Albert einstein

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1011 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO



Introdução....................................................................................01

Filosofia de Albert Einstein.........................................................02

Albert Einstein.............................................................................03Anexos.........................................................................................04

Conclusão....................................................................................05

Referencias Bibliográficas..........................................................06































INTRODUÇÃO



Albert Einstein nasce a 14 de março de 1879, em Ulm, velha cidade de Souabe, no sudoesteda Alemanha. Tão longe quanto pode alcançar sua memória, seus ancestrais paternos e maternos aí viveram. Seus pais transmitem a ele o amor pela música e pela natureza, além de uma abertura de espírito e tolerância, típicos dos Souabes. Daí vem à aversão de Einstein pelo militarismo prussiano e pela aprendizagem mecanizada.Einstein acreditava que seu trabalho científico foi parte das contribuições filosóficas obtidas ao longo da história para compreender os mistérios da natureza. No livro escrito com o seu assistente Leopold Infeld Física, a aventura do pensamento (Buenos Aires, 1939), em relação de reciprocidade entre a física ea filosofia, em "O pano de fundo filosófico", eles escrevem:
"Os resultados dainvestigação científica muitas vezes determinam mudanças profundas na concepção filosófica de problemas cujo alcance está além do domínio restrito da ciência. Qual é o objeto da ciência? Que requisitos devem uma teoria que procura descrever a natureza? Essas perguntas, mesmo quando ultrapassar os limites da física, está intimamente relacionado a ela, como eles têm sua origem na ciência. generalizaçãofilosófica deve ser baseada em conclusões científicas. Mas a influência daqueles amplamente estabelecida e aceite, por sua vez o desenvolvimento do pensamento científico, indicando um dos muitos caminhos a seguir. Uma rebelião bem sucedida contra a forma aceita resultando, geralmente, acontecimentos inesperados que vêm com o novo filosófico. Essas observações parecem vagas e inconsistentes, como nãosão ilustradas por exemplos de história da física.”
No entanto, a atitude de Einstein para o conhecimento era peculiar como tudo em sua vida, que não é sem contradições. Enquanto seu início de carreira foi influenciado por filósofos positivistas, como Ernst Mach eo matemático Poincaré, em seus últimos anos afastou-se do positivismo, mesmo atingiu Mach qualificar como "um mau filósofo," cada vezmais convencido de que as formulações de teorias científicas não têm de ser associada com a experiência de observação. Em seu encontro com Einstein, Karl Popper chega a esta conclusão: "É a nossa criatividade, nossa imaginação, nosso intelecto e, especialmente, o uso de nossas faculdades críticas para discutir e comparar nossas teorias tornando-se possível desenvolver o nosso conhecimento." O queEinstein usou para resumir em poucas palavras: "Aqui não há uma meta, apenas a chance de entrar na agradável tarefa de pensar." Assim, Popper relata a impressão pessoal de que Einstein era:
"É difícil transmitir a impressão de que a personalidade de Einstein feito em cima de mim e minha esposa. Simplesmente tinha que confiar nele, teve que render-se incondicionalmente à sua bondade, sua bondade,sua sabedoria, sua sinceridade e simplicidade quase Criança. Discussão para o nosso mundo e para a América que um homem tão estranho ao mundo não apenas para sobreviver, mas que foi apreciado e respeitado. "
Em relação à forma como eles trabalham e se comportam, são ilustrativos discussões com o filho Hans Albert Einstein, e uma representação grande de colegas de Einstein ao longo de sua vida,...
tracking img