Ambiente virtual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1742 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Comércio de materiais elétricos cresceu 8,4% | |

A comercialização  de materiais elétricos cresceu 8,4% durante o período de janeiro a agosto de 2008, na comparação com o mesmo período de 2007. Os dados são da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) e refletem o desempenho das lojas em volume de vendas. O comércio de material de construção no geral cresceu9,5% no período indicado, no acumulado dos últimos 12 meses, o desempenho é de 10,5%. Em São Paulo, o crescimento foi de 18,1% em agosto deste ano em comparação com agosto de 2007, e 12,3% no acumulado do ano.

Os materiais que tiveram maior destaque no período foram os materiais básicos (cimento, tijolo, areia, etc), que cresceram 13,5%, seguidos pelos materiais hidráulicos (9,2%), elétricos ede acabamentos (8%). “A tendência é de crescimento no segundo semestre, quando temos um aumento de cerca de 30% nas vendas na comparação com o primeiro semestre do ano”, diz o presidente da Anamaco, Cláudio Elias Conz.

Segundo ele, esse aumento é explicado no comportamento do consumidor. “É verdade quando dizemos que o ano começa só depois do Carnaval. Férias escolares, período de chuvas, nadadisso combina com reforma. Assim, o número de obras começa a crescer no segundo semestre, quando também temos os dissídios, e prossegue até próximo do Natal”, declara.

Conz também afirma que a Anamaco está finalizando uma pesquisa em parceria com a Latin Panel para entender o perfil do consumidor do setor. A intenção é colher dados sobre a realidade das casas do brasileiro: onde ele mora, ondefaz suas compras para grandes obras ou reposição, como escolhe a loja, qual é o seu perfil por classe social, número de pessoas da família, como é a casa em que vive, entre outras informações. |
Mercado consumidor:
O mercado consumidor é o conjunto de todos os clientes/compradores da empresa, os quais podem ser chamados de mercado-alvo ou clientes potenciais, ou seja, pessoas/empresas que podemse tornar clientes. Assim, os consumidores são os compradores dos materiais elétricos residenciais, geralmente pessoas físicas, e para pessoas jurídicas geralmente são as grandes industriais.
Mercado – alvo:
O público – alvo da ELEMAT é constituído por indústrias, construtoras, pessoas fisicas. No que diz respeito às indústrias se torna interessante a venda desde que seja localizada na regiãode São Paulo, ou então, desde que haja um grande volume de materiais e compense o frete (é importante, na verdade, estudar cada caso em específico).
3.2 Mercado fornecedor
O mercado fornecedor é composto por grandes empresas ou pessoas que fornecem máquinas, produtos, materiais, matérias primas ou serviços para a empresa. No caso da ELEMAT, os fornecedores são:
• Empresas que fabriquemmateriais elétricos de qualidade; • Empresas que fabriquem cabos elétricos;
• Empresas que transportam o material para regiões do país;
3.3 Mercado Concorrente:
beneficiário” | Em relação aos produtos oferecidos pela ELEMAT, seus principais |
“Concorrentes são aquelas empresas privadas que oferecem o mesmo produto/serviço considerado no plano de negócios. Concorrentes não são as empresas querealizam uma atividade social similar, atendendo o mesmo público concorrentes e seus respectivos pontos fortes e fracos são:
Empresas que trabalham com vendas de materiais elétricos.
Localização privilegiada, grandes áreas para estocagem de material.
Geralmente trabalham ou com materiais residenciais ou somente industriais

As importações brasileiras dos países árabes somaram US$ 7,3bilhões no acumulado de janeiro a julho deste ano, registrando um crescimento de 34%, de acordo com a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira. As exportações, por sua vez, atingiram US$ 7,8 bilhões, resultado 0,33% maior do que o apurado no mesmo período de 2011.

O aumento expressivo das importações foi causado, de acordo com a instituição, pela busca por combustíveis minerais, que cresceu 43,31% no...
tracking img