Albufeiras e aquiferos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (264 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Com a elaboração deste trabalho pretendemos distinguir o conceito de “albufeira” do conceito de “aquífero”, apontando as suas diferenças mais lógicas.Ambicionamos entender os graves impactes que o ser humano provoca explorando estes locais e de que modo a população humana e o meio ambiente são prejudicados.
Pretendemos cumprir osobjectivos a que nos propomos e, durante a apresentação em sala de aula, “transferir”, da melhor forma, os nossos conhecimentos a toda da turma.

Definição de aquífero
Umaquífero (figura 2) é uma formação (ou grupo de formações geológicas) que pode armazenar água subterrânea. São constituídos por rochas porosas e permeáveis, com a capacidade de retere ceder água.
A água circula de forma a que o Homem a possa extrair sem impactes ambientais negativos e em condições economicamente rentáveis.
Actividadesantrópicas, ou seja, actividades provocadas pelo Homem, ao nível dos aquíferos podem originar diversas formas de poluição. Poluição esta, que irá alterar as qualidades deste recurso,tornando a água imprópria para consumo.

Alterações antrópicas ao nível das albufeiras
Actividades antrópicas, ou seja, actividades provocadas pelo Homem, ao nível dosaquíferos podem originar diversas formas de poluição. Poluição esta, que irá alterar as qualidades deste recurso, tornando a água imprópria para consumo.
O aproveitamento da águapara fins agrícolas, a produção de energia, o consumo humano e fins turísticos são alguns dos benefícios da construção de albufeiras.
Em contrapartida, a exploração dasalbufeiras também tem várias desvantagens, entre as quais, a provocação de alterações na vida dos rios e, quando são de grandes dimensões, o clima do local pode até ser alterado.
tracking img