Agroecologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2402 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
HISTÓRICO DA AGROECOLOGIA

História da Agricultura
20.000 a.C – Coleta de Cevada e Trigo; 10-12.000 a.C – Início da Agricultura; 3.000 a.C – Uso de biofertilizantes na Índia; 2.000 a.C – Milho América Central; 1.200 a.C – Arado de boi; Aldeias Agrícolas Aglomerados Urbanos Cidades

Século XII a XIX – 1º REVOLUÇÃO AGRÍCOLA Fusão Agricultura + Pecuária; Rotação das Terras;

1840 –Justus Von Liebig ( precursor da "agroquímica“) Nutrição Mineral por substâncias químicas – NPK Derrubada da teoria do húmus produção agrícola era proporcional a substâncias químicas incorporada no solo. 1873 – Suicídio: “Arrependimento por tentar consertar a natureza”

Jean-Baptite Boussingault - estudou a fixação de nitrogênio atmosférico pelas plantas leguminosas.

1865 – Mendel – Lei daHereditariedade (Melhoramento genético)

Segunda Revolução Agrícola - Revolução Industrial

No início do século XX

• Louis Pasteur (1822-1895) X Teorias de Liebig

A importância da matéria orgânica nos processos produtivos agrícolas.

PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914 -1918)
• •

Marca o início do declínio da Europa; USA futura potencia mundial;

• Europa – preocupação com a qualidadedos alimentos consumidos pela população;

PRIMEIROS MOVIMENTOS DA “AGRICULTURA NATIVA”


INGLATERRA: Agricultura Orgânica



ÁUSTRIA: Agricultura Biodinâmica

SEGUNDA GUERRA MUNDIAL (1939-1945)
Avanços nas áreas de química, industrial e farmacêutica; Reconstrução dos países destruídos pós-guerra;

Surge adubos sintéticos e agrotóxicos;
Sementes melhoradas geneticamenteCrescimento populacional

Crescimento do Setor Agrícola

 2º Revolução Agrícola“ - São também parte desse processo o desenvolvimento de motores de combustão interna e a seleção e produção de sementes como os outros itens apropriados pelo setor industrial.
 “Pacote Tecnológico" da Revolução Verde criou uma estrutura de crédito rural subsidiado e, paralelamente, uma estrutura de ensino, pesquisae extensão rural associadas a esse modelo.

•Junto com as inovações, o "pacote tecnológico" da revolução verde criou uma estrutura de crédito rural subsidiado, paralelamente, uma estrutura de ensino, pesquisa e extensão rural associadas a esse modelo. Contudo, esse modelo de agricultura a partir da década de 60 começava a dar sinais de sua exaustão: desflorestamento, diminuição dabiodiversidade, erosão e perda da fertilidade dos solos, contaminação da água, dos animais silvestres e dos agricultores por agrotóxicos passaram a ser decorrências quase inerentes à produção agrícola (Ehlers, 1993).

DESENVOLVIMENTO Condição alcançada pelas sociedades do “norte” opulentas - industrializadas e de alto consumo e desperdício. EXPRESSÃO RELATIVA

SUBDESENVOLVIMETO

Truman - 20/01/1949 REVOLUÇÃO VERDE X Resgate dos princípios naturais
• Agricultura Natural - Japão

• Agricultura Regenerativa - França
• Agricultura Biológica- USA

• Década de 60 começava a dar sinais de sua exaustão: desflorestamento, diminuição da biodiversidade, erosão e perda da fertilidade dos solos, contaminação da água, dos animais silvestres e dos agricultores por agrotóxicos passaram a serdecorrências quase inerentes à produção agrícola.

PRINCIPAIS CORRENTES DE PENSAMENTO

Movimento ou Corrente
Agricultura Biodinâmica

Princípios Básicos
É definida como "ciência espiritual", ligada à antroposofia, onde a propriedade deve ser entendida como organismo. Preconizam-se práticas que permitam a interação entre animais e vegetais; respeito ao calendário astrológico biodinâmico;utilização de preparados biodinâmicos, que visam reativar as forças vitais da natureza.

Particularidades
Na prática, o que mais diferencia a ABD das outras correntes orgânicas é a utilização de alguns preparados biodinâmicos (compostos líquidos de alta diluição, elaborados a partir de substâncias minerais, vegetais e animais) aplicados no solo, planta e composto, baseados numa perspectiva energética...
tracking img