Afogamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1772 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O que é afogamento?
Afogamento é uma forma de asfixia ou anoxia, isto é, baixo nivel de oxigênio no sangue.
Ocorre por imersão prolongada num meio líquido, com enxarcamento dos alvéolos pulmonares por um líquido circunjacente.
 Epidemiologia:
Anualmente: 140 mil óbitos por afogamento no mundo.
No Brasil:
7.183 óbitos por afogamento.
60% dos casos em adultos envolvem ingestãoalcóolica. O principal local do evento é o mar.

Principais causas que contribuem para um afogamento:
Uso de drogas.
Epilepsia.
Traumatismos.
Acidentes de mergulho.
Doenças cardíacas e/ou pulmonares.
Outros, como: indivíduos com até 8 anos por falta de supervisão dos responsáveis, falta de colete em locais recreativos, ingestão excessiva de alimentos.
Principais locais de ocorrências:
Até 2anos:
Ambiente doméstico, como por exemplo em banheiras;
Acidentes envolvendo vasos sanitários, baldes de limpeza, piscinas e até mesmo caixas de esgoto;
Acima de 2 anos:
Rios, lagoas, represas, praias e também locais privados, como academias, clubes e piscinas particulares.
Fisiopatologia do afogamento:
Asfixia no afogamento: duas formas.
1- Asfixia seca- espasmo reflexo da glote.
2-Asfixia úmida- Entrada de líquido nas vias aéreas, interferindo na troca de oxigênio por gás carbônico de duas formas principais:
a. obstrução parcial das vias aéreas superiores por uma coluna de líquido;
b.inundação dos alvéolos por líquido.
Ambas as situações provocam a diminuição ou abolição da passagem do oxigênio para a circulação, e do gás carbônico para o meio externo.
As complicaçõesserão maiores ou menores de acordo com a quantidade de líquido aspirado, nos diversos graus do afogamento.
Afogamento em água salgada:
Água do mar- 3.5% de sais- hipertônica.
Aspiração leva a efeito de esponja, atraindo fluidos e proteínas para os alvéolos, dificultando a ventilação sem alterar a perfusão.
Hemodinamicamente- hipovolemia.
Afogamento em água doce:
Água doce- hipotônica- levaa absorção de líquidos do alvéolo para a circulação.
Ocorre alteração do surfactante pulmonar com colapso dos alvéolos (atelectasia) .
Hemodinamicamente- Hipervolemia- hemodiluição- hemólise.
Fases do afogamento:
1. Angústia e pânico
2. Luta para manter-se na superfície
3. Submersão
4. Apnéia voluntária
5. Aspiração inicial de líquido durante a submersão
6. Entradade água em vias aéreas, inundando o pulmão
Tipos de acidentes na água:
Os traumas poderão ocorrer tanto na profundidade, na superfície ou perto da água.
Traumas causados por acidentes de navegação, esqui-aquático e de mergulhos. Nestes, há obstrução de vias aéreas, fraturas, hemorragias e ferimentos nos tecidos moles.
Existem também acidentes relacionados indiretamente com a água, como:quedas de pontes e acidentes com veículos.
Classificação e sintomas do grau de afogamento:
Grau I ou Benigno: É o chamado afobado. É aquele que entra em pânico dentro d'água, ao menor indicio de se afogar. Esse afogado, muitas das vezes, não chega a aspirar a água, apenas apresenta-se: Nervoso, Cefaléia (dor de cabeça), Pulso rápido, Náuseas/vômitos, Pálido , Respiração e Trêmulo
PrimeirosSocorros: Muitas das vezes, o afogado é retirado da água, não apresentando queixas. Neste caso, a única providência é registrá-lo e orientá-lo. O Repouso e o Aquecimento.
Grau II ou Moderado: Neste caso já são notadas sinais de agressão respiratória e por vez, repercussão no Aparelho Cárdio Circulatório, mas consciência mantida, os sintomas são: Ligeira Cianose, Secreção Nasal e Bucal com pouca espuma ,Pulso Rápido, Palidez, Náuseas/vômitos, Tremores, Cefaléia.
Primeiros Socorros: Repouso , Aquecimento, Oxigênio e observação no CRA.
Grau III ou Grave: Neste caso o afogado apresenta os seguintes sintomas: Cianose, Ausento de secreção Nasal e Bucal, Dificuldade Respiratória, Alteração Cardíaca, Edema Agudo do Pulmão, Sofrimento do Sistema Nervoso Central.
Primeiros Socorros: Deitar a...
tracking img