Agronomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3223 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
caDERNO 54 - Capacidade de trabalho, lastro, bitola e pneus

Enviado por:
Carlos Alvarez | 0 comentários
Arquivado no curso de Agronomia na UFV
-------------------------------------------------
Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário
Download
denunciar

Autores: Prof.: Mauri Martins Teixeira Prof. Substituto: Renato Adriane Alves Ruas
Viçosa - MG Dezembro - 2006Engenharia na Agricultura Caderno 54
2006 © AEAGRI/DEA/UFV Página 1
CAPACIDADE OPERACIONAL DE TRABALHO | 2 |
1. Introdução | 2 |
2. Capacidade operacional teórica – COT | 2 |
3. Capacidade operacional efetiva – COE | 4 |
4. Eficiência de campo – f | 4 |
5. Determinação da capacidade operacional | 5 |
LASTRO | 6 |
1. Introdução | 6 |
2. Tipos de lastros | 7 |
Lastragem comcontrapesos metálicos | 7 |
Lastragem com água | 8 |
BITOLA | 9 |
Introdução | 9 |
2. Tipos de bitolas | 10 |
Ajustáveis no eixo | 10 |
Pré-fixadas | 10 |
Servo-ajustáveis | 1 |
3. Cálculo da bitola | 1 |
PNEUS DOS TRATORES AGRÍCOLAS | 13 |
1. Introdução | 13 |
2. Classificações dos pneus | 14 |
2.1 Classificação quanto a construção | 14 |
Pneus radiais | 14 |
Pneusdiagonais | 15 |
2.2 Classificação quanto à função | 15 |
3. Nomenclatura e especificação dos pneus | 17 |
Índice LITERATURA CONSULTADA ................................................................................................... 18
Engenharia na Agricultura Caderno 54
2006 © AEAGRI/DEA/UFV Página 2
CAPACIDADE OPERACIONAL DE TRABALHO 1. Introdução
As atividades agrícolas, comoqualquer empreendimento empresarial, tem como objetivo básico propiciar lucro. Entretanto, para se obter lucro, é muito importante otimizar a utilização das máquinas agrícolas. Neste contexto, o conhecimento do tempo necessário para execução das operações ao longo de todo o ciclo de uma cultura é indispensável para se poder administrar adequadamente a utilização das máquinas agrícolas. A corretaadministração das atividades irá proporcionar maior rapidez e qualidade de execução das operações. A rapidez é um aspecto importante devido às épocas de execução das diferentes práticas agrícolas estarem sujeitas às variações climáticas.
Uma operação agrícola consiste na realização de alguma atividade, durante o ciclo de uma cultura. Assim, a operação de preparo do solo constitui uma operaçãoagrícola, sendo que, nesta atividade, poderão ser executados, por exemplo, as operações de aração, gradagem e subsolagem, entre outras.
A capacidade operacional de trabalho ou capacidade de campo de máquinas e implementos agrícolas é representada pela quantidade de trabalho realizado por unidade de tempo. Constitui uma medida de intensidade do trabalho desenvolvido na execução de operações agrícolas epode ser expressa como ha h-1 (hectare por hora); m2 h-1 (metro quadrado por hora); alq h-1 (alqueire por hora). Portanto, o trabalho executado, é medido em termos de área trabalhada:
A capacidade operacional pode ser divida em capacidade operacional teórica e capacidade operacional efetiva.
2. Capacidade operacional teórica – COT
A capacidade operacional teórica é obtida a partir de dadosrelativos às dimensões dos órgãos ativos da máquina, especificamente da largura de ataque e da velocidade de deslocamento do conjunto mecanizado.
_ Área trabalhada
Tempo gasto na operação Capacidade operacional =
Engenharia na Agricultura Caderno 54

2006 © AEAGRI/DEA/UFV Página 3
COT = Largura de ataque x Velocidade Ou ainda:
= | 1 |
em que;
COT = capacidade operacional teórica,ha h-1 V ; = velocidade de deslocamento, Km h-1 L ; = largura de ataque do implemento, m.
De acordo com a capacidade operacional teórica, todo o tempo gasto é utilizado exclusivamente na execução da operação em questão, ou seja, não há paradas, por exemplo, para abastecimento de combustível, manutenção manobras, etc.
No caso do arado de disco, a largura de corte ou largura de ataque, é...
tracking img