Alexander Calder artigos e trabalhos de pesquisa

Biografia Alexander Calder

Alexander Calder Sumário 1.0 Introdução 4 2.0 Biografia 5 3.0 Principais Obras 6 4.0 Conclusão 8 Anexos 9 Referências 10 1.0 Introdução Este trabalho irá conter informações sobre a vida de um grande artista americano, que viveu entre 1898 e 1976. Foi um grande escultor que começou a sua vida de artista muito cedo, porem, formou-se em engenharia mecânica. Somente em 1926 concluiu seu curso que avia feito em Nova Iorque, no Art Students League. Quando...

1122  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

alexandre calder

 Alexander Calder (Lawton, Pensilvânia, 22 de julho de 1898 - New York, 11 de novembro de 1976), também conhecido por Sandy Calder, foi um escultor e pintor estadunidense famoso por seus móbiles. Foi famoso por esculturas de grande porte, ele produziu numerosas figuras de arame, nomeadamente para circos em miniatura1 . Biografia[editar] Filho de um pai escultor e de uma mãe pintora, Alexander Calder nasceu nos Estados Unidos da América, em Lawnton, na Pensilvânia, quando criança Alexander Calder...

579  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

OpArt

cm Alexander Calder Alexander Calder (Lawton, Pensilvânia, 22 de julho de 1898 - New York, 11 de novembro de 1976), também conhecido por Sandy Calder, foi um escultor e pintor estadunidense famoso por seus móbiles. Foi famoso por esculturas de grande porte, ele produziu numerosas figuras de arame, nomeadamente para circos em miniatura1 . Filho de um pai escultor e de uma mãe pintora, Alexander Calder nasceu nos Estados Unidos da América, em Lawnton, na Pensilvânia, quando criança Alexander Calder...

1621  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

trabalho

INTRODUÇÃO ALEXANDER CALDER Alexander Calder nasceu no dia 22 de julho de 1898, em Lawnton, na Pensilvânia. Filho de pai escultor e mãe pintora, Alexander Calder desde cedo esteve envolvido com as artes. Em 1902 com apenas quatro anos de idade ele esculpiu uma estátua de um elefante feito de argila, no que hoje é o local do Metropolitan Museum of Art, em New York. Filho de um pai escultor e de uma mãe pintora, Alexander Calder nasceu nos Estados Unidos da América, em Lawnton, na Pensilvânia...

1258  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

op art, pop art e mobile

estilo próprio, desenvolvendo as sobreposições baseadas em suas heranças geométricas, que provavelmente remontavam a época em que fora um design. Este estilo moderno e não convencional, tiveram a liderança de grandes nomes como Victor Vassarely, Alexander Calder e Bridget Riley, bem como se tornou uma arte muito popular na América e também na Europa entre os anos 60. Bibliografia : http://www.tvsinopse.kinghost.net/art/v/vasarely.htm http://www.brasilescola.com/artes/a-opart.htm ...

1747  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Móbiles

fazer referência a algumas esculturas do norte-americano Alexander Calder (1898 - 1976). Os trabalhos são formados por placas planas de metal, algumas pintadas, equilibradas em fios de arame fino que as mantinham suspensas. Os móbiles movem-se ao sabor da aragem mais suave, produzindo efeitos mutáveis em função da luz. Formado em engenharia mecânica - o que explica o seu interesse precoce pela pesquisa dos materiais e pelas máquinas -, Calder, em seus primeiros trabalhos como pintor, se destaca pela...

735  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Arte cinética

move ou parece mover.  Já no início do século XX alguns artistas realizaram experiências com o movimento:o construtivismo e o dadaísmo e outras inovações surgidas no final da década de 20 e nos anos 30, László Moholy-Nagy (húngaroamericano e Alexander Calder (americano). Construtivismo: o interesse pela ciência e pela tecnologia “Projeto de Monumento à III Internacional”  Vladimir Tatlin,1919–1920, madeira ferro e vidro. gigantesca espiral de aço contendo 3 grandes aposentos, totalmente envidraçados...

537  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Galeria do Rock

constantes mudanças da realidade em que vivemos. OP-ART Formas combinadas sensação de movimento • As pesquisas de sugestão do movimento propiciou a invenção de móbiles por Alexander Calder (18981976), que associou os retângulos coloridos das telas de Mondrian à ideia de movimento. • Os primeiros trabalhos de Calder eram movidos manualmente pelo observador. Mas depois de 1932, ele verificou que se mantivesse as formas suspensas, elas se movimentariam pela simples ação da corrente de ar...

931  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

OP Art Paper 11 11

significa arte óptica. Op Art nasceu e desenvolveu-se simultaneamente nos EUA e na Europa na década de 60, o termo foi empregado pela primeira vez na revista times no ano de 1964. Os precursores; na Europa Victor Vasarelly, Bridget Riley, Alexandre Calder no Brasil Luiz Sacilotto, as características designa uma derivação do expressionismo abstrato.que se constrói com figuras geométricas e explora as possibilidades da luz e da cor, trabalha com a ilusão de óptica, explorando a falibilidade do olho humano...

2106  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

Op Art

Devido à organização sequencial e a relação de cores de suas obras, há a criação de sensações ópticas de ritmo nas superfícies, que parecem vibrar Outros artistas op art dignos de nota são Alexander Calder, Youri Messen-Jaschin e Victor Vasarely. Artistas Victor Vasarely Alexander Calder Maurits Cornelis Escher Jesús Rafael Soto Gregorio Vardanega Bridget Riley Martha Boto Sol LeWitt Antonio Asis Lino Tagliapietra Richard Anuszkiewicz Youri Messen-Jaschin Ivan Serpa ...

1173  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Plano de aula

Op art é um termo usado para descrever a arte que explora a falibilidade do olho e pelo uso de ilusões ópticas. “Op-art” é um termo que provém do inglês (optical art), em português, “arte óptica”. Os principais artistas deste movimento são Alexander Calder e Victor Vassarely. Op-art é um movimento artístico que combina figuras geométricas, sobretudo em preto e branco, causando a noção de movimento na tela. Quando o observador da tela muda de ponto de observação, há a impressão que o traço da obra...

918  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Arte cinética

(1887-1968), Alexander Calder (1898-1976), Vasarely (1908), Jesus Raphael Soto (1923) Yaacov Agam (1928), Jean Tinguely (1925), Pol Bury (1922), entre outros. A especificidade da arte cinética, dizem os estudiosos, é que nela o movimento constitui o princípio de estruturação. O cinetismo rompe assim com a condição estática da pintura, apresentando a obra como um objeto móvel, que não apenas traduz ou representa o movimento, mas está em movimento. É o caso dos famosos móbiles de Calder, cujo movimento...

860  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Science

A arte cinética ou o cinetismo refere-se a uma corrente na área das artes plásticas que elabora formas e efeitos visuais para gerar movimento ou ilusão óptica. Dentre os artistas mais destacados podemos citar Mracel Ducham (1887-1968), Alexander Calder (1898-1976), Jean Tinguely (1925), entre outros. Basicamente o conceito de cinético está ligado ao que expressa movimento, esse termo esteve presente no Manifesto Realista  de Antoine Pevsner, escultor que viveu de 1886 a 1962, e de Naum Gabo, escultor...

1229  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

arte cinetica

(1887-1968), Alexander Calder (1898-1976), Vasarely (1908), Jesus Raphael Soto (1923) Yaacov Agam (1928), Jean Tinguely (1925), Pol Bury (1922), entre outros. A especificidade da arte cinética, dizem os estudiosos, é que nela o movimento constitui o princípio de estruturação. O cinetismo rompe assim com a condição estática da pintura, apresentando a obra como um objeto móvel, que não apenas traduz ou representa o movimento, mas está em movimento. É o caso dos famosos móbiles de Calder, cujo movimento...

1174  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Mendel

Habilidades Específicas – Arquitetura e Urbanismo –6– QUESTÃO 5 Imaginação e criatividade Alexander Calder (1898-1976), um dos mais importantes escultores americanos, foi o responsável pela criação dos móbiles, como os das imagens apresentadas abaixo, e, assim, associou movimento e dinâmica às suas esculturas. Seus primeiros trabalhos eram movidos manualmente pelo observador. Posteriormente, Calder utilizou-se da ação das correntes de ar para movimentar suas equilibradas composições de formas...

988  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Artes Linguagem Bidimensional E Tridimensional ATUALIZADO

arte: Land Arte, Arte Cinética, Arte Conceitual. Os móbiles, presentes na Arte Cinética, também são formas de arte tridimensionai s Imagem: Andrew Dunn (http://www.andrewdunnphoto.com/)/ Um simples e elegante vermelho e preto móvel no estilo de Alexander Calder  / Creative Commons Attribution-Share Alike 2.0 Generic Imagem: Reiji Yamashina / Jar, Shigaraki ware, Olaria esmalte natural, do século 16 / Museu de Cerâmica Oriental Osaka, Osaka, Japão / Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported...

1110  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Movimentos artísticos

primeira exposição de telas pertencentes a este movimento ocorreu em 1965, a The Responsive Eye. “Op-art” é um termo que provém do inglês (optical art), em português, “arte óptica”. Os principais artistas deste movimento são Alexander Calder e Victor Vassarely. Alexander Calder – (1898 – 1976) – Suas primeiras telas eram movidas manualmente pelo observador, mas depois percebeu que se mantivesse as formas suspensas, as mesmas se movimentariam pela ação do ar. Victor Vassarely – Criador da plástica...

1461  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Somatopsiquica

figura do médico e sacerdote encontrava-se neste amálgama, como atesta o homem (médico) com a máscara de cervo encontrada na caverna de Trois Frères, datada de cerca de 16000 anos, tida como a mais antiga representação do homem curador de enfermidades (Calder, 1970). Segundo Ramos (1994), o xamã era o mediador entre as forças cósmicas e o doente. Outras civilizações antigas, como a assírio-babilônica, davam conta da associação dos demônios e doenças, como era o caso das doenças oculares, atribuídas ao...

3140  Palavras | 13  Páginas

Ler documento completo

Segunda Metade do século

movimento, e sempre mudando. Imagens que representam essa idéia de movimento: Bridget Riley – Catarata 3 – 1967 – Pag 347 PLT Victor Vasarely – Pal-Ket – 1963 e 1974- Pag 347 PLT A idéia do movimento, propicio a invenção de móbiles, criado por Alexander Calder ( 1898 – 1976 ). Ele criou obras que poderiam ser movidas manualmento pelo observador, mais tarde em 1932, ele percebeu que se mantivesse as foras suspensas, elas se movimentariam pelas correntes de ar. Obs: Procurar imagem do Artista, e de...

670  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Pesquisas completas de Perfis de Artistas de Arame

onde as obras eram decorativas, estereotipadas, ou altamente temáticas. Alexander Calder Filho de um pai escultor e de uma mãe pintora, Alexander Calder nasceu nos Estados Unidos da América, em Lawnton, na Pensilvânia, quando criança Alexander Calder fazia seus próprios brinquedos. Em 1902 com apenas quatro anos de idade ele esculpiu uma estátua de um elefante feito de argila, no que hoje é o local do Metropolitan...

3201  Palavras | 13  Páginas

Ler documento completo

Vanguardas

eles Robert Delaunay (1885 - 1941), Max Bill (1908 - 1994), Alexander Calder (1898 - 1976), Piet Mondrian (1872 - 1944). (Synchromy in dark blue, Auguste Herbin – 1941. O Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, na cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Coleção Riklis de McCrory Corporation). 4- A) Neo primitivismo O Neoprimitivismo russo foi um movimento artístico lançado em 1913, pelo pintor e teórico vanguardista Alexander Shevchenko. No manifesto é proposto um novo estilo de pintura...

1499  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

historia

assim, as escolas latino-americanas se formaram a partir da iniciativa de alguns arquitetos pioneiros. CARLOS RAUL VILLANUEVA, na Venezuela, estudou em Paris, e que segundo o autor, trouxe para sua obra a arte de Fernand Léger, Hans Arp e Alexander Calder. LUCIO COSTA, no Brasil, convida Le Corbusier para o projeto do Ministério da Educação e Saúde Pública. Participaram desse trabalho os jovens arquitetos Affonso Eduardo Reidy, Carlos Leão, Jorge Moreira, Ernani Vasconcellos e Oscar Niemeyer ...

711  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

A arte da fotografia

apreciar as obras, você pode ler a biografia de artistas citados e conhecer um pouco mais sobre sua vida e suas produções. Alexander Calder (Estados Unidos, 1898-1976) Além de artista, era engenheiro e soube combinar bem os conhecimentos das duas áreas. Um trabalho seu muito conhecido foi o Circo em miniatura, feito de pequenas peças de madeira e arame. Calder foi o primeiro artista a fazer uma escultura com movimentos: os móbiles. João Luiz Musa (São Paulo – SP, 1951) Engenheiro...

1254  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

vila buarque

instituição e, elevadores, para os escritórios. No decorrer do tempo, o edifício incorporou obras de arte de indubitável valor que foram incluídas no tombamento: murais de Antônio Bandeira e de Ubirajara Ribeiro, móbile denominado The Black Widow de Alexander Calder e a escultura atribuída a Bruno Giorgi. Fonte Paulo Sérgio Del Negro Para ter acesso à Resolução de Tombamento, conforme publicada no Diário Oficial, copie e cole no navegador o endereço abaixo: http://www.imprensaoficial.com.br/PortalIO/DO/BuscaDO2001Documento_11_4...

547  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

história da arte sex xx

que sugerissem velocidade. Giacomo Balla (1871-1958), pintor-obra:  “Velocidade abstrata + rumor” (1913-1914) Umberto Boccioni - escultor(1882-1916)-obra: “Formas únicas de continuidade no espaço” (1913). Escultura Alexander Calder (1898-1976)-obra: “Grande móbile branco” (1948) Auguste Rodin-obra: “O Beijo” (1886)  Constantin Brancusi (1876-1957)-obra:“O Beijo” (1916) e “Pássaro no Espaço” (1928) Fotografia ...

586  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

simbolismo

SimuladoArtes: Op Art – Início em 1930 com Victor Vasarely, utiliza ilusões óticas. Tem como característica diferentes formas geométricas com objetivo de provocar sensação de movimento, contem também Bridget Riley com as obras Catarata 3 e Pal-Ket. Alexander Calder inventou os móbiles. Principal exposição ocorreu em 1965 no museu de arte moderna de Nova York. Pop Art – conhecida como arte popular, teve início nos Estados Unidos em 1960, tinha como inspiração o dia-a-dia das grandes cidades, interessava...

647  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Op Art e Pop Art

ilusão". Foi por volta da década de 60 que surgiram pesquisas relacionadas a essas sensações ópticas nas telas. A primeira exposição de op-art foi realizada em 1965 e recebeu o nome de The Responsive Eye. Os principais artistas da op-art são: Alexander Calder e Victor Vasarely. Principais artistas - Victor Vasarely: artista e designer gráfico considerado o pai da op-art. Começou a fazer este tipo de arte na década de 1930. - Bridget Riley: pintor inglês - Jesús Soto: escultor e pintor venezuelano ...

524  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Op Art, Pop Art e Arte Conceitual

Algumas vezes a pessoa precisa movimentar-se para ver imagens ocultas, ou para ver uma “movimentação” do quadro. Geralmente há um certo contraste entre as cores utilizadas para assim tornar mais nítido o movimento. Os principais artistas são: Alexander Calder, Victor Vassarely, Bridget Riley, Jesús Soto, Yaacov Agam e Josef Albers. Arte conceitual: A arte conceitual surgiu entre as décadas de 60 e 70, nos Estados Unidos e na Inglaterra, e leva em conta o conceito, a ideia, e não a obra em si, tanto...

644  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

ereefr

execução (na Inglaterra, por exemplo, o trabalho de Eileen Adams na Pembroke Street Estate, Plymouth). Outros planos de renovação de centros urbanos se beneficiam de obras de artistas de renome. A encomenda feita a Alexander Calder (1898 - 1976) pelo NEA é uma delas. Se o trabalho de Calder, instalado na região central de Grand Rapids, Michigan, 1969, conhece acolhida imediata da população, outra foi a reação mobilizada pelo Tilted Arc (1981), de Richard Serra (1939) - gigantesca "parede" de aço inclinada...

1269  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Arte cinética: sem fronteiras de tempo e espaço.

cores recebeu menção do júri internacional. Quatro anos depois, Palatnik participaria da primeira exposição de arte cinética realizada na Galeria Denise René, em Paris, ao lado de artistas como Marcel Duchamp, Yves Klein, Jean Tinguely e Alexander Calder. “Calder foi um dos precursores do movimento cinético ao criar seus famosos móbiles ainda nos anos 1930”, conta Fernando Bini, crítico e professor de arte da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. No mesmo ano em que Palatnik gerou esta polêmica...

1317  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

historia da arte

como principal traço dominante a experimentação, neste período tiveras diversos artistas, tais como Moore, Calder, Smith, Bourgeois e Nevelson. Henry Moore (1898-1986) o mais famoso escultor da Inglaterra. Como estudante de artefatos, objetos anglo-saxões sumerianos e pré-colombianos e também estudava a natureza, que era dos seus estudos que tiravas suas ideias para esculpir. Alexander Calder (1898-1976) Foi uma artista na qual desafiou a gravidade, criando suas esculturas suspensas. David Smith...

1568  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Helio oiticica - vida e obra

com os irmãos. Sua tia, a atriz Sônia Oiticica, passou a o incentivá-lo nessa empreitada. Primeiras exposições Durante a II Bienal do Museu de Arte Moderna de São Paulo, realizada em 1953, Oiticica tomou contato com a obra de Paul Klee, Alexander Calder, Piet Mondrian e Pablo Picasso e no ano seguinte começou a estudar pintura com Ivan Serpa. Entrou para o Grupo Frente e junto fez a sua primeira exposição no Museu de Arte Moderna. Nessa época começou a conviver com artistas e críticos, como...

998  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

O modernismo do detalhe imperceptível até a grande malha urbana.

hora não será visto em suas obras. Dinâmico pavilhão de Sert se destacava por denunciar a tragédia da Guerra Civil Espanhola: era exposta ali pela primeira vez, a Guernica de Picasso, junto a obras de Miró, Julio González, Alberto Sánchez  e Alexander Calder. O impacto da pintura de Picasso ressoou mundo afora, mas não evitou o regime Franquista, provocando um forçado exílio de muitos artistas espanhóis, entre eles, Josep Lluís Sert. Pondo em cheque xeque alguns dogmas do racionalismo maquinista...

756  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Op Art e Art Pop

rigor com que são construídos = sociedade cibernética; Arquitetura Artes dinâmicas que se tratando de interior, pode fazer do ambiente em local difícil de se estar; Os pisos hidráulicos são exemplos de ópticos que não fazem mal. Artistas Alexander Calder (1898 – 1976): Criou os móbiles; associou retângulos coloridos à ideia do movimento; Trabalho movido pelo observador; Victor Vasarely: Hungria – 1906 – pai da op art; Arte construtivista e geométrica abstrata; Criou a plástica cinética; ...

881  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Artes-pop art...

Técnica de serigrafia (processo de impressão no qual a tinta é vazada pela pressão de um rodo ou puxador através de uma tela preparada) Op-art Figuras geométricas, em preto e branco ou coloridas. Causar sensações de movimento no observador. Alexander Calder Primeiros trabalhos eram movidos manualmente pelo observador. Associou os retângulos coloridas das telas de Mondrian á ideia de movimento. Pré-História Paleolítico Superior Primeiras manifestações artísticas (traços feitos nas paredes de argila...

746  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Henrrique Mindlen

destacam Modern Architecture in Brazil, 1956, e Brazilian Architecture. Igualmente envolvido com os debates sobre arte moderna, organiza no Ministério da educação e Saúde - MES, em 1948, a primeira exposição no Brasil do artista norte-americano Alexander Calder. Professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro - FAU/UFRJ, recebe o título de livre-docente da cadeira de grandes composições de arquitetura, em 1962, com a tese Prumadas de Circulação em Edifícios...

1010  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

A arte a partir de 1960

artístico teve como génese os estudos de Joseph Albers e Laszlo Moholy-Nagy, ambos professores da Bauhaus, assim como os construtivistas Naum Gabo e Antoine Pevsner, que utilizaram a plástica dinâmica na escultura. Os artistas com maior renome são Calder, Le Parc, Stein, Victor Vasarely, François Morellet, Bridget Riley, Agam e Rafael Soto. Arte Cinética: - A arte cinética ou cinetismo é uma corrente na área das artes plásticas que elabora formas e efeitos visuais para...

2228  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

Surrealismo, ilusoes, artes brasileiras

trotskismo (Breton, por exemplo) e nas posições reacionárias de outros, como Dalí. A difusão do surrealismo pela Europa e Estados Unidos faz-se rapidamente. É possível rastreá-lo em esculturas de artistas díspares como Alberto Giacometti, Alexander Calder, Hans Arp e Henry Spencer Moore. Na Bélgica, Romênia e Alemanha ecos surrealistas vibram em obras de Paul Delvaux, Victor Brauner e Hans Bellmer, respectivamente. Na América do Sul e no Caribe, o chileno Roberto Matta e o cubano Wifredo Lam devem...

827  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Helio Oiticica

casa com os irmãos. Sua tia, a atriz Sônia Oiticica, passou a o incentivá-lo nessa empreitada. Primeiras exposições Durante a II Bienal do Museu de Arte Moderna de São Paulo, realizada em 1953, Oiticica tomou contato com a obra de Paul Klee, Alexander Calder, Piet Mondrian e Pablo Picasso e no ano seguinte começou a estudar pintura com Ivan Serpa. Entrou para o Grupo Frente e junto fez a sua primeira exposição no Museu de Arte Moderna. Nessa época começou a conviver com artistas e críticos, como...

1054  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Arte Abstrata

geométrica, que se manifesta no concretismo e no neoconcretismo também nos anos 50, encontra praticantes em Tomie Ohtake, Fayga Ostrower, Arcângelo Ianelli e Samson Flexor. Artistas abstracionistas Josef Albers Honoré Marius Bérard Roger Bissière Alexander Calder Roger Chastel Robert Delaunay Paul Klee Max Ernst Albert Gleizes Arshile Gorky Patrick Heron Howard Hodgkin Hans Hofmann Wassily Kandinsky Franz Kline Willem de Kooning Lee Krasner Fernand Léger Kasimir Malevich Alfred Manessier Agnes Martin...

796  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Op art

concêntricos e quadrados ou triângulos que se repetem. Devido à organização sequencial e a relação de cores de suas obras, há a criação de sensações ópticas de ritmo nas superfícies, que parecem vibrar Outros artistas op art dignos de nota são Alexander Calder, Youri Messen-Jaschin e Victor Vassarely. (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Op)...

787  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

OP Art

concêntricos e quadrados ou triângulos que se repetem. Devido à organização sequencial e a relação de cores de suas obras, há a criação de sensações ópticas de ritmo nas superfícies, que parecem vibrar Outros artistas op art dignos de nota são Alexander Calder, Youri Messen-Jaschin e Victor Vassarely. ...

1120  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

sdawd

expressão “op-art” vem do inglês (optical art) e significa “arte óptica”. Defendia para arte "menos expressão e mais visualização". Apesar do rigor com que é construída, simboliza um mundo precário e instável, que se modifica a cada instante.  Alexander Calder GRAFFITI Definido por Norman Mailler como" uma rebelião tribal contra a opressora civilização industrial" e, por outros, como "violação, anarquia social, destruição moral, vandalismo puro e simples", o Grafite saiu do seu gueto - o metrô...

928  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

trabalho de arte

  Wassily Kandinsky:Fuga, 1914, abstracionista   Dente e garfo, 1922, deHans Arp, modernista   Salvador Dali A (Dali Atomicus), fotografia surrealista de Philippe Halsman, 1941 Dobraduras com disco vermelho, escultura cinética de Alexander Calder, 1973   O túnel sob o Atlântico, instalação e performance de Maurice Benayoun, 1995   A respiração do deserto, 1997, land art de Danae Stratou, Alexandra Stratou e Stella Constantinides   Prédio do Museu Guggenheim em Bilbao, projetado...

995  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

op art

quadrados ou triângulos que se repetem. Devido à organização sequencial e a relação de cores de suas obras, há a criação de sensações ópticas de ritmo nas superfícies, que parecem vibrar Outros artistas op art dignos de nota são, por exemplo, Alexander Calder, Youri Messen-Jaschin e Victor Vasarely....

1012  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

op art

"whip blast" (explosão do chicote). Esta técnica, assim como a maioria das técnicas utilizadas na Op Art, exploram as possibilidades do fenômeno óptico na criação de volumes e formas virtuais. Principais Repesentantes Alexander Calder - Também conhecido por Sandy Calder, foi um escultor e pintor estadunidense famoso por seus móbiles. Foi famoso por esculturas de grande porte, ele produziu numerosas figuras de arame, nomeadamente para circos em miniatura. Reinhardt - Pintor americano, nascido...

1859  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

Biologia

populacional são reconhecidas. Cada uma está relacionada abaixo e categorizada como um princípio ou alometria. Princípios: Lei Maltusiana Lei de Allee Lei de Verhulst Lei de Lotka-Volterra Lei de Liebig Alometrias: Lei de Fenchel Lei de Calder Lei de Damuth Lei de Tempo de Geração Lei Maltusiana Segundo esta lei, quando as taxas de nascimento e morte são constantes, a população irá crescer (ou cair) em...

6960  Palavras | 28  Páginas

Ler documento completo

Arte contemporânea

influenciou muito os seus trabalhos. Os Rotoreliefs, discos coloridos que, quando girados com extrema rapidez, produziam efeitos óticos, é uma tentativa de se aproximar das pesquisas que fazia com a Arte Cinética. Rotoreliefs ,1935 Alexander Calder (1898-1976) Famoso devido às suas esculturas, móbiles e diversas pinturas. Utilizava o cinetismo para compor os seus móbiles construídos com peças de metal pintadas, fios de arames e jogos de luzes. Quando o observador se movimentava...

1248  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

ARTE NO SEC 20

obra sugeria o movimento e era uma arte que estava em constante mudança. Suas pesquisas se desenvolveram na década de 60, cuja manifestação para exposição coletiva se deu no Museu de Arte Moderna de Nova York, em 1965. Outro artista importante é Alexander Calder (1898-1976), na criação de móbiles associando-os aos retângulos das telas de Mondrian sugerindo movimento. Chamada de Mobile em Dois Planos, de início o observador podia movimentá-los; depois de 1932, ele verificou que a simples ação do vento...

1625  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Obra aberta

obras de arte indeterminadas com relação à forma, convidando o intérprete a participar ativamente na construção final do objeto artístico. São exemplos desse tipo de obra as séries permutáveis de partitura do músico Henri Pousseur e os móbiles de Alexander Calder. O livro contou com várias outras edições, acrescentadas de novos ensaios por parte do seu autor. Além disso, a obra foi traduzida para inúmeras línguas em todo o mundo, sendo que a versão brasileira foi lançada pela Editora Perspectiva, com...

1419  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Op Art

utilizou-se de listras e cores básicas. Ele enfatizava o plano da tela utilizando cores uniformes. Em seu trabalho, a cor é o objetivo. Seus trabalhos mais recentes abandonaram as cores básicas, usando agora cores modificadas em vários tons. Alexander Calder: suas primeiras telas eram movidas manualmente pelo observador, mas depois percebeu que se as mantivesse suspensas, as mesmas se movimentariam pela ação do ar. Victor Vasarely: considerado o pai da op arte e criador da plástica cinética, realizou...

1091  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Fichamento

(Araçatuba SP 1935). Escultor, desenhista e professor. Viaja para a Europa através de bolsa de estudos que recebe na 1ª Bienal Internacional de São Paulo, de 1951, e durante dois anos freqüenta os ateliês de escultura de Marino Marini (1901 - 1980) e Alexander Calder (1898 - 1976). Retorna ao Brasil em 1953, participa de exposições, e posteriormente, regressa à Europa. Em 1954, estuda história da arte na Sorbonne, Paris, e trabalha em ateliê durante 4 anos, período em que desenvolve obra de caráter abstracionista...

1426  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Vistia ao MAC SP

encontradas pelos artistas reforçam o sentido da arte como realidade constituída na ação do artista sobre o suporte. E por fim, no quinto bloco, obras como Homenagem ao quadrado: Signo Raro, 1967, Josef Albers; Grande móbile branco, 1948, de Alexander Calder são obras que trabalham com ritmos, cores e formas distintas. Conceito espacial, 1965, de Lucio Fontana, por sua vez, aponta nitidamente para o rompimento da arte contemporânea com toda a tradição europeia da arte. Ao longo do semestre na...

1199  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Arte contemporânea nos anos 60

Valdemar Cordeiro b)Abraham Palatnik. c) Almir Mavignier. d) Willys de Castro. Entre 1948 e 1951 foram criados os Museus de Arte Moderna de São Paulo e do Rio de Janeiro, além da Bienal de São Paulo. Exposições altamente significativas de Alexander Calder, Max Bill e de artistas abstratos europeus puderam ser vistas naquela virada de década e marcaram o imaginário visual e plástico de toda uma nova geração. Muito do melhor que foi produzido no campo das artes visuais neste período escapava...

1501  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Artes

freqüentemente implícito do que explícito no modo visual. Contudo, o movimento talvez seja uma das forças visuais mais dominantes da experiência humana. Na verdade, o movimento enquanto tal só existe no cinema, na televisão, nos encantadores móbiles de Alexander Calder e onde quer que alguma coisa visualizada e criada tenha um componente de movimento, como no caso da maquinaria ou das vitrinas. As técnicas, porém, podem enganar o olho; a ilusão de textura ou dimensão parecem reais graças ao uso de uma intensa...

1717  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Arte

Impressionismo; 2. Arte Pós-Impressionista; 3. Arquitetura Moderna e Contemporânea; 4. Arte Expressionista; 5. Arte Dadaísta e Arte Surrealista; 6. Artistas e correntes vanguardistas no Século XX (Matisse/ Picasso/ Cubismo/ Henry Moore/ Alexander Calder/ Art POP/ Minimalismo) ROMANTISMO O século XIX foi agitado por fortes mudanças sociais, políticas e culturais causadas por acontecimentos do final do século XVIII que foram a Revolução Industrial que gerou novos inventos com o objetivo...

1192  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

PRJ076 Fundamentos Para O Projeto De Arquitetura E Urbanismo 1

– Vilém Flusser Computação arquitetural Pós-CAD - José Cabral Filho e Ana Paula Baltazar Architectural representation beyond perspectivism - Alberto Pérez-Gómez e Louise Pelletier Referências de design de interação: Arte cinética Lygia Clark, Alexander Calder, Abraham Palatnik, O Grivo, Arthur Ganson, Theo Jansen, Guto Lacaz. Christian Moeller http://www.christian-moeller.com Interactive Architecture http://www.interactivearchitecture.org/ Rafael Lozano-Hemmer http://www.lozano-hemmer.com/projects...

1188  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Museu de História Natural de NY

1966: Hall of Eastern Woodlands Indians. 1967: Hall of Plains Indians. 1968: Hall of African Peoples. 1970: Hall of Mexico and Central America. 1971: Hall of Pacific Peoples. 1972: Frederick H. Leonhardt People Center. 1974: Louis Calder Laboratory and the Alexander M. White Natural Science Center. 1976: Morgan Memorial Hall of Gems and the Harry Frank Guggenheim Hall of Minerals. 1977: Hall of Reptiles and Amphibians. 1980: Gardner D. Stout Hall of Asian Peoples 1981: The Arthur Ross Hall of...

1512  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Op Art

conforme a posição do espectador. Essas diversas possibilidades de constante modificação simbolizam a transformação da realidade que o homem vive. Este estilo moderno e não convencional, tiveram a liderança de grandes nomes como Victor Vassarely, Alexander Calder e Bridget Riley, bem como se tornou uma arte muito popular na América e também na Europa entre os anos 60. Analise de Imagem. Tipo : Pinturas Título : Song Artista : Victor Vasarely Ano : 1970 Técnica : Relevo em madeira ...

1291  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Resumo Surrealismo

facilmente acedidas pelas massas. O último filme a ser considerado como pertencendo ao movimento surrealista oficial é “Dreams That Money Can Buy” (1947) de Hans Richter, contando com colaborações de Hans Richter, Man Ray, Duchamp, Léger, Max Ernst e Alexander Calder. Surrealismo na moda A principal representante da influência do movimento artístico na moda, Elsa Schiaparelli (1890-1973) é uma estilista francesa nascida na Itália incorporou elementos do surrealismo em seu vestuário e colaborou com vários...

1505  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!