O sentido da reflexão sobre autonomia no serviço social

Páginas: 22 (5352 palavras) Publicado: 14 de outubro de 2012
SERVIÇO SOCIAL

ARTIGO: O SENTIDO DA REFLEXÃO SOBRE AUTONOMIA NO SERVIÇO SOCIAL

Resumo: Este artigo constitui-se em um estudo sobre a autonomia e seu entendimento na categoria dos Assistentes Sociais brasileiros. Através de pesquisa bibliográfica, traçou-se uma trajetória histórica, desde a década de 1920 até os dias atuais, sobre o entendimento/prática do respeito à autonomia dos usuários,perpassando pelo conceito de autodeterminação dos sujeitos, bem como pela influência das correntes personalista e fenomenológica na metodologia do Serviço Social. Por fim, realizou-se uma breve explanação sobre o conceito da autonomia na teoria marxiana, seguida de uma reflexão sobre a prática dos Assistentes Sociais na atualidade, no que concerne ao respeito à autonomia do usuário, enfatizandoque este respeito conduz a uma prática que propicia aos sujeitos que estes escolham quais os rumos que desejam dar às suas vidas a partir das alternativas disponíveis, ainda que estas sejam determinadas socialmente.

Palavras Chaves: Serviço Social, autonomia, ética, prática profissional.

Abstract: This article consists in the study on autonomy and its comprehension by the Brazilian socialworkers category. Through a bibliographical research, a historical trajectory was traced since the 1920s until the current days, about the understanding/ practice of the respect of the user's autonomy, dedicating attention to the concept of the self – determination of the citizens, as well as, for the influence of the “personalista” and “ fenomenológica” trends in the methodology of the Social Work.At last, it is presented a brief explanation about the concept of the autonomy in the theory of Marx, followed by a reflection on the practice of social workers at the present time, as concerned to the autonomy of the user, emphasizing that this respect leads to a practice which enables the users to choose which ways they desire to give to their lives based on the available alternatives, althoughthese alternatives are socially determined.

Key Words: Social Work, Autonomy, Ethics, Professional Practice

Introdução

Ao pesquisar as reflexões sobre autonomia no Serviço Social pudemos constatar que pouco se falou, ou se fala, diretamente sobre o assunto na profissão. A autonomia enquanto capacidade de autodeterminação dos indivíduos pouco vem sendo discutida, embora apareça comosendo o primeiro princípio fundamental no Código de Ética dos Assistentes Sociais promulgado pelo CFESS em 1993.

Semanticamente, a palavra autonomia provém do grego autonomia : autos – significando “por si mesmo”, “por ele mesmo”, “ele mesmo” ou “o mesmo” e nomos – significando “lei”, “uso” ou “compartilhamento”. [1] Assim, conforme Muñhoz e Fortes (1998), a autonomia refere-se ao autogoverno, à autodeterminação da pessoa para tomar decisões que afetem sua vida e suas relações sociais.
A autonomia, em seu sentido ético, tem sua fundamentação no binômio liberdade/normas. Autores como Segre, Silva e Schramm (2001), Almeida (1996) e Rouanet (1994) concordam que a construção do significado contemporâneo deste termo teve seu ápice no período do movimento iluminista (séculoXVIII), durante o qual valorizava-se prioritariamente a racionalidade como possibilidade da conquista da liberdade humana.

O Iluminismo, segundo Rouanet (1994), fora marcado pela rejeição dos preceitos religiosos como fundamento da moral. No período, várias respostas foram elaboradas em contraponto à moral revelada pela fé, sendo uma delas a de Immanuel Kant. Para Kant (apud Rouanet, 1994), amoralidade se funda num procedimento interno à razão do homem. Através deste fundamento, Kant postulou algo diferente de todas as outras teorias éticas vigentes até o Século XVIII: uma ética na qual a ação humana era embasada na vontade deliberada racionalmente.

Brito (1994) afirma que, para Kant a condição básica que possibilita à vontade dar a si a sua própria lei é a autonomia,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Bases filosóficas para uma reflexão sobre ética e serviço social
  • Serviço social, autonomia e relações humanas
  • Palestra sobre serviço social
  • reflexao sobre participaçao e controle social
  • Tudo sobre serviço social
  • Reflexoes sobre o serviço social
  • atividades sobre serviço social
  • Artigo sobre serviço social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!