3 Grau incompleto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (356 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Armas Biológicas

São vírus e bactérias transformados geneticamente em laboratórios para se tornarem resistentes aos tratamentos. Podem matar ou incapacitar um inimigo, ou animais e plantas de umanação adversária.
O uso de armas biológicas, feitas com vírus e bactérias, é impossívelde ser detectado por equipamentos de segurança. Armas que podemdizimar populações ao contaminar o ar, a água ouos alimentos e para as quais não há tratamento.
Uma forma de guerra biológica já era praticada na Antiguidade, quando os exércitos usavam cadáveres putrefatos para contaminar o abastecimento de águade uma cidade sitiada, ou atiravam dentro das muralhas inimigas cadáveres de vítimas de varíola.
Atualmente entre essas armas estão bactérias (ou as toxinas que produzem), vírus e fungos.Laboratórios de guerra bacteriológica foram criados pelas superpotências, EUA e a ex-URSS, durante a Guerra Fria. O único uso documentado de armas biológicas em combate foi pelos japoneses contra cidades chinesasno final da década de 30 e início da década de 40. Também foram atribuídos aos japoneses experimentos com agentes bacteriológicos em "cobaias" humanas (principalmente prisioneiros de guerra).
Essesmicroorganismos são transformados em armas letais em laboratórios de vários países. Na lista de produtores de armas biológicas estão Iraque, Irã, Síria, Líbia, Índia, Paquistão e China. Além disso, oserviço de inteligência americano informou que países como Estados Unidos, Rússia, Irã, Iraque, Líbia, Coréia do Norte e Afeganistão mantêm esses laboratórios, onde cultivam as chamadas armas dedestruição de massa.
Documento da Organização Mundial da Saúde, divulgado recentemente, alerta ser real a ameaça do uso de armas biológicas. Os especialistas da OMS constatam que "avanços em tecnologiatornaram possível aos terroristas matarem milhões de pessoas com armas biológicas e químicas". Eles relatam, em 179 páginas, todos os conhecimentos disponíveis sobre o bioterrorismo. A OMS recebeu...
tracking img