121212

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (697 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Artigo QUINZENAL-3 APRENDA COM PROUST Alkíndar de Oliveira

Em suas obras, o escritor francês Marcel Proust (18711922) evidencia a importância de vivermos em plenitude, reforçando que o sentido davida está em viver com intensidade, sempre prestando atenção aos detalhes. Em meio a sua concepção do que é desfrutar de uma vida prazerosa, Proust também enfatizou a importância de vivermos nossaspaixões, pois são elas que nos trazem a gratificação de viver. Mas, por paixões, o escritor apresenta uma sábia definição: elas não podem, por exemplo, estar sustentadas no sentimento amoroso quenutrimos por uma pessoa em particular, pois nossa felicidade não é construída no outro. Nossas paixões precisam estar ligadas a atividades que gostamos de fazer, ações que nos fazem bem e proporcionam umsignificado real à humanidade. Proust dizia que devíamos nos agarrar às nossas paixões mais profundas, assim como ele fez, dedicando-se à escrita. Existem pessoas que têm como paixão a música, outras apintura, outras a educação, outras a comunicação ou ainda o voluntariado e muitas outras atividades benéficas e altamente produtivas. Se essas pessoas sentirem o especial peso e valor dessas paixõesem suas vidas, viverão melhores. Mas nem por isso, estarão isentas do sofrimento, que para Proust era um instrumento evolutivo. O escritor respeitava o sofrimento. Segundo ele, saber como tirar omelhor do sofrimento era aprender o verdadeiro significado do que é viver. Proust não abraçava o sofrer puro e simples, mas pensava: já que é inevitável, que aprendamos e cresçamos com ele. Agindo dessemodo, teremos a oportunidade de usufruir da alegria do encontro de uma vida com significado. E o significado, como sabemos, é a razão e a base da felicidade. Quando compreendemos, estamos crescendo eevoluindo. Enquanto não compreendermos, teremos apenas sofrimento, sem encontrar na vida uma razão maior que nos proporcione a alegria interior. Até os 30 anos, Proust teve uma vida sem grande...
tracking img