Alimentar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4321 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Docente:
Msc. Osvaldo Longo Junior 

Dicentes:
Flávia Rotiroti
Jenifer Moreira Minari
Jéssia Lorena Poyer
João Ernesto Belucio
João Hélio Paranaíba Queiroz
João Paulo Jayme Pinhal
José Augusto Ceron
Julia Permegiani Vilarinho
Juliana Stefanin Fuzati
Laís Lima Almeida
Laís Serezini Oliveira
Maria Angélica da Silva e Silva

Sumário
Introdução
Bulimia
Características GeraisComplicações Médicas
Causas
Desenvolvimento
Tratamento
Prevenção
Anorexia
Características Gerais
Subtipos
Etiologia
Complicações clínicas
Vigorexia
O que é
Consequência
Complicação médica
Causa
Tratamento

Transtorno de Pica
Aspectos Nutricionais
Aspectos Culturais
Aspectos Sociais
Aspectos psicodinâmicos
Aspectos epidemiológicos
Efeitos adversos
Diagnóstico
TratamentoTranstorno do Comer Compulsivo
O que é
O que se sente
Complicações Médicas
Causas
Como se trata

INTRODUÇÃO

O comer compulsivo muitas vezes está associado a ansiedade e ao estresse cotidiano
A grande ingestão de carboidratos e os alimentos com alto teor calórico (fast-foods) são contribuintes do crescimento da obesidade.
Transtornos alimentares apresentam etiologia multifatorial:predisposições genéticas, socioculturais e vulnerabilidades biológicas e psicológicas.
Aspectos do comportamento individual ou do estilo de vida somada a exposição ambiental ou a características hereditárias
Afeta principalmente mulheres jovens, ocidentais e de classes sociais mais abastadas
O “culto do esbelto” estimulado pela definição de um padrão de beleza, tornou-se a grande preocupação dasociedade atual.
A rápida aquisição de alimentos e as facilidades cotidianas, possibilitadas pelos advento tecnológico contribuem com o sedentarismo.

BULIMIA

A Bulimia Nervosa é um Transtorno Alimentar que se caracteriza pela ingestão de grandes quantidades de alimentos (episódios de comer compulsivo ou episódios bulímicos), seguidos por métodos compensatórios, tais como vômitosautoinduzidos, uso de laxantes e/ou diuréticos e prática de exercícios extenuantes como forma de evitar o ganho de peso pelo medo exagerado de engordar.
Diferentemente da anorexia nervosa, na bulimia pode não haver perda de peso, e assim médicos e familiares têm dificuldade de detectar o problema. A doença ocorre mais frequentemente em mulheres jovens, embora possa ocorrer, raramente , em homens e mulherescom mais idade.

Complicações Médicas 
 
| Inflamação na garganta (inflamação do tecido que reveste o esôfago pelos efeitos do vômito). |
| Face inchada e dolorida (inflamação nas glândulas salivares). |
| Cáries e lesão sobre o esmalte dentário. Desidratação. |
| Desequilíbrio eletrolítico. |
| Vômitos com sangue. |
| Dores musculares e câimbras. |
Causas

Assim como naanorexia, a bulimia nervosa é uma síndrome multideterminada por uma mescla de fatores biológicos, psicológicos, familiares e culturais. A ênfase cultural na aparência física pode ter um papel importante. Problemas familiares, baixa autoestima e conflitos de identidade também são fatores envolvidos no desencadeamento desses quadros.

Desenvolvimento

Muitas vezes, leva tempo para se perceber quealguém tem bulimia nervosa. A característica principal é o episódio de comer compulsivo, acompanhado por uma sensação de falta de controle sobre o ato e, às vezes, feito secretamente. Os comportamentos direcionados a controle de peso incluem jejum, vômitos autoinduzidos, uso de laxantes, enemas, diuréticos, e exercícios físicos extenuantes. O diagnóstico de bulimia nervosa requer episódios comuma frequência mínima de duas vezes por semana, por pelo menos três meses. A fobia de engordar é o sentimento motivador de todo o quadro. Esses episódios de comer compulsivo, seguidos de métodos compensatórios, podem permanecer escondidos da família por muito tempo.
A bulimia nervosa acomete adolescentes um pouco mais velhas, em torno dos 17 anos. Pessoas com bulimia têm vergonha de seus...
tracking img