America latina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1061 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

O presente trabalho tem como tema principal apresentar dois importantes personagens da história latino Americana: Simón Bolívar e José San Martín. E fazer uma comparação entre eles, passando por diversos acontecimentos , como a ideia de junção dos países recém independentes de Bolívar, conhecido como Bolívarismo, o encontro entre San Martín e Bolívar na cidade de Guayaquil, e odesfecho de todo esse capítulo envolvendo as lutas por independência.

Simón Bolívar
Simón Bolívar foi um revolucionário sul-americano nascido em Caracas, no vice-reinado de nova granada, posteriormente Venezuela, que dedicou sua vida à luta contra a presença espanhola na América do sul, e tinha como desejo uma união entre os novos estados independentes (pan americanismo) conhecido comobolivarismo.
Bolívar expressou sua vontade de ver uma América unida na Carta da Jamaica e no congresso do Panamá. Porém alguns fatores contribuíram para o fracasso de suas ideias:
-Questão geográfica: Cordilheira dos Andes;
-Extensão territorial;
-Presença dos caudilhos
-Disputa por áreas fronteiriças;
-Pressão interna norte-americana.
Foi educado sob os cuidados de Simón Carreño Rodríguez, pedagogorevolucionário, que lhe ensinou o amor à liberdade. Viajou para Espanha para completar seus estudos.
A ideia de "nações livres" era, provavelmente, na época, o objetivo mais importante, pois sem a liberdade, não seria possível a conquista dos outros objetivos. E para isso, Bolívar não foi só um idealizador, e sim, um verdadeiro guerreiro, enfrentando as mais diversas batalhas. Mas ele não estavasozinho nessa luta. Os ideais de liberdade, igualdade e fraternidade haviam se enraizado nos povos latino-americanos, pois o que se viu não foi uma luta isolada de Simón e seus fiéis seguidores. Foram lutas por toda a América Latina, onde cada região teve o seu "libertador", como era chamado Simón.
Na questão de independência, Bolívar via como necessária uma nação não só independente, mas tambémdemocrática: "Somente a democracia, no meu conceito, é suscetível de uma liberdade absoluta", vinculando a ideia de um governo democrático, além do fato, também, de ver a necessidade de que se tenha um projeto econômico. Ele também propõe a união dos povos entre si "por um corpo de leis em comum que regulem seus relacionamentos externos".
É mais nessa parte que se pauta este trabalho, pois taisleis em comum seriam o Tratado de União, Liga e Confederação Perpétua, assinado no Congresso do Panamá.
Simón Bolívar também foi um grande defensor da separação dos poderes temporal e espiritual (Estado e religião), posição essa fortemente influenciada pelos princípios maçônicos que professava ao lado de outros libertadores americanos, como Miranda, Santa Cruz e San Martín, conformedepreende-se do manifesto que lançou em 1824/1825, perante o Congresso Constituinte da Bolívia.
Em 1829 a Venezuela separou-se da Grande Colômbia, e o Equador tomou o mesmo rumo em 1830. Bolívar renunciou à presidência em abril de 1830. Sucre, que também tentava seguir os passos de Bolívar e trazer melhorias para a população menos favorecida da Bolívia, foi assassinado em julho. E em 17 de dezembro domesmo ano, Bolívar morre em Santa Marta, cidade colombiana, vítima da tuberculose.
José de San Martín
San Martín nasceu em Yapeyú, atual Província da Argentina de Corrientes, às margens do caudaloso Rio Uruguai, no dia 25 de Fevereiro de 1778. Em 1786, com 8 anos, viaja à Espanha com sua família, onde estuda primeiro no seminário de Nobres de Madri e, em 1789, começa sua carreira militar noregimento de Murcia, servindo ao exército Espanhol durante as guerras contra os Franceses.
San Martín fora um liberal-republicano e, ao comandar exércitos de libertação na América Espanhola, desejava que as terras livres pudessem fazer brotar verdadeiras repúblicas nas ex-colônias. Cedo ele notou que a sanha de poder de homens com o mesmo pensamento de Bolívar constituía obstáculo fortíssimo ao...
tracking img