Mecanismos Linguisticos artigos e trabalhos de pesquisa

O preconceito Linguistico

O preconceito lingüístico em textos de humor: uma piada sem graça Débora Facin* Marizete Bortolanza Spessatto** Resumo As piadas, embora pareçam discursos neutros, reforçam uma série de preconceitos. Em relação à língua, tornam-se mais uma ferramenta de discriminação àqueles que são detentores das variantes não-padrão. Neste artigo apresentam-se os resultados de uma pesquisa que tomou como base a Sociolingüística com suporte da Análise do Discurso, procurando-se apontar a existência do...

6142  Palavras | 25  Páginas

Ler documento completo

Mecanismos lingüísticos

Lição 3 – Mecanismos lingüísticos Existe diversos mecanismos lingüísticos que servem para mostrar diferentes vozes no interior de um texto. O primeiro desse mecanismo é a negação, nela estão implicadas duas vozes: uma que afirma e outra que refuta (combate) afirmação anterior. Temos dois tipos de negação: a primeira é chamada de negação descritiva, é aquela que aparentemente nega um dado da realidade, mas na verdade rejeita o que poderia ser visão de alguém sobre ela; a segunda é denominada negação...

1183  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Percurso linguístico-discursivo

MARCELO MATANA PERCURSO LINGUÍSTICO-DISCURSIVO Traballho de Aula da Disciplina de Leitura e Escrita na Formação Universitária. Prof. Meris Antonio Mascarello Caxias do Sul 2010 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 2 DESENVOLVIMENTO 6 2.1 RECEPÇÃO, ABERTURA E PROGRAMA DE ENSINO 8 2.2 CONSTRUÇÃO DO CONTEXTO SITUACIONAL NA LEITURA E ESCRITA 14 2.3 VISITA ORIENTADA A BIBLIOTECA CENTRAL 18 ...

1757  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

Relatório de Leitura Aspetos Linguísticos da Organização Textual, Duarte (2003).

Duarte, I. (2003). Aspetos linguísticos da organização textual. In Mateus, M. H. M. et al. Gramática da língua portuguesa. Lisboa: Caminho (5ª ed. Revista e aumentada), pp. 85-123 Capítulo da Gramática da Língua Portuguesa de Maria Helena Mateus et al. dedicado aos Aspetos Linguísticos da Organização Textual tratando-os no que respeita à coesão textual, à conectividade conceptual e à estrutura temática e estrutura informacional. Escrito por Inês Duarte, este quinto capítulo da Gramática da...

1460  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Mecanismos De Coes O Textual

Mecanismos de coesão textual           O curso de produção textual proporcionou um contato maior no campo de aprendizado, de forma clara e prática, conceituamos o significado de texto em sentido lato designando a capacidade textual do ser humano, em produzir um romance, uma música, uma pintura, um filme ou escultura etc., isto é, de qualquer tipo de comunicação realizada por meio de um sistema de signos. O texto em sentido restrito consiste em uma seqüência falada ou escrita que constitua uma unidade...

1382  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Preconceito Linguistico

 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CAMPUS BELÉM TECNOLOGIA EM SANEAMENTO AMBIENTAL Bárbara Castelo Erick Sena Ingrid Lindner Júlia Danin PRECONCEITO LINGUÍSTICO Belém – PA Setembro / 2014 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CAMPUS BELÉM TECNOLOGIA EM SANEAMENTO AMBIENTAL Bárbara Castelo Erick Sena Ingrid Lindner Júlia Danin Trabalho de pesquisa apresentado ao...

1468  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Preconceito linguístico

BÁSICA ARTICULADA COM A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL MATHEUS FERNANDES ALVES FRASÃO EMAIL: MATHEUS-SHARED@HOTMAIL.COM 1° ANO DE ELETROTÉCNICA PRECONCEITO LINGUÍSTICO RESUMO O artigo fala do preconceito lingüístico sobre o português brasileiro. Fala dos preconceitos internos que são sofridos entre regiões do próprio país onde se encontra a variação de linguagem. A escola tem grande importância na educação do país, pois tem...

1938  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

Estudos Linguísticos II

Estudos Linguísticos II - Profª. Márcia Regina Marchezan - UNIGRAN MORFEMAS CATEGORIAIS Aula 05 Caro(a) aluno (a), Já estamos na quinta aula. Nossa como o tempo passa depressa, não é mesmo? Esta aula é dedicada aos Morfemas Categoriais e também nos mostrará que existem maneiras diferenciadas para classificarmos os Morfemas. Veremos como outro autor, Ribeiro classifica os Morfemas. Isso é importante porque, estando você em um curso superior, precisa entender que os pesquisadores, dependendo...

1695  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Natureza do signo linguístico

CAPÍTULO I NATUREZA DO SIGNO LINGUÍSTICO 1. SIGNO, SIGNIFICADO E SIGNIFICANTE Para algumas pessoas a língua é vista de forma criticável. Elas pensam que a língua é uma nomenclatura, uma lista de termos correspondentes à tantas outras coisas. Este conceito não nos deixa claro se a palavra é de natureza vocal ou psíquica. Através de uma visão mais simples, sabemos que a unidade lingüística é uma coisa dupla, formada pela união de dois termos. O signo lingüístico, como se sabe, une um conceito...

966  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Resenha do Livro Preconceito Linguistico

Preconceito Linguístico O livro preconceito linguístico: o que é, como se faz (Loyola,1999, 183 páginas) é uma obra escrita por Marcos Bagno, poeta, tradutor, linguista e doutor pela Universidade de São Paulo. Em sua obra o autor critica os vários preconceitos impregnados na sociedade brasileira sobre o uso da língua, dedicando-se a uma profunda pesquisa sobre os fenômenos: sociais, históricos e econômicos que envolvem a língua portuguesa. Na primeira parte do seu livro o autor convida o...

2075  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

preconceito linguistico na sala de aula

 Curso de Letras Disciplina: Metodologia de Projetos Professor : Estudante: Divina das Graças Oliveira Mota 1. Elementos de um projeto de pesquisa Tema Preconceito Linguístico na sala de aula. Delimitação do Tema Atitudes linguísticas constrangedoras na sala de aula. OBJETO DE PESQUISA. Atitudes linguísticas do professor no momento de ensinar a gramática normativa que podem deixar o aluno constrangido na sala de aula, e, com isso prejudicar o processo de aprendizagem do aluno...

1093  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Preconceito Linguístico

Souza de Campos Prof.: Marcia Borges Administração – 1°sem. Resumo do livro: “Preconceito linguístico - O Que é, como se Faz” Autor: Marcos Bagno 29, Março de 2014 Cuiabá - MT ÍNDICE: Preconceito linguístico (O Que é; Como se Faz?) Entendimento pessoal em relação ao livro Bibliografia e referências PRECONCEITO LINGUÍSTICO (O Que é; Como se Faz?) Marcos Bagno Em uma sociedade que, pelo menos externamente, abomina o preconceito...

2912  Palavras | 12  Páginas

Ler documento completo

Signos linguisticos

Ardoim TROL L íngua Portuguesa I 2 Os Signos Linguísticos Conceito de signo. O significante e o significado - conceituação. A relação significante x significado. 27 L íngua Portuguesa I Como vimos na unidade anterior, a comunicação se dá pela linguagem verbal e pela linguagem não -verbal. Agora, vamos tratar da linguagem verbal e de todos os mecanismos que a envolvem. Você terá contato com o signo linguístico, isto é, com todo o processo que envolve a língua. Vamos...

729  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Preconceito linguistico

BAGNO, Marcos. Preconceito lingüístico: o que é, como se faz. 21. ed. São Paulo: Loyola, 1999. Adriano Mascarenhas Lima 1 Em uma sociedade que, pelo menos externamente, abomina o preconceito, é de se espantar que uma das formas desse mal seja tão praticada e propagada na atualidade: a forma lingüística. A gramática normativa tradicional, tratada equivocadamente como...

3322  Palavras | 14  Páginas

Ler documento completo

Natureza do signo linguístico

NATUREZA DO SIGNO LINGUÍSTICO §1. Signo, significado, significante. Para certas pessoas, a língua é uma nomenclatura, uma lista de termos que correspondem a outras coisas. Por exemplo: Tal concepção é criticável em numerosos aspectos. Supõe ideias completamente feitas, preexistentes às palavras; ela não nos diz se a palavra é de natureza vocal ou psíquica, pois arbor pode ser considerada sob um outro aspecto; por fim, ela faz supor que o vínculo que une um nome a uma coisa constitui uma...

734  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Resenha do livro "preconceito linguístico" - marcos bagno

Resenha: BAGNO, Marcos. Preconceito lingüístico – o que é, como se faz. 49 ed. Loyola: São Paulo, 2002 No livro "Preconceito Lingüístico" o autor Marcos Bagno, defende com vigor a língua viva e verdadeiramente falada no Brasil. O autor vai analisar criticamente algumas “afirmações falaciosas”, acerca do ensinar o “certo” e o “errado” , tentando combater o que ele define como a mitologia do preconceito lingüístico. O primeiro mito aborda a questão de que os brasileiros falam...

965  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

o preconceito linguistico

DESPACHO- FACEB Preconceito Linguístico Diz-se que o Brasileiro não sabe Português e que o mesmo é muito difícil. Mito que compõem um preconceito muito presente na cultura brasileira o linguístico. Tudo por causa da confusão que se faz entre língua e gramatica. Ano 2014 Preconceito Linguístico Marcos Bagno O preconceito linguístico nada mais é quando nós sacaneamos...

800  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Preconceito linguistico

RESENHA DESCRITIVA SOBRE O LIVRO “PRECONCEITO LINGUÍSTICO / MARCOS BAGNO”. TÍTULO: O PRECONCEITO NA UTILIZAÇÃO DA LÍNGUA E SUAS RELAÇÕES SOCIAIS. NOME: MOISÉS MOREIRA GONÇALVES INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX E-MAIL: moises.moreiragoncalves@yahoo.com.br Marcos Araujo Bagno nasceu em Minas Gerais na cidade de Cataguases, formouse em Letras e como Mestre em Lingüística pela Universidade Federal do Pernambuco, obteve sua pós graduação de Doutorado em Língua Portuguesa...

1609  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Preconceito linguistico

: Vespertino 4 Obsolescência da educação: Para ensinar é preciso entender BAGNO, Marcos. Preconceito linguístico: o que é? como se faz?. São Paulo, Edições Loyola, 49° Edição, 2007, 176 páginas. (Resenha) Mas afinal, aonde está o erro da nossa educação? Marcos Bagno traz à tona esse tema polêmico e crítica a forma atual de ensino da língua portuguesa no Brasil em seu livro “Preconceito linguístico: o que é? como se faz?”. Segundo ele o problema está na própria compreensão do que é a língua portuguesa...

1278  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Resenha Preconceito Linguistico - Marcos Bagno

literário do Brasil)com a obra As memórias de Eugênia . No livro Preconceito Lingüístico – O que é, como se faz, Bagno traz uma discussão sobre as implicações sociais da língua. Ele já discutiu em seu livro A língua de Eulália, Novela Sociolingüística a forma preconceituosa com que a língua é tratada na escola e na sociedade e retoma essa discussão no Preconceito Lingüístico. Entende-se como preconceito linguístico o julgamento depreciativo contra determinadas variedades linguísticas. O julgamento...

1493  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

O Signo Línguístico

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO – UFMT UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL – UAB CURSO LETRAS PORTUGUÊS / ESPANHOL ALUNA ; NEIVA APARECIDA PIRES DE SOUZA Atividade 02. Fazer um resumo sobre o signo linguístico destacando as suas características. Para falar sobre o signo linguístico é fundamental conhecer a biografia de Ferdinand Saussure (1857- 1913), o fundador da linguística científica. Filho de uma família rica, nascido em Genebra, Suíça, seu pai era um eminente naturalista. Desde cedo estudou...

1264  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Preconceito linguistico

CAPÍTULO I Preconceito Lingüístico: mitos Existe uma tendência em lutar contra os mais variantes tipos de preconceito, mostrando que nenhum deles tem fundamento ou justificativa. Porém, essa tendência ainda não atingiu o preconceito lingüístico, e o que vemos é ele se alimentando diariamente em programas de TV, rádio, jornais, revistas e principalmente os livros didáticos. O mito de que a língua portuguesa falada no Brasil apresenta uma unidade surpreendente é o mais sério dos mitos que compõem...

2085  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

aspectos linguisticos libras

Resumo Abordam-se os aspectos linguísticos das línguas de sinais, especificamente da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Apresentam-se as características comuns às línguas naturais, tais como variações linguísticas, iconicidade, arbitrariedade. Discorrese também sobre os níveis linguísticos, fonológico, morfológico e sintático, relacionando-os com a organização estrutural de Libras. Objetiva-se constatar e enfatizar o status linguístico de Libras através das questões apresentadas. Ratifica-se...

3214  Palavras | 13  Páginas

Ler documento completo

O PRECONCEITO LINGUÍSTICO NA SOCIEDADE: O PORTUGUÊS FALADO, POR PESSOAS COM BAIXA INSTRUÇÃO ESCOLAR.

Faculdade de Letras Curso Língua Portuguesa e Literaturas O PRECONCEITO LINGUÍSTICO NA SOCIEDADE: O PORTUGUÊS FALADO, POR PESSOAS COM BAIXA INSTRUÇÃO ESCOLAR. Acadêmico: Diego Müller Vieira Rio de Janeiro 06/2013 O PRECONCEITO LINGUÍSTICO NA SOCIEDADE: O PORTUGUÊS FALADO, POR PESSOAS COM BAIXA INSTRUÇÃO ESCOLAR. Diego Müller Vieira Projeto de pesquisa elaborado junto ao Curso de Letras (modalidade EAD) da Universidade Estácio de Sá, em cumprimento às tarefas da disciplina...

1522  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

preconceito linguístico

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Língua Portuguesa com ênfase em Produção Textual PRÉ-PROJETO DE PESQUISA Elane Marinho da Silva Título provisório PRECONCEITO LINGUÍSTICO: diferença linguística urbana e rural Brasília 2013 ELANE MARINHO DA SILVA PRECONCEITO LINGUÍSTICO: diferença linguística urbana e rural Pré-projeto de Pesquisa apresentado à disciplina Metodologia da Pesquisa Científica para elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso...

1967  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

Resenha crítica: preconceito linguistico

Resenha Critica Nome do livro: Preconceito Lingüístico (o que é, como se faz) Autor: Marcos Bagno Ed. Loyola (36ª. Edição) O livro Preconceito lingüístico: o que é como se faz é um livro que aborda o uso da língua na sociedade atual. Carlos Magno discute o uso e ensino da língua e da gramática normativa, as causas do preconceito, fato que têm gerado muita discussão entre os profissionais que trabalham com o estudo da língua materna. Magno, apresenta o assunto de maneira descontraída...

836  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Gramática e desempenho lingüístico

o estudo intencional da gramática não traz benefícios significativos para o desempenho lingüístico dos utentes de uma língua. Por "estudo intencional da gramática" entende-se o estudo de definições, classificações e nomenclatura; a realização de análises (fonológica, morfológica, sintática); a memorização de regras (de concordância, regência e colocação) - para citar algumas áreas. O "desempenho lingüístico", por outro lado, é expressão técnica definida como sendo o processo de atualização da...

888  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Resenha - Livro Preconceito linguístico

Fora – UFJF Português 1 – Turma D Professora: Viviane Santos Aluno: Leandro Aparecido Santos Fialho Resenha do livro Preconceito Linguístico: o que é, como se faz. Autor: Marcos Bagno. BAGNO, Marcos. Preconceito linguístico – o que é, como se faz. 31ª ed. Loyola: São Paulo, 2004. Marcos Bagno, mineiro de Cataguases, traz em preconceito linguístico uma discussão em termos políticos da língua portuguesa falada no Brasil. Ele inicia dizendo que este preconceito está ligado em boa medida...

1964  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

O olhar linguístico-gramatical no texto literatura, leitura e história, de antônio torres

UNIVERSIDADE SALVADOR - UNIFACS ESPECIALIZAÇÃO EM GRAMÁTICA E TEXTO DISCIPLINA: METODOLOGIA DA PESQUISA ISABEL LESLIE FIGUEIRÊDO DE MENEZES LIMA O OLHAR LINGUÍSTICO-GRAMATICAL NO TEXTO LITERATURA, LEITURA E HISTÓRIA, DE ANTÔNIO TORRES Salvador 2012.2 ISABEL LESLIE FIGUEIRÊDO DE MENEZES LIMA O OLHAR LINGUÍSTICO-GRAMATICAL NO TEXTO LITERATURA, LEITURA E HISTÓRIA, DE ANTÔNIO TORRES Texto apresentado como pré-requisito de conclusão da disciplina Metodologia da Pesquisa, do curso...

2329  Palavras | 10  Páginas

Ler documento completo

preconceito linguistico marcos bagno

pedagógicas sobre o ensino de português no Brasil. Em 2012 sua obra As memórias de Eugênia recebeu o Prêmio Jabuti. Escreveu o livro Preconceito lingüístico no ano de 1999. 2 – O círculo vicioso do preconceito lingüístico, o autor explica que os mitos analisados são preservados em nossa sociedade por um mecanismo de círculo vicioso do preconceito lingüístico e demonstra como o procedimento de muitos profissionais colaboram para a manutenção da prática de exclusão. Bagno nos mostra de forma clara e...

1174  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Estruturalismo lingüístico

Estruturalismo Lingüístico Na lingüística o termo estruturalismo é uma corrente de pensamentos do século XX, Ferdinand afirma que (a língua não é um conglomerado de elementos heterogêneos; e sim uma estrutura que se correlaciona. De acordo com Saussure definem-se os seguintes pontos sobre a natureza na linguagem: * A diferenciação entre langue (língua) e parole (fala); * A consideração do signo lingüístico; * A distinção entre o sincrônico da língua. Os lingüistas encontraram nas idéias...

882  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Resenha preconceito linguístico

Preconceito lingüístico Looatti Silvério Rêgo Marcos Bagno, Preconceito Lingüístico, o que é como se faz. São Paulo: LOYOLA, 2009 Marcos Bagno nasceu em Cataguases (MG), mas sempre viveu fora de seu estado de origem. Depois de ter vivido em Salvador, no Rio de Janeiro, em Brasília e no Recife, transferiu-se em 1994 para a capital de São Paulo, onde viveu até 2002, quando se tornou...

1992  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

PRECONCEITO LINGÜÍSTICO

PRECONCEITO LINGÜÍSTICO Capítulo I “A língua portuguesa falada no Brasil apresenta uma unidade surpreendente” O primeiro mito apontado por Marcos Bagno é introduzido pelo título: “A língua portuguesa falada no Brasil apresenta uma unidade surpreendente”, o que o autor classifica como “o maior e mais sério dos mitos” e como “(pre) conceito irreal”. Bagno argumenta que este mito é prejudicial à educação porque retira a variabilidade linguística do que é ensinado nas escolas e passa a idéia...

3148  Palavras | 13  Páginas

Ler documento completo

Fatores linguísticos de textualidade: coerência e coesão

FATORES LINGUÍSTICOS DE TEXTUALIDADE: COERÊNCIA E COESÃO Fatores linguísticos de textualidade Coerência Os fatores linguísticos ou estruturais são concernentes às línguas como sistemas.  As estruturas linguísticas e as suas relações com diversos casos de interferência linguística que resultam do contato de línguas nos indivíduos bilíngues. Fatores linguísticos como aqueles que provêm da organização das formas linguísticas no interior de um sistema definido, diferentes em cada idioma e em...

1531  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

PRECONCEITO LINGUÍSTICO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PRECONCEITO LINGUÍSTICO: O QUE É, COMO SE FAZ Goiânia 2012 Valcilene Ferreira dos Santos PRECONCEITO LINGUÍSTICO: O QUE É, COMO SE FAZ Trabalho de Português para fins avaliativos da N2, que tem por objetivo demonstrar o resumo e a resenha do livro preconceito linguístico, o que é, como se faz Escrito por Marcos Bagno Prof°: Mauricio Dias...

3496  Palavras | 14  Páginas

Ler documento completo

MEDEIROS, Neilson Alves. O discurso oral infantil e o papel da interação: considerações sobre atenção conjunta, natureza perspectiva do símbolo linguístico e imitação com inversão de papeis

Neilson Alves. O discurso oral infantil e o papel da interação: considerações sobre atenção conjunta, natureza perspectiva do símbolo linguístico e imitação com inversão de papeis. ReVEL, vol. 7, n. 13, 2009. [www.revel.inf.br]. O DISCURSO ORAL INFANTIL E O PAPEL DA INTERAÇÃO: CONSIDERAÇÕES SOBRE ATENÇÃO CONJUNTA, NATUREZA PERSPECTIVA DO SÍMBOLO LINGUÍSTICO E IMITAÇÃO COM INVERSÃO DE PAPEIS Neilson Alves de Medeiros1 neilsonmedeiros@yahoo.com.br RESUMO: O presente trabalho objetiva discutir...

4589  Palavras | 19  Páginas

Ler documento completo

OS DESVIOS LINGÜÍSTICOS DA PRODUÇAO TEXTUAL DOS ALUNOS DE 5ª SÉRIE DA ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL PROFESSORA NÚBIA BENTES PICANÇO: UMA REFLEXÃO METODOLÓGICA.

ESTADUAL VALE DO ACARAÚ GRACILENE SANTOS ALVES ZUELMA RODRIGUES PESSOA OS DESVIOS LINGÜÍSTICOS DA PRODUÇAO TEXTUAL DOS ALUNOS DE 5ª SÉRIE DA ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL PROFESSORA NÚBIA BENTES PICANÇO: UMA REFLEXÃO METODOLÓGICA. SANTARÉM 2008 UNIVERSIDADE 5ª SÉRIE DA ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL PROFESSORA...

9392  Palavras | 38  Páginas

Ler documento completo

conhecimento linguistico

Conhecimento Linguístico O conhecimento linguístico compreende o conhecimento gramátical e lexical,sendo o responsável, pela articulaçãosom-sentido. O conhecimento prévio é o nosso repertório, os nossos conhecimentos adquiridos e que fazem parte de nossa memória e inteligência e que utilizamos quando necessário na leitura. O conhecimento linguístico é o básico dos conhecimentos prévios...

1215  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Preconceito Linguístico

 Preconceito Linguístico: O que é, com se faz A mitologia do preconceito linguístico Para analisar como se constrói o preconceito linguístico, Bagno relaciona oito mitos que revelam o comportamento preconceituoso de certos segmentos letrados da sociedade frente às variantes no uso da língua, e as relações desse comportamento com a manutenção do poder das elites e opressão das classes sociais menos favorecidas, normalmente por meio da padronização imposta pela norma culta. ...

4520  Palavras | 19  Páginas

Ler documento completo

Preconceito linguistico

cheiro de herbívoros tratados com aveia é bem melhor do que o dos carnívoros sem banho, que usam desodorante vencido ou não o usam. No fim do dia então...” 3. Bethoven não é dançado! Última investigação da presença “epidêmica” do preconceito linguístico analisou-se o material constituído de coluna de jornal chamada “Dicas de Português”, de autoria de Dad Squarisi, que nos últimos anos vem escrevendo algumas das coisas mais estúpidas jamais ditas acerca da língua portuguesa em sua história. O...

2282  Palavras | 10  Páginas

Ler documento completo

resumo preconceito linguistico

BAGNO, Marcos. Preconceito Linguístico: O que é, como se faz. São Paulo. Loyola, 2002, p. 15-72 Mito 1: “A língua portuguesa falada no Brasil apresenta uma unidade surpreendente”. O autor mostra que o Brasil é cheio de diversidades e variabilidades, já que é um país extenso em território e cheio de injustiças sociais, segundo ele, isso faz com que as pessoas cada vez mais formem diferentes modos de utilizar a língua portuguesa, mas, da forma não padrão, fazendo com que as normativas gramaticais...

1085  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Preconceito Linguistico

FACULDADE PADRÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ALINE NAYARA SILVA PRECONCEITO LINGUÍSTICO GOIÂNIA 2012/1 Aline Nayara Silva PRECONCEITO LINGUÍSTICO Trabalho apresentado à disciplina de língua portuguesa do curso de Administração de empresas da Faculdade Padrão, da turma A1/AM3, sob orientação do profº Maurício Dias Paes Lemes. Profº Maurício Dias Paes Lemes (orientador) ...

12775  Palavras | 52  Páginas

Ler documento completo

Preconceito Linguístico

Preconceito Linguístico: O que é, como se faz. O livro Preconceito Linguístico: O que é, com se faz; foi elaborado pelo autor Bagno Marcos, no idioma português, pela editora Loyola, com o gênero linguístico, em São Paulo, 1999 e está em sua 49º edição. O assunto do livro se resume para analisar como se constrói o preconceito linguístico, onde Bagno relaciona oito mitos que revelam o comportamento preconceituoso de certos segmentos letrados da sociedade frente às variantes no uso da língua, e as...

3618  Palavras | 15  Páginas

Ler documento completo

O preconceito linguístico na mídia televisiva

O PRECONCEITO LINGUÍSTICO NA MÍDIA TELEVISIVA Maíra Élidy Brito Junqueira (UNEB) mairaelidy@hotmail.com Adriana Bastos Souza (UNEB) Genilson Dias Silva (UNEB) Luciene Ferreira da Silva (UNEB) Vanda Alves da Silva Almeida (UNEB) 1. Linguagem e sociedade A linguagem é um sistema organizado de símbolos a serviço das sociedades humanas. Esse sistema é amplo, complexo, extenso, possibilita a transmissão de sentidos e favorece a interação entre os seres humanos. Segundo Marilena Chauí (1993, p...

3419  Palavras | 14  Páginas

Ler documento completo

O contexto da comunicação e os níveis línguisticos

CONTEXTOS DA COMUNICAÇÃO E OS NÍVEIS LINGUÍSTICOS 1 INTRODUÇÃO O presente artigo tem como finalidade o estudo do que é comunicação e quais são os níveis linguísticos, estes estão presentes nos atos comunicativos utilizados na oralidade, bem como na produção textual. A fundamentação do presente estudo dar-se-á a partir da realização do estudo da comunicação e de como a linguagem está dividida, assim analisaremos a Teoria da Atividade Verbal. Estas teorias visam explicar a linguagem e sua utilização...

2379  Palavras | 10  Páginas

Ler documento completo

Mecanismo de coesão

as características que conferem a determinadas manifestações linguísticas humanas a designação de texto. Os mecanismos que asseguram a unidade/ estruturação de um texto (tecido) são a coesão e a coerência Conceitos e Aplicações 1. COESÃO 1.1. Mecanismos de coesão gramatical 1.1.1. Coesão frásica 1.1.2. Coesão interfrásica 1.1.3. Coesão temporal 1.1.4. coesão referencial 1.2. Mecanismos de coesão lexical 1.2.1. Repetição 1.2.2. Substituição a) sinonímia b) antonímia c) hiperonímia/ hiponímia d)...

3134  Palavras | 13  Páginas

Ler documento completo

Estudos Linguísticos II

Estudos Linguísticos II - Profª. Márcia Regina Marchezan - UNIGRAN ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS Aula 04 Caro(a) aluno(a), Nesta aula, a de número quatro, detalharemos a formalidade dos vocábulos, as significações lexicais e gramaticais e revisaremos as formas livres e presas (uma vez que as revisões são de extrema importância em nosso estudo). Ainda, veremos a estrutura vocabular (o Radical e os Morfemas). Que tal!? Disposto a começar?? Comecemos, então, analisando os objetivos...

1763  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

Signo Linguístico

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA – UVA MÁRCIO GONÇALVES DE LIMA NORONHA DA SILVA ARTIGO CIENTÍFICO DE LINGUÍSTICA: HISTÓRIA E TEORIA Rio de Janeiro 2014.1 MÁRCIO GONÇALVES DE LIMA NORONHA DA SILVA O SIGNO LINGUÍSTICO ESTUDADO ATRAVÉS DOS SEUS PLANOS DA EXPRESSÃO E CONTEÚDO E DA TEORIA DA ARBITRARIEDADE, ENTENDIDO DENTRO DE UM CONTEXTO LITERÁRIO. Relatório apresentado como um dos requisitos de avaliação da disciplina Linguística: História e Teoria, da Universidade Veiga de Almeida ministrada...

6221  Palavras | 25  Páginas

Ler documento completo

Introdução aos estudos linguísticos

INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS LINGUÍSTICOS: Língua de Sinais Brasileira e Língua Portuguesa em foco1 ISBN: 978-85-60522-25-5 3ª edição Sandra Patrícia de Faria do Nascimento2 Cristiane Batista do Nascimento3 UFSC - Florianópolis, SC 2010 Este manual foi produzido, inicialmente, para o "Curso Básico de Língua de Sinais Brasileira - Libras, módulo I para os Servidores Públicos do Governo Federal", coordenado pelo Curso de Letras Libras da Universidade Federal de Santa Catarina / Centro de Comunicação...

22177  Palavras | 89  Páginas

Ler documento completo

Fatores linguísticos de textualidade: coerência e coesão

[pic] MÓDULO 2 FATORES LINGUÍSTICOS DE TEXTUALIDADE: COERÊNCIA E COESÃO 1º sem./2011 Fatores linguísticos de textualidade Coerência A coerência está ligada à compreensão, à possibilidade de interpretação daquilo que se diz ou escreve. Em outras palavras, a coerência diz respeito ao sentido produzido pelo texto. A coerência caracteriza-se por uma interdependência de sentido entre os elementos constituintes...

3501  Palavras | 15  Páginas

Ler documento completo

Tratamento dos mecanismos coesivos

S DEPARTAMENTO DE LETRA VERNÁCULA S S DISCIPLINA: GÊNEROSELEITURA PROFESSORA: NARA AUGUSTIN GEHRKE TRATAMENTO DOS MECANISMOS COESIVOS Carla Carine Gerhardt Santa Maria, RS, Brasil Junho de 2011 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO............................................................................................................ 3 1 TRATAMENTO DOS MECANISMOS COESIVOS............................................ 4 1.1 Gêneros e dados contextuais................................

2689  Palavras | 11  Páginas

Ler documento completo

A desconstrução do preconceito linguístico

LUIZ ROBERTO ROCHA SANTOS A desconstrução do Preconceito Linguístico Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, como requisito parcial para a obtenção do título de graduado em Letras. Orientador: Marcelo Silveira Tutor Eletrônico: Adriana Borges de Morais Gaiotto Tutor de Sala: Janaina Protázio Amorim Unidade: Arapiraca Arapiraca 2010 Dedico este trabalho a Deus, Ser Supremo, razão da nossa existência, pela inteligência com a qual somos...

11196  Palavras | 45  Páginas

Ler documento completo

preconceito linguístico Carlos Bagno - resenha dos mitos (parte 1)

FÁTIMA PRECONCEITO LINGUÍSTICO O QUE É, COMO SE FAZ BRASÍLIA 2014 INSTITUTO SUPERIOR FÁTIMA Curso: Pedagogia Disciplina: Língua Portuguesa Professor: Flávio Maktub Acadêmicos: Keytt Ysnaiara de Araújo Rose de O. Santos Hemerson Silva e Sousa Josiane Caires Ribeiro Jakeline Rode Silva BAGNO, Marcos: Preconceito linguístico: o que e, como se faz (Ed. Loyola...

3180  Palavras | 13  Páginas

Ler documento completo

resumo do livro Preconceito Linguístico, Marcos Bagno

Preconceito Linguístico Marcos Bagno começa por dizer que “trata da língua é tratar de um tema político”. Explica: “Só existe língua se houver seres humanos que a falem. O homem é um animal político (Aristóteles), portanto, a linguística é uma atividade científica essencialmente politizada. E é exatamente isso, politizar a lingüística, o que vem fazendo e escritor Marcos Bagno, um militante, a seu modo, das causas sociais”. Ao partir do princípio de que a língua é viva, o autor conclui que tudo...

7006  Palavras | 29  Páginas

Ler documento completo

Português padrão, português não-padrão e a hipótese do contato linguístico

JMATERíAL BXcTusTvdl jRAS;^ DE PROFESSORES| lOAíA: •^•-,; Português padrão, português não-padrão Universidade Federal de Minas Gerais Heliana Ribeiro de Mello por ea hipótese do contato lingüístico Introdução As questões ligadas aos processos sociohistóricos e lingüísticos que mo delaram o português brasileiro nos levam a refletir sobre o contato dos mi lhões de africanos que aqui conviveram com a população nativa indígena e com o elemento colonizador português. Um...

5875  Palavras | 24  Páginas

Ler documento completo

resenha do texto "Os estudos linguísticos e as práticas de leitura"

Cavalcanti é professora do Departamento de Letras da Universidade do Triângulo Mineiro (UFTM) e realizou seu mestrado em Letras na Universidade de São Paulo (USP) e seu doutorado e pós-doutorado em Linguística no IEL-Unicamp. Em seu ensaio “Os estudos linguísticos e as práticas de leitura” Jauranice Cavalcanti fala sobre o caminho que o leitor percorre para chegar a compreensão do texto. Ela compartilha da visão que o leitor tem uma grande importância na construção do sentido, pois ele deverá preencher os...

888  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Estudos Linguísticos II

Estudos Linguísticos II - Profª. Márcia Regina Marchezan - UNIGRAN PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ANÁLISE MÓRFICA Aula 03 Caro(a) aluno(a), Em nossa terceira aula vamos estudar, detalhadamente, quais são os princípios que regem a análise mórfica, além de revermos os tipos de Morfemas. A revisão se justifica uma vez que devemos ter clareza quanto à tipologia dos Morfemas, a fim de identificá-los com precisão no momento em que façamos uma análise morfológica. Que tal!? Disposto a começar?? ...

3465  Palavras | 14  Páginas

Ler documento completo

Preconceito Linguístico

falar “certo” ou “errado”, considerando alguns padrões lingüísticos. Falar é expor idéias com um determinado objetivo, pois o importante é interagir socialmente, lembrando que cada falante possui um tipo de realidade e conhecimento. E não considerar o conhecimento do falante é cometer o erro de não levar em conta o contexto social, histórico em que ele vive, o que causa distorções, contribuindo, no caso do Brasil, para o preconceito lingüístico no país. Para discutir esse tipo de preconceito que...

5059  Palavras | 21  Páginas

Ler documento completo

Preconceito Linguístico: Uma análise em textos de humor

Preconceito Linguístico: Uma análise em textos humorísticos O presente trabalho objetiva conscientizar e mostrar a riqueza das variedades linguísticas, bem como enfatizar que quando se trata da fala dos usuários da língua portuguesa, não se pode falar em “erros”, mas diferenças perfeitamente aceitáveis dentro de determinados contextos de comunicação, considerando os modos de falar de diferentes lugares do Brasil e reconhecendo seu valor, através da desmistificação do preconceito linguístico que permeia...

4291  Palavras | 18  Páginas

Ler documento completo

Empréstimos lingüisticos: um estudo nas escolas em parauapebas

podem ser consideradas como empréstimos lingüísticos de outros dialetos brasileiros na Língua Portuguesa falada nesta cidade. A comunidade escolar, em especial, apresenta uma diversidade lingüística, e, em razão dessas várias origens, que atingem, também, o corpo docente e o discente que podem ser notadas a partir de um primeiro contato, porém, a comunicação é perfeitamente compreendida, entretanto dessa mesma comunidade originaram-se preconceitos lingüísticos. Para chegar ao Município de Parauapebas...

10258  Palavras | 42  Páginas

Ler documento completo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!