“O que liga uma pessoa à outra?”: resumo e reflexão sobre o texto psicologia de grupo e análise do ego de sigmund freud

Páginas: 31 (7582 palavras) Publicado: 29 de setembro de 2012
UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE



“O QUE LIGA UMA PESSOA À OUTRA?”: resumo e reflexão sobre o texto Psicologia de grupo e análise do ego de Sigmund Freud

São Paulo
2011
I-Introdução
Quando se analisa mais de perto a psicologia individual e a psicologia social ou de grupo, acaba-se perdendo grande parte de sua nitidez. É verdade que a psicologia individual relaciona-se com o homemtomado individualmente e explora os caminhos pelos quais ele busca encontrar satisfação para seus impulsos instintuais; contudo, apenas raramente e sob certas condições excepcionais, a psicologia individual se acha em posição de desprezar as relações desse indivíduo com os outros, mais está invariavelmente envolvido na vida mental do indivíduo, como um modelo, um objeto, um auxiliar, um oponente,fazendo assim com que desde o começo, a psicologia individual nesse sentido ampliado mas inteiramente justificável das palavras é ao mesmo também psicologia social.
As relações que um individuo pode ter com seus pais,com os irmãos e irmãs, com o objeto de seu amor , podem reivindicar serem consideradas como fenômenos sociais,e, com respeito a isso,podem ser postas em contraste com certos outrosprocessos, por nós descritos como ‘narcisistas’,nos quais a satisfação dos instintos é parcial ou totalmente retitada da influência de outras pessoas.
O indivíduo, nas relações com os outros, cai sob influencia de apenas uma só pessoa ou de um numero bastante reduzido de pessoas, cada uma das quais se torna enormemente importante para ele.Quando se fala de psicologia social ou de grupo acaba –sedeixando de lado essas relações e isola como tema de indagação o influenciamento de um individuo por um grande número de pessoas simultaneamente,pessoas com quem se acha ligado por algo, embora, sob outros aspectos e em muitos respeitos, possam ser –lhe estranhas.
A psicologia de grupo interessa-se assim pelo indivíduo como membro de uma raça, de uma nação, de uma casta, de uma profissão, de umainstituição, ou como parte componente de uma multidão de pessoas que se organizaram em grupo, numa ocasião determinada, para um intuito definido. Nossa expectativa dirige-se assim para duas outras possibilidades: que o instinto social talvez não seja um instinto primitivo, insuscetível de dissociação, e que seja possível descobrir os primórdios de sua evolução num círculo mais estreito, tal comoo da família.

Mesmo que a psicologia de grupo se encontre em seu começo, ela consegue abringir um imenso nuero de temas independentes e oferece aos investigadores incontavéis problemas que até agora nem mesmo foram corretamente distinguidos um dos outros.

II- A descrição de Le Bom da mente grupal
A tarefa da psicologia de grupo téorica é em partes responder a três báscias perguntas: O queé, então, um grupo? Como adquire ele a capacidade de exercer influência tão decisiva sobre a vida mental do indivíduo? E qual é a natureza da alteração mental que ele força no indivíduo? A melhor maneira de abordá-las é, evidentemente, começar pela terceira. É a observação das alterações nas reações do indivíduo que fornece à psicologia de grupo seu material, de uma vez que toda tentativa deexplicação deve ser precedida pela descrição da coisa que tem de ser explicada.
Le Bom disse: [...]O grupo psicológico é um ser provisório, formado por elementos heterogêneos que por um momento se combinam, exatamente como as células que constituem um corpo vivo, formam, por sua reunião, um novo ser que apresenta características muito diferentes daquelas possuídas por cada uma das célulasisoladamente”.Cabe aqui uma questão valida, se os indivíduos do grupo se combinam numa unidade, deve haver certamente algo para uni-los, e esse elo poderia ser precisamente a coisa que é característica de um grupo.Mas Le Bom não responde a essa questão, prosseguindo e considerando a alteração que o indivíduo experimenta quando num grupo.
Le Bon pensa que os dotes particulares dos indivíduos se apagam num...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo do texto sobre sigmund freud
  • Estudo dirigido
  • Freud
  • Fichamento do texto: psicologia de grupo e análise do ego
  • Psicologia de grupo e análise do ego
  • Psicologia de grupo e análise do ego
  • Psicologia de Grupo e a Análise do Ego
  • PSICANALISE

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!