Abandono da narrativa, ensino centrado no aluno e aprender a aprender

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5471 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ABANDONO DA NARRATIVA, ENSINO CENTRADO NO ALUNO E APRENDER A APRENDER CRITICAMENTE 1 (Disclaiming the narrative, student-centered teaching, and learning how learn critically) Marco Antonio Moreira Instituto de Física – UFRGS Caixa Postal 15051 – Campus 91501-970 Porto Alegre, RS, Brasil moreira@if.ufrgs.br www.moreira.if.ufrgs.br

Resumo Neste trabalho proponho o abandono da narrativa comomodelo clássico de ensino e argumento em favor de um ensino centrado no aluno, com participação ativa do aluno em atividades colaborativas, voltado para o aprender a aprender e para a aprendizagem significativa crítica. Além de minha larga experiência como professor e autor (2000, 2004, 2005, 2006), o texto reflete principalmente as obras de Postman e Weingartner (1969), Carl Rogers (1969), D.B. Gowin(1981) e Don Finkel (2008). Não são propostas nem argumentos novos, mas podem servir de motivação aos que queiram, e possam, fazer mudanças no ensino. Palavras-chave: abandono da narrativa, ensino centrado no aluno, aprender a aprender, aprendizagem significativa crítica. Abstract In this paper I propose the disclaim of the narrative as the classical teaching model in favor of a student centeredapproach, with active participation of the students in colaborative activities, aiming at learning how to learn and at a critical meaningful learning. In addition to my large experience as teacher and author (2000, 2004, 2005, 2006), this text reflects mainly the works of Postman and Weingartner (1969), Carl Rogers (1969), D.B. Gowin (1981), and Don Finkel (2008). The proposals and arguments arenot new, but they may motivate those who can and are willing to change their teaching practices. Keyword: disclaiming the narrative, student-centered teaching, learning how to learn, critical meaningful learning. O modelo da narrativa O modelo clássico de ensino, consagrado e aceito sem questionamento por professores, alunos e pais e pela sociedade em geral, é aquele em que o professor ensina,básica e fundamentalmente falando, dizendo aos estudantes o que se supõe que devam saber. Esse modelo é o que Don Finkel (2008) descreveu como Dar aula narrando, ao qual contrapõe o modelo de Dar aula de boca fechada (op.cit., p. 44), estimulando a busca de maneiras alternativas de ensinar. Mas por que questionar um modelo tão aceito? Vejamos! Nesse modelo, muitas vezes baseado em um livro de texto, oprofessor escreve (uma forma de narrar) no quadro-de-giz aquilo que os alunos devem copiar em seus cadernos, estudar (memorizar) e depois reproduzir nas avaliações. Às vezes, o professor repete, no quadro-de-giz, trechos do próprio livro de texto e, ainda
1 Conferência proferida no II Encontro Nacional de Ensino de Ciências da Saúde e do Ambiente , Niterói, RJ, 12 a 15 de maio de 2010 e no VIEncontro Internacional e III Encontro Nacional de Aprendizagem Significativa, São Paulo, SP, 26 a 30 de julho de 2010.

2 assim, os alunos copiam para estudar depois, geralmente na véspera das provas a fim de não os esquecer. Certamente, muitos professores não se limitam a repetir no quadro-de-giz o que está nos livros; fazem esquemas, sínteses, trazem exemplos, explicam, fazem demonstrações,enfim, “dão boas aulas”, segundo modelo clássico. Mesmo assim, os alunos copiam tudo o que podem para estudar depois. Outros professores, geralmente considerados ótimos professores, até mesmo grandes professores, fazem excelentes exposições orais, encantam seus alunos explicando clara e cuidadosamente certos assuntos. Esses alunos saem da aula com a boa sensação de que entenderam o assunto. Se esseassunto for pedido nas provas da mesma maneira que o professor explicou, provavelmente, sair-se-ão bastante bem. Mas, se as questões implicarem aplicações do mesmo a situações novas, o resultado, possivelmente, será bastante pobre. É comum, nesses casos, os alunos dizerem que tal conteúdo não foi “dado” em aula. O modelo continua igual se o professor usar datashow em suas exposições e deixar que...
tracking img