O sagrado: aspectos irracionais na noção do divino e sua relação com o racional

Páginas: 5 (1179 palavras) Publicado: 3 de outubro de 2012
UNICAP – Universidade Católica de Pernambuco

O SAGRADO: ASPECTOS IRRACIONAIS NA NOÇÃO DO DIVINO E SUA RELAÇÃO COM O RACIONAL

JEFFERSON LIMA

RECIFE
OUTUBRO – 2012

Introdução

A intenção de Otto em seu estudo, como diz o subtítulo do mesmo, é observar as características do elemento não-racional em contraste com as do racional, dentro do universo religioso. Prócoro Velásquez Filho(tradutor do livro), dirá ainda em seu prefácio, da intenção de Otto em comparar o caráter numinoso do cristianismo com a de outras religiões (p.05). Otto quer observar a oposição do racionalismo frente ao puro sentimento e a existência e resistência do não-racional diante do racional: “o sentimento é tudo, o nome é nada” (p.07). Mesmo sabendo que a ortodoxia racionalista eliminou o caráternão-racional, e tentou construir um sistema compreensivo de religião que se mede pelos ditames da razão, que acarretou na negação do milagre, a sobreposição do racional ao aspecto não-racional. Contudo, é este aspecto não compreensivo da religião que interessa para Otto, é esse caráter de mistério, de terror, de tremendo, esse algo a mais, que interessará a ele, e o levará a fazer uma importante pesquisasobre aquilo que ele denominou o caráter numinoso. O texto que se segue não tem a pretensão de um resumo, muito menos de um ensaio descrito sobre o livro, o texto atém-se a traçar um diálogo sobre as teses centrais do livro “O Sagrado”, e elaborar uma análise da importância deste para o estudo e compreensão da religião.

O Numem

Entender a categoria de sagrado como algo estrita eestreitamente ligado ao ético, ao moral e à bondade (p.11). Portanto, ser sagrado é o mesmo que ser santo, ou melhor, ser revestido de uma pureza moral e ética inigualável e inacessível, o que confere ao ser que é santo/sagrado uma bondade extraordinária. O sagrado possui dentro de si elementos morais e éticos, mas não pode ser puro e simplesmente reduzido a estes, o que Otto se propõe a estudar é outradimensão do sagrado, onde o mesmo não pode ser tão facilmente medido e compreendido, elucidado em conceitos ou mais ainda entendido e definido, pois existe apenas no universo do inefável (p.11). Otto, como já citado, pretende trabalhar em seu livro, o sagrado em direção ao aspecto não-racional, sem deixar de lado, claramente, os aspectos do racional, já que sua intenção é fazer, uma interação entre onão-racional e o racional. Para identificar o sagrado no seu aspecto não-racional ele cunha a palavra numinoso, que também não deixa de possuir aspectos racionais, o numinoso racional na religião, é algo que trataremos mais adiante.
O numinoso não pode ser entendido, porque não pode ser explicado3, isso parece ser óbvio, e o é, já que seu caráter é de algo – se não se pode dizer, não se podeentender. Porém a simplicidade, como Otto trabalha a questão, transforma-a em algo de reduzida compreensão, já que para ele, somente os que viveram uma experiência religiosa é que podem entender, mas não expressar, o que sentiram e viveram em relação ao sagrado, ao numinoso (pp.12e66). O diálogo entre o religioso e o não-religioso se torna, dessa perspectiva, estritamente difícil, já que o homemnatural não compreende nada do sagrado, nada do numinoso e nada da religião: “é impossível conversar sobre religião com tal homem” (p.13). Um caminho para o diálogo poderia ser a experiência estética4, entretanto, a mesma é apenas algo muito próximo, mas não é o sentimento religioso. Esse ou esses sentimentos, na experiência religiosa (cristianismo), sempre são experimentados em maior intensidade quenos outros domínios da vida. A gratidão, a confiança, o amor, a segurança, a submissão, a resignação e a dependência, são na religião, ou melhor, na experiência religiosa, sempre mais intensa (p.13). Schleiermacher, destacando o sentimento da dependência6, enfatiza que o mesmo é diferente de qualquer outro sentimento de dependência encontrado fora da religião (pp.13e14). O porquê disso? Não dá...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • RESENHA: “O Sagrado: aspectos irracionais na noção do divino
  • Números Racionais e Irracionais
  • Resumo: a noção de função e relação
  • Uma propaganda racional para uma ideologia irracional: Uma análise da propaganda nazista
  • A relação entre a ideia de igualdade e a noção de cidadania
  • A RELAÇAO JURIDICA E SEUS ASPECTOS PRINCIPAIS
  • Aspectos da ética com relação a consultoria
  • o perdão ao proximo sua relação com o perdão divino aos homens

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!