7

Páginas: 11 (2610 palavras) Publicado: 14 de maio de 2015
5/10/2012

UFRA/ ISARH

QUÍMICA
ANALÍTICA

TÓPICOS
ANÁLISE
VOLUMÉTRICA

Instituto Sócio Ambiental e
Recursos Hídricos - ISARH
Prof. M.Sc. Ivan Carlos
Barbosa
Email:
profivan_ufra@hotmail.com

1.

Princípios e métodos gerais da volumetria;

2.

Volumetria de neutralização: princípio, curvas
de neutralização e escolha de indicadores,
dosagens de substâncias ácidas e básicas;

3.

Volumetria decomplexação: princípio geral,
reagentes determinação de cálcio e magnésio

Avenida Presidente Tancredo Neves, Nº 2501 Bairro: Montese Cep: 66.077-901
Cidade: Belém-Pará-Brasil

UFRA/ ISARH

UFRA/ ISARH

1. Introdução

PRINCÍPIOS E MÉTODOS
GERAIS DA VOLUMETRIA

Titulometria: inclui um grupo de métodos
analíticos baseados na determinação da
quantidade
de
um
reagente
de
concentração conhecida que érequerida
para reagir completamente com o analito;
Ex.: volumétrica (medida de volume),
gravimétrica
(medida
de
massa),
coulométrica (medida da corrente elétrica.).
Titulação volumétrica: corresponde a um tipo
de titulometria no qual o volume de um
reagente padrão é a quantidade medida.

UFRA/ ISARH

Classificação de acordo com o tipo de
reação ocorrida durante a análise:

UFRA/ ISARH

2. Alguns termosusados em
titulometria volumétrica

Volumetria

Definição

Neutralização

Quando ocorre uma reação de
neutralização, ou seja, uma
reação entre uma substância
ácida (um ácido ou sal ácido) e
uma substância básica (uma
base ou um sal básico).

Solução
padrão:
compreende
um
reagente de concentração exatamente
conhecida
utilizado
na
análise
titulométrica;

Complexação

Quando ocorre a formação decomplexo.

Oxi – redução

Quando ocorre uma reação de
oxi – redução, ou seja, com
transferência de elétrons de
uma para outra.

Titulação: refere – se a um processo no
qual o reagente padrão é adicionado à
solução de um analito até que a reação
entre os dois seja julgada completa.

Precipitação

Quando ocorre a formação de
um precipitado.

1

5/10/2012

UFRA/ ISARH

erlenmeyer

suporte
universalbureta

Ex.: Instrumentação para
titulação

Titulante:
solução
de
concentração
exatamente
conhecida
(solução padrão ou uma
solução
padronizada)
adicionada e aferida na
bureta;
Analito: solução a ser
analisada e de volume
exatamente
conhecido
adicionada, com auxílio
de
pipeta,
para
o
erlenmeyer

UFRA/ ISARH

3. O processo da titulação
1º PASSO: Montagem
do arranjo típico de
uma titulação (bureta,erlenmeyer,
suporte
universal etc.);
2º PASSO: normalmente
a bureta é preenchida
com
uma
solução
titulante na posição
zero do topo (± 0,01
mL).
Detalhe da graduação de
uma bureta.

UFRA/ ISARH

3º PASSO: antes do
começo da titulação.
A
solução
a
ser
titulada, de um ácido
neste
exemplo,
é
colocada no frasco e o
indicador. O indicador
nesse
caso
é
a
fenolftaleína, que se
converte na cor rosa
emsoluções básicas.

Fórmula estrutural da fenolftaleína

Solução ácida sem e com indicador

UFRA/ ISARH

UFRA/ ISARH

4º PASSO: durante
a titulação.
O
titulante
é
adicionado
ao
frasco
com
a
agitação até que
a cor do indicador
torne

se
persistente.
OBS.: no início da titulação, o titulante pode ser adicionado
rapidamente, mas, quando se aproxima do ponto final, são
acrescentadas porções cada vez menores;no ponto final,
menos da metade de uma gota de titulante pode causar uma
alteração da cor.

UFRA/ ISARH

5º PASSO: ponto
final da titulação.
O ponto final da
titulação pode ser
alcançado quando
persistir uma cor
perceptível
levemente rosa da
fenolftaleína.
OBS.: o frasco da esquerda revela uma titulação com menos da
metade de uma gota antes do ponto final; o frasco do meio indica o
ponto final. Aleitura final da bureta é feita nesse ponto, e o volume da
base transferida na titulação é calculado a partir da diferença entre as
leituras inicial e final na bureta. O frasco da direita mostra o que
acontece quando um leve excesso de base é adicionado à mistura de
titulação. A solução se torna rosa – escura, e o ponto final foi excedido.

(a)Antes de iniciar a titulação;
(b) Durante a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • 7
  • 7
  • 7
  • 7 Sem
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!