Abrapso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1901 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA
INSTITUITO DE CIÊNCIAS HUMANAS
PSICOLOGIA





ABRAPSO E A PSICOLOGIA SOCIAL NO BRASIL











ARARAQUARA
2012






ABRAPSO E A PSICOLOGIA SOCIAL NO BRASIL






Trabalho apresentado como requisito parcial para avaliação do 3° Semestre do curso de Psicologia.







2012ABRAPSO E A PSICOLOGIA SOCIAL NO BRASIL




Introdução


Para estudarmos Psicologia Social é preciso compreender o que é ser social.
Desde o momento em que nascemos necessitamos de outra pessoa para a nossa sobrevivência. Além disso, toda a nossa vida será caracterizada por interações com as outras pessoas, pois necessitamos participarmos de um grupo social, o qualpossui regras e normas que regem papéis sociais, como, por exemplo, o papel do pai e o papel da mãe.
Desta forma, como afirma Lane(1994):


“Em cada grupo social encontramos normas que regem as relações entre os indivíduos, algumas são mais sutis, ou restritas a certos grupos, como as consideradas de “bom-tom”, outras são rígidas, consideradas imperdoàveis se desobedecidas, atéaquelas que se cristalizam em leis e são passíveis de punição por autoridades institucionalizadas.”


A seguir, apresentaremos o que foi proposto na disciplina de Psicologia Social do curso de Psicologia, bem como o que é a Psicologia Social e o desenvolvimento da mesma no Brasil, contemplando o surgimento da ABRAPSO (Associação Brasileira de Psicologia Social) para que possamosanalisarmos estes aspectos. Além disso, apresentaremos o conteúdo, de um modo geral, de dois artigos relacionados à Psicologia Social.


1 – Conteúdo da Ementa da disciplina de Psicologia Social


De acordo a ementa, a proposta da disciplina de Psicologia Social era o estudo histórico da Psicologia Social e seus elementos epistemológicos, bem como temas e autores relacionados aodesenvolvimento da disciplina nos EUA e Europa. Além disso, analisar as relações entre pesquisa científica e prática social.




2 – A Psicologia Social


A Psicologia Social tem por base a relação entre o individual e o social, no entanto dentro da mesma há duas formas de Psicologia Social, gerando assim uma dicotomia. Uma é a forma psicológica, a qual se desenvolveu basicamentenos EUA e que tem como ideia central o indivíduo, ou seja, o indíviduo é a matriz. A outra forma é a sociológica, que se desenvolveu na Europa e, diferentemente da primeira, preocupa-se com a relação entre o coletivo e o individual.
Desta maneira, Farr(1994) apud Bernardes(1998) explica:


“Existem duas formas de Psicologia Social: formas psicológicas e formas sociológicas. Asformas psicológicas de Psicologia Social reduzem as explicações do coletivo e do social a leis individuais. O indivíduo é o centro da análise.(…)Já as formas sociológicas de Psicologia Social refletem a relação entre o individual e o coletivo. Buscam uma superação desta dicotomia, não reduzindo as explicações da Psicologia Social ao individual, nem tampouco ao coletivo.”


No entanto,trataremos da forma psicológica,a qual teve forte influência na Psicologia Social no Brasil, influência esta que desencadeou o surgimento da ABRAPSO (Associação Brasileira de Psicologia Social), em 1980, que buscava romper com a Psicologia Social norte-americana.




3 – A ABRAPSO (Associação Brasileira de Psicologia Social)


A Psicologia Social no Brasil, assim como em quasetoda a América Latina, nas décadas de 60 e 70, seguia a forma psicológica desenvolvida nos EUA. No entanto, essa dependência estava incomodando alguns psicólogos sociais, desencadeando o período denominado de “a crise da Psicologia Social”.
Desse modo, de acordo com Lane( 1994):


“A insatisfação existia, mas sem conteúdos alternativos. O que se procurava fazer era confrontar...
tracking img