O uso do crak: um problema social ás problema social restrito?

Páginas: 6 (1391 palavras) Publicado: 5 de maio de 2013
RESUMO





È certa a consciência da gravidade que a situação da drogadição ao crack chegou ao país. Embora o uso de drogas aconteça desde os primórdios da humanidade, ultimamente o seu abuso tomou dimensões preocupantes, configurando-se como um problema de saúde pública. O aparecimento do crack, droga feita da pasta de coca, piorou esse quadro ao aumentar os danos sociais e à saúde dosusuários. A dimensão dessa gravidade que a cada dia se torna mais urgente encontrar medidas para solucioná-la e isso somente será possível com a intervenção do Estado. Essa situação estabelece uma abordagem interdisciplinar. Desde 20 de maio de 2010, o comando dado pelo Governo Federal com a edição do Decreto nº 7.179, trata da situação. Que garante ações de prevenção do uso, tratamento ereinserção social de usuários, com a participação de familiares e a atenção especial para públicos vulneráveis (como no caso de crianças, adolescentes e população em situação de rua). Tudo isso numa proposta de permanente integração e articulação entre as áreas de saúde, assistência social, segurança pública, educação, desporto, cultura, direitos humanos e juventude. Nesta produção textual será destacada aquestão da importância do serviço social nesta área.



Palavras-chave: Crack, Saúde pública, Problema Social.






















INTRODUÇÃO



O consumo do crack no Brasil teve inicio na década de 1990, em áreas delimitadas como algumas cidades de São Paulo e regiões fronteiriças com os países produtores da coca.
Desde os anos 2000, vem ocorrendo umaexpansão desse mercado por todo o território nacional, com impactos clínicos e sociais sobre crianças e adolescentes, principalmente sobre aquelas que já se encontravam sob baixa proteção familiar, comunitária e de políticas sociais. O crack é elemento que contribui para a violência urbana. É uma causa para os homicídios e roubos nas cidades do Brasil.
O crack suscita uma questão de saúdepública, os usuários são consumidores frenéticos e não há uma política nacional de saúde pública para acolher o dependente químico que queira se tratar. São dependentes que criam problemas com as famílias, perdem logo a noção de cuidados pessoais, destroem suas vidas, abandonam as suas atividades laborais e se abrigam nas ruas, em construções abandonadas e nos grandes centros formas as cracolândias.Passam a viver em verdadeiras situações de degradação humana.
Atualmente o “Programa Crack, é possível vencer” busca ampliar a oferta de serviços de tratamento e atenção aos usuários e seus familiares; promover a prevenção do uso de drogas com ações nas escolas, bem como de informação e capacitação de profissionais, formadores de opinião e lideranças comunitárias e religiosas; e, reduzir a oferta dedrogas ilícitas por meio do enfrentamento ao tráfico e às organizações criminosas.
Deste modo, espera-se criar condições para que os usuários e seus familiares tenham à sua disposição serviços públicos de saúde e assistência social para apoiá-los no processo de recuperação, que a população, em especial o segmento mais vulnerável, tenha informações suficientes para reduzir o estimulo ao uso, eainda, que a oferta de drogas seja diminuída.
O presente trabalho foi desenvolvido durante os estudos realizados nas disciplinas Psicologia Geral, Antropologia, Formação Social, Política e Econômica do Brasil, FHTM do Serviço Social I; do curso de Serviço Social.
Tendo como objetivo explanar o tema “O uso do Crack: um problema social restrito às metrópoles?”, abordando aspectos como: origem,efeitos causados, ação social, problemática do crack na sociedade.






























O USO DO CRAK: UM PROBLEMA SOCIAL ÁS PROBLEMA SOCIAL RESTRITO?

A atual discussão sobre o uso e abuso de drogas é temática presente em grande parte dos encontros das áreas interessadas com Governos de Estado e municípios. Seguindo sempre a recomendação de que se...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O uso do crak: um problema social restrito às metrópoles?
  • o uso do crak um problema social restrito as metropolis
  • O uso do crak um problema social restrito metropolis
  • o uso do crak um problema social restrito as metropolis
  • O uso do crak: um problema social restrito ás metrópoles
  • O uso do crack: um problema social restrito às
  • O uso do crack um problema social restrito ás metrópoles?
  • O uso do crack: um problema social restrito às metrópoles?

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!