Amcel - economial internacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1483 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O PODER DA EDUCAÇÃO LIBERTADORA
Ana Caroline Figueiredo Ferreira Costa

RESUMO
O presente trabalho tem como tema: O poder da Educação Libertadora tem como objetivo analisar o papel da Pedagogia Libertadora de Paulo Freire que propõe uma adaptação do individuo à sociedade de classes. Esta pedagogia que surgiu em oposição aos métodos da época que não eram capazes e não se preocupavam com aformação de cidadãos. Entretanto, para que se contemple uma educação que viabilize a formação de cidadãos críticos e conhecedores de sua realidade, deve-se mudar de postura tanto o Professor que não mais se enquadra como detentor do saber total e o aluno que não mais se coloca como receptor passivo de conhecimento pronto e acabado.


Palavras-chave: Pedagogia Libertadora. Paulo Freire.Educação

1 - INTRODUÇÃO

A educação para ser libertadora precisa objetivar uma ação e reflexão consciente e criadora das classes oprimidas sobre seu próprio processo de libertação. A educação libertadora questiona concretamente a realidade das relações do homem com o mundo e com os outros homens, buscando uma transformação.

Para Paulo Freire que trabalhava com a conscientização dos indivíduosatravés da alfabetização, mas não despreza o conhecimento prévio, em sua obra “A importância do ato de ler”, afirma que todos somos leitores antes mesmo do processo de alfabetização. Faz-se uma leitura do mundo antes da leitura da palavra. Assim, “o educador tem apenas o domínio da leitura e da escrita, buscando a construção de um novo 'coletivo social”.

A educação é uma fração do modo devida dos grupos sociais que criam e recriam uma cultura. Produzem e praticam formas de educação para que elas reproduzam, entre todos os que ensinam e aprendem, o saber das palavras, códigos sociais, regras de trabalho, segredos da religião e da tecnologia. Através de trocas sem fim, a educação ajuda a explicar a necessidade da existência de uma ordem.

A educação libertadora difere de treinamentoou da simples transmissão de informações. Significa a criação de um senso critico que leve as pessoas a entender, comprometer-se, elaborar propostas, cobrar e transformar.

A educação libertadora fala da opção pelo povo oprimido na luta de classes, e seu ponto de partida é a convicção de que o povo já tem um saber, parcial e fragmentado e que carrega em si o dom de ser capaz. Mas precisarefletir sobre o que sabe e incorporar o acumulo teórico da prática social. Torna-se um instrumento que desperta, qualifica e reforce o potencial popular em sua luta para romper à lógica do capital e construir uma alternativa solidária.

2 - A IMPORTÂNCIA DA REALIDADE NA EDUCAÇÃO

A educação é uma experiência que se realiza através de atividades formativas, que partem das necessidades sentidas,das ações praticadas e sempre em sintonia com as dimensões das pessoas envolvidas.

Sua tarefa especifica é relacionar o fazer (saber empírico) das pessoas com uma reflexão teórica (saber cientifico) e integrar a dimensão imediata (micro) com a dimensão estratégica (macro).

A educação é um processo educativo permanente que tenta concretizar suas convicções, princípios e valores, respondendoadequadamente em cada conjuntura. A realidade exerce papel fundamental, uma vez que ela é ao mesmo tempo mediador e próprio conteúdo a ser apreendido.

Através da percepção do mundo constroem-se conceitos e atribuem-se significados a cerca da realidade que, em um ciclo, influenciarão posteriormente leituras e ressignificações. Assim, o mundo que cerca o educador e o educando, tem papelfundamental na tendência libertadora, uma vez que:
Os conteúdos são temas geradores ou grupos temáticos, retirados da prática cotidiana dos educandos. Cada pessoa ou grupo dispõe, em si próprio, dos conteúdos necessários de onde se parte. A transmissão de conteúdos estruturados a partir de fora é considerada uma “invasão cultural”, porque não emerge do saber popular (FREIRE, 1989).

O objetivo e o...
tracking img