03169098748

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4414 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Vivemos em um mundo que as crianças precisa respeitar as diferenças.









PROJETO LITERÁRIO

NEM BELO, NEM FEIO, APENAS DIFERENTE

























CARACTERIZAÇÃO DO PROJETO



Título – Nem belo, nem feio, apenas diferente





Aqueles que são diferentes de mim não me prejudicam; muito pelo contrário, eles me enriquecem. Nossa unidade sefundamenta em algo mais elevado que nós mesmos — no ser humano... (Antoine de Saint-Exupéry)


JUSTIFICATIVA

A escola é o espaço social e o local onde o aluno dará sequência ao seu processo de socialização. O que nela se faz, se diz e se valoriza representa um exemplo daquilo que a sociedade deseja e aprova. Comportamentos de inclusão social devem ser aprendidos na prática, no cotidiano davida escolar, contribuindo para a formação de cidadãos responsáveis.
Considerando a importância da temática a ser desenvolvida no decorrer desse projeto e a visão integrada do mundo, no tempo e no espaço, a escola deverá oferecer meios efetivos para que cada aluno compreenda a situação de crianças que sofrem discriminação por serem diferentes de alguma forma.
Incluir quer dizer fazer parte,inserir, introduzir. Inclusão é o ato ou efeito de incluir.
A inclusão é um processo que acontece gradualmente, com avanços e retrocessos, isto porque os seres humanos são de natureza complexa e com heranças antigas, têm preconceitos e diversas maneiras de entender o mundo.
“Uma escola para todos e para cada um” é um grande objetivo a cumprir para a inclusão. Uma escola que acolhe as diferenças,que colabora, que convive será um bom princípio para combater a exclusão social. Dividir a escola em termos de alunos “normais” e alunos “diferentes” não é certamente um princípio inclusivo e o objetivo pretendido.
É fundamental que cada aluno desenvolva as suas potencialidades e adote posturas pessoais e comportamentos sociais construtivos, colaborando para a construção de uma sociedadesocialmente justa, em um ambiente saudável.
Desta forma a escola deve buscar valores que conduzam a uma convivência harmoniosa entre os indivíduos que nela estão inseridos, auxiliando o aluno a analisar criticamente a importância da mobilização de toda a sociedade, em colaboração com o Estado, para possibilitar o paradigma da inclusão social. Este consiste em tornar toda a sociedade um lugar viável paraa convivência entre pessoas de todos os tipos e inteligências na realização de seus direitos, necessidades e potencialidades.
Por este motivo, os inclusivistas (adeptos e defensores do processo de inclusão social) trabalham para mudar a sociedade, a estrutura dos seus sistemas sociais comuns e atitudes em todos os aspectos, tais como educação, trabalho, saúde, lazer.OBJETIVOS




▪ Promover ampla discussão sobre a realidade da inclusão social no Brasil, que é acreditar, aceitar e conviver com as diferenças.


▪ Posicionar-se de maneira crítica, responsável e construtiva em relação à inclusão social.


▪ Refletir sobre o valor da vida e como tal cuidar para que as pessoas, ditas diferentes tenhamtratamentos dignos dentro do ambiente escolar.


▪ Perceber que as nossas ações são responsáveis para o sucesso da inclusão social, e que a diversidade não é problema, pois devemos aceitar a diferença.


▪ Proporcionar aos alunos atividades culturais sobre a temática do projeto.


▪ Oferecer subsídios para o aluno incorporar os recursos linguísticos presentes no processo da escrita


▪Incentivar a espontaneidade, a criatividade e a oralidade dos alunos através do teatro de fantoche.


▪ Redigir diferentes tipos de textos.


▪ Utilizar a linguagem para estruturar a experiência.


▪ Utilizar a linguagem na escuta e produção de textos orais e na leitura e produção de textos escritos.













METAS OPERACIONAIS



▪ A cada semana, através de...
tracking img