Administracao publica

INTRODUÇÃO
O presente trabalho tomou como ponto de partida, com substâncias alterações, anotações apartir da explicacão do docente, muito mais pelas investigações apartir do livro de Brazão Mazula,algumas consultas bíblicas e seminários promovidos pelo Ministério de Administração Estatal, no âmbito da articulação inter institucional.
Dada a extensão e complexidade da matéria, considerando aimpossibilidade de o mesmo ser tratado aqui e agora na globalidade, iremos aborda-la, tendo como enfoque a Sociedade moçambicana no geral e muito particularmente a questão de modelos de felicidade naactual sociedade moçambicana, na espetactiva de poder corresponder ao trabalho solicitado, no sentido de participar na melhoria de métodos eticos no seio da sociedade, mediante a materia dada pelodocente aos estudantes da Administração Pública.
Contudo, a elaboração do presente trabalho coincide com a importância e prioridade que o Estado Moçambicano e suas instituições promovem capacitações aosfuncionários na matéria da Reforma no Sector Público.
O presente trabalho possue uma estrutura de debate as ideais já expostas (Mazula), com subtemas num sentido científico . Tem como maior enfoque aSociedade maçambicana.
Não querendo esgotar aqui com toda informação, mas apenas introdução, nisso partimos para abordagem.







Modelos de felicidade na actual sociedade moçambicana
Deacordo com o diálogo que o filosofo Agostinho, as mais profundas reflexões na história do pensamento do Continente, sobre A vida feliz ou a felicidade. No que concerne as ideias que ele apresenta,referindo que no centro da reflexão está a felicidade do indivíduo, isto é, quanto mais melhor decide o indivíduo ai há paz e alegria.
De facto concordaria com as suas ideais, porque a paz é uma coisaque deve se buscar, vive – lá, e para alguém obter a felicidade precisa primeiramente ser um alguém com reflexão profunda porque terá que sofrer afrontas. Não só, todo o homem possui uma chamada a...
tracking img