o uso de plantas medicinais na comunidade rural sitio jerusalém

Páginas: 8 (1833 palavras) Publicado: 3 de agosto de 2014
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DONORTE- UERN
Campus Avançado Maria Elisa Albuquerque Maia – CAMEAM
Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica- PARFOR Coordenação do Curso Ciências Biológicas – CCCB Período: 2ºO USO DE PLANTAS MEDICINAIS NA COMUNIDADE RURAL DO SÍTIO JERUSALÉM- ITAÚ/RN








MARIA DAS DORES FERREIRA NUNES FREITAS















PAU DOS FERROS
2013




MARIA DAS DORES FERREIRA NUNES FREITAS












O USO DE PLANTAS MEDICINAIS NA COMUNIDADE RURAL DO SÍTIO JERUSALÉM- ITAÚ/RN










Projeto de Pesquisaapresentado, como requisito avaliativo da disciplina Organização das Atividades Acadêmico Cientificas sob a orientação da professora Dra Maria Lúcia Sampaio Pessoa no 2º período do Curso de Ciências Biológicas UERN/ CAMEAM.











PAU DOS FERROS
2013





SUMÁRIO



1-JUSTIFICATIVA---------------------------------------------------------------------------


2-OBJETIVOS -------------------------------------------------------------------------------


3- PRESUPOSTOS TEÓRICO--------------------------------------------------------------

4-METODOLOGIA---------------------------------------------------------------------------

6- CRONOGRAMA---------------------------------------------------------------------------

7-REFERÊNCIAS----------------------------------------------------------------------------


















1- JUSTIFICATIVA

O presente trabalho partiu da necessidade de encontrar respaldo teórico para as inquietações e questionamentos inerente as plantas nativas do sertão utilizadas como plantas medicinais pela população local do oeste potiguar, mais precisamente na zona rural sítio Jerusalémno município de Itaú-RN.
A necessidade surgiu pelo fato de, em se tratando de um assunto muitas vezes discutido com base no senso comum, muitos pesquisadores descreveram a caatinga, com suas peculiaridades. KUHLMANN (1977, p. 92) diz que muitos são bem conhecidos, entre eles cita: Martius, Ule, Loefgren e Luetzelbug, considerados precursores dos estudos florísticos e fisionômicos da área.Pesquisas mais recentes foram feitas principalmente por Braga, Vasconcelos, Egler, Cole, Ab’Saber, entre outros. Tais estudos trazem novas luzes não apenas sobre a caatinga, mas, sobretudo a vegetação do Brasil em geral.
A cobertura vegetal do nordeste brasileiro apresenta uma diversidade nas pesquisas fitogeográficas. Há, entretanto, um tipo de vegetação que constitui a feição dominante da Região: aCaatinga. Segundo GARCIA (1999) apud DUQUE, dividiu o território do semi- árido em seis regiões ecológicas: caatinga, sertão, seridó, agreste, carrasco e serras, nomes retirados da língua dos habitantes primitivos ou adotados pela população branca.
Sendo a caatinga potiguar o nosso objeto de estudo, por ser um tipo singular de vegetação xerófila tropical, somente encontrada na região semi-áridado nordeste brasileiro. Em Tupi-guarani, caatinga quer dizer “mata rala” ou “mata branca” (MENDES, 1997, p. 37).
A caatinga ocupa uma área de 734.478 Km² (MMA, 2002) do Nordeste brasileiro, é constituída essencialmente de árvores e arbustos espinhentos, (que perdem suas folhas na estação seca), de plantas suculentas espinhosas, e de plantas herbáceas que se desenvolvem com bastante vigor depoisdas chuvas. A depedração que parece atingir grandes extensões da caatinga são provenientes do pastoreio intensivo e outras ações antrópicas, sem emprego do fogo, como ocorre no cerrado brasileiro (KUHLMANN, 1997, p. 93).
A caatinga guarda um grande número de plantas e de animais que vêm sendo utilizados pelo homem desde antes da colonização. Até a década de 1950, a maior parte da população...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O uso de plantas medicinais pela comunidade do sitio Jerusalém
  • Levantamento do uso de plantas medicinais
  • Uso popular de plantas medicinais
  • O uso de plantas medicinais
  • Uso de Plantas Medicinais no Nordeste Brasileiro
  • Uso de plantas medicinais no controle da obesidade
  • Uso de Plantas medicinais para a cura da diabetes
  • Plantas Medicinais: uso e conhecimento popular

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!