ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1201 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
Nos últimos anos a Terra tem passado por grandes mudanças climaticas afetando assim o cotidiano da vida dos sere vivos, a grande parte desse desequilibrio e causado pela “Poluição Atmosférica”, nesse trabalho abordaremos um pouco mais sobre esse assunto como, definição, causas, efeito ao meio ambiente e a sociedade, quais expectativas para o futuro, como previnir e evitar.Buscamos ser claro e objetivo em nosso trabalho facilitando o entendimento das informações a seguir.

2. DEFINIÇÃO
 Definida como o resultado da alteração das características físicas, químicas e biológicas normais da atmosfera, de forma a causar danos ao ser humano, à fauna, à flora, aos materiais, ou restringir o pleno uso e gozo da propriedade, ou afetar negativamente o bem-estar da população. A poluição ocorre quando a alteração resulta em danos reais ou potenciais.  Dentro desse conceito, pressupões-se a existência de níveis de referência para diferenciar a atmosfera poluída da atmosfera não poluída. O nível de referência sob o aspecto legal é denominado Padrão de Qualidade do Ar.
Índice de qualidade do ar e saúde
O índice de qualidade do ar é uma ferramenta matemáticadesenvolvida para simplificar o processo de divulgação da qualidade do ar. Esse índice é utilizado desde 1981, e foi criado usando como base uma longa experiência desenvolvida no Canadá e EUA.
Os parâmetros contemplados pela estrutura do índice da CETESB, são:
- dióxido de enxofre (SO2)
- partículas totais em suspensão (PTS)
- partículas inaláveis (MP10)
- fumaça (FMC)
- monóxido de carbono (CO)
-ozônio (O3)
- dióxido de nitrogênio (NO2)

Para cada poluente medido é calculado um índice. Através do índice obtido ar recebe uma qualificação, que é uma espécie de nota, feita conforme apresentado na tabela abaixo:
Qualidade
Índice
MP10
(µg/m3)
O3
(µg/m3)
CO
(ppm)
NO2
(µg/m3)
SO2
(µg/m3)

Boa
0 - 50
0 - 50
0 - 80
0 - 4,5
0 - 100
0 - 80

Regular
51 - 100
50 - 150
80 -160
4,5 - 9
100 - 320
80 - 365

Inadequada
101 - 199
150 - 250
160 - 200
9 - 15
320 - 1130
365 - 800


200 - 299
250 - 420
200 - 800
15 - 30
1130 - 2260
800 - 1600

Péssima
>299
>420
>800
>30
>2260
>1600
Tabela - Fonte : http://sistemasinter.cetesb.sp.gov.br/Ar/ar_indice_padroes.asp


Para efeito de divulgação utiliza-se o índice mais elevado, isto é, a qualidadedo ar de uma estação é determinada pelo pior caso. Esta qualificação do ar está associada com efeitos sobre à saúde, independentemente do poluente em questão, conforme tabela abaixo:
Qualidade
Índice
Significado

Boa
0 - 50
Praticamente não há riscos à saúde.


Regular
51 - 100
Pessoas de grupos sensíveis (crianças, idosos e pessoas com doenças respiratórias e cardíacas), podemapresentar sintomas como tosse seca e cansaço. A população, em geral, não é afetada.


Inadequada
101 - 199
Toda a população pode apresentar sintomas como tosse seca, cansaço, ardor nos olhos, nariz e garganta. Pessoas de grupos sensíveis (crianças, idosos e pessoas com doenças respiratórias e cardíacas), podem apresentar efeitos mais sérios na saúde.



200 - 299
Toda a população podeapresentar agravamento dos sintomas como tosse seca, cansaço, ardor nos olhos, nariz e garganta e ainda apresentar falta de ar e respiração ofegante. Efeitos ainda mais graves à saúde de grupos sensíveis (crianças, idosos e pessoas com doenças respiratórias e cardíacas).


Péssima
>299
Toda a população pode apresentar sérios riscos de manifestações de doenças respiratórias e cardiovasculares.Aumento de mortes prematuras em pessoas de grupos sensíveis.
Tabela - Fonte: http://sistemasinter.cetesb.sp.gov.br/Ar/ar_indice_padroes.asp

3. CAUSAS DA POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA
Atividade industrial e a circulação rodoviária ocupam indiscutivelmente, o primeiro lugar na poluição da atmosfera, com o consumo de 37% da energia mundial e emissão, de 50% de todo dióxido de carbono, 90% dos óxidos de...
tracking img