE O AUTOR E A OBRA

Autor: Josué Guimarães

Título da Obra: A Ferro e Fogo – Parte 1Editora: Livraria José Olympio Edição: 4.ed. Ano: 1977

Lugar de Publicação: Rio de Janeiro

Dados Bibliográficos essenciais do autor:
Josué Marques Guimarães, nasceu em São Jerônimo/RS em 7 de janeiro de 1921, e faleceu em Porto Alegre, 23 de março de 1986. Tornou-se famoso nacionalmente pelos seus romances, mas iniciou sua vida como jornalistamuito cedo. Já no jornal do colégio, escrevia cerca de seis artigos por edição e apresentava, nos finais de ano, peças teatrais de sua autoria. Antes de completar vinte anos de idade, mudou-se para São Paulo, à procura de um emprego. Começou como ilustrador e redator, simultaneamente. A longo de sua vida, desempenhou mais de dez profissões, como repórter, redator, redator-chefe, cronista,comentarista, diagramador e ilustrador. Em 1951, foi eleito o vereador mais votado do município de Porto Alegre, onde atuava com mais freqüência nas obras públicas, que beneficiavam o povo.
Trabalhou em periódicos nacionais como Folha de São Paulo, Jornal do Brasil, e em jornais gaúchos como Zero Hora e Correio do Povo. Cobriu a Revolução dos Cravos, em Portugal, e as conseqüentes independências, naÁfrica. Consagrou-se com suas crônicas de cunho político, sempre muito críticas e irônicas.

Sintetize, em poucas frases, o conteúdo da obra:
A obra retrata um momento histórico do Rio Grande do Sul, onde o governo brasileiro estava trazendo imigrantes da Alemanha para o Estado. Dentre estes imigrantes estava a família de Daniel Abrahão Lauer Schneider, que se envolveram na guerra daCisplatina, guardando armas contrabandeadas.
Os Schneider passavam dificuldades, Grundling e seu amigo Major Schaeffer, amigo da Imperatriz Leopoldina, se divertiam com bebedeiras e prostitutas. Grundling, a pedido do doutor Hillebrand, decide ajudar uma moça deixada por bugres na cidade. Com o passar do tempo ele se apaixona pela moça chamada Sofia, casa com ela e tem filhos.
Aparece naestância dos Schneider um soldado chamado Ostereich, um alemão convocado para lutar na guerra, informa Catarina sobre o fim da guerra da Cisplatina e que ele voltava para São Leopoldo. Catarina menciona o desejo de deixar aquelas terras e ir para São Leopoldo. Então eles entram em um acordo, ela trocaria as terras pelas propriedades de Ostereich.
Os Schneider foram para lá e Catarina...
tracking img