Academico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1402 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE INTERAMERICANA DE PORTO VELHO
CURSO: ARQUITETURA E URBANISMO
DISCIPLINA: ECOLOGIA URBANA – 2012.1
DOCENTE: Giovanni Marini
DISCENTE: Maxson Rocha Almeida


A Política Nacional dos Resíduos Sólidos tem como objetivo de incentivar a reciclagem de lixo e o correto manejo de produtos usados com potencial de contaminação. Entre as novidades na nova lei está a criação da“logística reversa”, que obriga os fabricantes, distribuidores e vendedores a recolher embalagens usadas. A medida vale para materiais agrotóxicos, pilhas, baterias, pneus, óleos lubrificantes, lâmpadas e eletroeletrônicos.
Quando se fala de saneamento básico estamos entrando numas das áreas mais delicadas do país, principalmente no município de Porto Velho, pois segundo dados do Ministério dasCidades, Porto Velho possui menos de 2% de saneamento básico estando entre as 10 piores cidades do país quando se tratando de saneamento básico.
Para que houvesse uma amenização nesse déficit houve a criação de vários projetos para melhora no saneamento básico da capital, tais como a coleta seletiva que ainda está em fase de teste apenas alguns bairros foram beneficiados, tais como o Alphaville e oRio Candeias; a criação de um moderno aterro sanitário, conscientização da população quanto à coleta seletiva, cadastramento de catadores pertencentes às cooperativas que dão um fim financeiro aos resíduos sólidos recicláveis.
A empresa terceirizada responsável pela coleta e varrição do lixo da cidade é a EcoPorto; logo após a mesma assumir a administração dos lixões e aterro sanitário da cidadediminui-se consideravelmente a propagação de incêndios decorrente a decomposição do lixo, diminui a proliferação de animais tais como ratos e urubus. A EcoPorto oferece os seguintes serviços:
* Coleta regular, manual e com contêineres, e transporte do lixo domiciliar ao destino final;
* Coleta regular e transporte dos resíduos de saúde ao destino final;
*
* Implantação,operação, instalação e manutenção do novo Aterro Sanitário de Porto Velho;
* Implantação e operação da unidade de tratamento de resíduos de serviços de saúde;
* Implantação de estrutura de apoio e centro de triagem para o programa de coleta seletiva de resíduos sólidos domiciliares;
* Implantação e operação de Usina de Compostagem;
* Implantação de programa de educação ambiental ecomunicação social e atendimento ao usuário.
A EcoPorto dispõe de 148 funcionários com uma frota de 26 veículos entre 26 veículos de coleta, entre caminhões compactadores e microcoletores, caçambas e carros de apoio, atendendo 382 mil habitantes e recolhe uma média de 8,8 mil toneladas de lixo domiciliar por mês.
Atualmente a Cerca de 320 toneladas por dia é o volume que recebe o lixãodiariamente, mas em uma realidade bem diferente do passado.
Com a implementação dos projetos, houve uma melhora significativa na vida de famílias catadoras, pois principalmente com a coleta seletiva eles não precisão mais se expor ao chorume que é resultado da decomposição do lixo orgânico, um dos principais causadores de doenças dentre essas famílias, pois atrai muitos animais transmissores dedoenças, tais como ratos, baratas escorpiões, aranhas, etc. causadores das seguintes doenças:
* Toxoplasmose;
* Leptospirose;
* Esquistossomose;
* HIV;
* Hepatites virais (A, B, C, D, E, G);
* Amebíase;
* Dermatites;
* Cisticercose;
* Doença Lyme;
* Praga Bubônica;
* Histoplasmose;
A legislação determina que os bairros contemplados com a coletaseletiva tenha a separação do lixo domestico; e ainda proíbe a criação de lixões a céu aberto.
Atualmente apenas 2% da população do município de Porto velho não é atendida pelo serviço de coleta de lixo urbano. Segundo a Semusb a população atendida é majoritariamente de indivíduos de baixa renda. Mas ainda assim apenas os bairros de classe media possuem a coleta seletiva dos lixos.
A...
tracking img