O UNIVERSO DAS MEMÓRIAS: AS RELAÇÕES ENTRE UM PERCURSO PARTICULAR E PROFISSIONAL

Páginas: 33 (8067 palavras) Publicado: 9 de agosto de 2013
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
FACULDADE DE EDUCAÇÃO
CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA - ENSINO
FUNDAMENTAL/SÉRIES INICIAIS

JEUSITA GOMES PAIVA

O UNIVERSO DAS MEMÓRIAS: AS RELAÇÕES ENTRE UM
PERCURSO PARTICULAR E PROFISSIONAL

Irecê
2007

JEUSITA GOMES PAIVA

O UNIVERSO DAS MEMÓRIAS: AS RELAÇÕES ENTRE UM
PERCURSO PARTICULAR E PROFISSIONAL
Memorial apresentado ao curso
deLicenciatura em Pedagogia Ensino
Fundamental/Séries
Iniciais da Universidade Federal
da Bahia- FACED-IRECÊ, como
um dos pré-requisitos para
obtenção do grau em de
licenciatura em pedagogia.

Irecê
2007

Dedico a todos e todas que foram e aos que serão
meus alunos...

AGRADECIMENTOS

Aos meus filhos Jéssica e Gadiel.
Aos meus pais e irmãos.
Aos amigos que sempre estiveram presentes.Aos colegas de curso, por tantas amizades conquistadas.
À Solange orientadora excepcional.
A todas as pessoas que estiveram envolvidas no corpo de
orientação, professores, administração do curso.

Os homens fazem a sua própria história, mas não a
fazem sob circunstâncias de sua escolha e sim sob
aquelas que defrontam diretamente, legadas e
transmitidas pelo passado.
Karl Marx SUMÁRIO

1 - QUANDO TUDO COMEÇOU

6

2 - NOVAS EXPERIÊNCIAS

11

3 - REALIZANDO UMA CARREIRA PROFISSIONAL

15

4 - A PONTE PARA UMA NOVA FORMAÇÃO

17

5 - BOAS SEMENTES PARA COLHER BONS FRUTOS

19

6 - A TEORIA E A PRÁTICA EM EXERCÍCIO

21

7 - CONSIDERAÇÕES FINAIS

22

REFERÊNCIAS

23

APÊNDICE

24

7

QUANDO TUDO COMEÇOU
Lagoa de Zé Mendes, lugar pequeno, ondepredominava a cultura agrícola.
Poucas casas, cerca de trinta e duas. E nelas habitavam os moradores de uma
mesma família, havia mais duas famílias de origem diferente, mas se mantinham
um pouco afastadas provavelmente, por estarem em menor número ou por não
se sentirem em suas terras.

Aos dezenove dias do mês de novembro de mil novecentos e setenta e quatro,
aconteceu o meu nascimento.Filha de um jovem casal, Lindolfo da Silva Paiva
e Maria Gomes Paiva, fui alguns meses depois batizada pelo meu tio João Ferraz
e minha tia Maria do Socorro Ferraz, irmão e irmã de minha mãe. E vou falar das
minhas memórias desde a infância até os dias atuais em que me encontro,
fazendo este relato no ano de dois mil e sete, trinta e dois anos após o meu
nascimento.

Meu avô paterno, sechamava José de Antero, e minha avó paterna se chamava
Marcionília, mas eu não cheguei a conhecê-la. Quando nasci ela já havia
falecido, vô Zé como eu o chamava era um homem sério, alto e bonito, tinha os
olhos azuis e eu gostava de olhá-los pois os achava muito lindos, quando eu ia
a casa dele pedir a benção e dizia: “sua benção meu avô”, ele pegava somente
na ponta dos meus dedos e dizia; “Deuste proteja”.

Eu não entendia o motivo pelo qual ele não pegava na minha mão para me
abençoar, mais tarde, compreendi que era o jeito dele, pois era igual com todos.
Sua autoridade era a lei maior neste lugar, as pessoas tinham por ele muito
respeito e admiração, estava casado pela terceira vez com minha avó Adalgiza,
mas todos os netos a chamavam de tia Daziza, ela é uma mulher forte ecorajosa
e também é bondosa com todos de nossa família.

Meu avô materno, Pedro Ferraz, e minha avó materna, Quitéria Ferraz, moravam
em outro lugar e eu só os via de vez em quando, mas sentia um carinho especial
pelo meu “vô” Pedro, ele era paciente e carinhoso. Eu ficava muito feliz quando

8
minha mãe avisava que iríamos visitá-lo, ou então, que ele viria nos visitar. Minha
vó Quitériaera fechada e ríspida com as palavras, então eu nem me aproximava
dela, nem meus irmãos e primos também.

Foi neste pequeno povoado que iniciei minha vida escolar, não posso esquecer
da minha primeira professora, como seria possível? era a minha mãe, e ela, era
professora também dos adultos à noite, inclusive do meu pai, só que quando ele
aprendeu a escrever seu próprio nome saiu da escola,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Universo profissional
  • OS DIREITOS FUNDAMENTAIS NAS RELAÇOES ENTRE PARTICULARES
  • Percursos Profissionais e Necessidades Organizacionais
  • Direitos fundamentais e relações entre particulares
  • Relações administrativas do Particular
  • Princípio da Isonomia nas Relações Particulares
  • Etica e relacoes pessoal e profissional
  • O profissional de Relações Internacionais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!