Alvaro ribeiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (272 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Álvaro de Carvalho de Sousa Ribeiro nasceu em Miragaia, no Porto no dia 1 de Março de 1905 e morreu em Lisboa no dia 9 de Outubro de 1981. Entre 1917 e 1919, foi alunointerno num colégio dominicano em Paris, só mais tarde ingressou no Curso Geral dos Liceus no Liceu Rodrigues de Freitas. Licenciou-se em CiênciasHistórico-Filosóficas pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, onde foi colega de Adolfo Casais Monteiro e Delfim Santos.
Foi discípulo de Leonardo Coimbra e um dos fundadores emLisboa do movimento da Filosofia Portuguesa na companhia do seu amigo José Marinho, entre outros. António Quadros, um dos seus discipulos mais fieis, escreveria maistarde: “Marinho era o contemplador do número, do espírito recôndito, na experiência anagógica da visão unívoca. Mas Álvaro Ribeiro era o operário de Deus, o trabalhadorque, dobrado sobre a grande máquina do mundo e sobre o formigueiro dos homens, tentava fazê-los mover, arrolando cada um de nós para uma função própria e levando-nos asinstruções deixadas pelo fabricante de origem. A cada pensador português, o seu poeta. Se Junqueiro para Bruno, Antero para Sérgio, Pascoaes para Leonardo e Marinho,Pessoa para Agostinho, o poeta de Álvaro Ribeiro era José Régio…” (António Quadros, Memórias das Origens Saudades do Futuro)
Publicou entre outras obras O Problema daFilosofia Portuguesa (1943), Os Positivistas (1951), A Arte de Filosofar (1953) e A Razão Animada (1957), Memórias de um Letrado (três volumes - Lisboa, 1977), etc. Foium dos sócios fundadores da Sociedade de Língua Portuguesa. Colaborou no Diário Popular, Acção Republicana, Atlântico, Democracia, Escola Formal, no jornal 57, etc.
tracking img