Aminiorexe prematura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (288 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Definição :
 A amniorrexe prematura, como o nome diz, é a rotura das membranas (âmnio e cório) antes do início do parto. A amniorrexe prematura pretermo acontece antes do termo, istoé, antes de 37 semanas, sendo prevalente em até 40% antes do termo, podendo ser ela o fator desencadeante da interrupção da gravidez.
 A AP está associada a risco aumentado decorioamnionite, prematuridade, SAR no neonato, sofrimento fetal, prolapso de cordão umbilical,portanto, é fator de risco tanto para a mãe como para o feto.

 As membranas ovulares sãocompostas de dois folhetos, um interno, em contato com o líquido amniótico, denominado âmnio, e outro externo, denominado cório. As membranas ovulares, assim constituídas permanecem íntegras atéo início do trabalho de parto. A sua rotura antes deste evento constitui a rotura prematura das membranas. Tal situação coloca a cavidade amniótica em contato com os microrganismos quepodem ser encontrados na vagina, propiciando desta forma a contaminação do feto ainda dentro da cavidade uterina.

Etiologia e Diagnóstico:


 A principal evidencia de que tenhaocorrido a rotura das membranas ovulares é a evidente de perda de líquido amniótico por via vaginal. Porém em certas situações esta perda não é tão evidente, de modo que deve-se lançar mãode recursos subsidiários para se chegar a confrimação do diagnóstico.

A modificação do pH vaginal - Sendo o líquido amniótico alcalino, e o meio vaginal ácido, a alteração deste último,seria um indicativo de rotura ovular.

A cristalização do muco cervical, que não ocorre normalmente durante a gestação, pode apresentar esta característica desde que haja ocorrido arotura das membranas ovulares.

A presença de células fetais no conteúdo vaginal (células orangirófilas - coradas em alaranjado pelo azul do Nilo), seriam indicativo do diagnóstico.
tracking img