O que é religião

Páginas: 5 (1155 palavras) Publicado: 12 de setembro de 2011
Por volta da idade média, quase tudo em uma sociedade era contemplado pela religião. Muitas Pessoas que eram contrárias à esses costumes ou sem religião foram queimadas em fogueiras nas praças públicas, pois isso era considerado uma anomalia que não deveria contaminar as outras pessoas. Pouco depois, com o avanço da ciência e da tecnologia, foi sendo contruída uma nova visão de mundo onde areligião foi perdendo espaço em certos aspectos onde se tomam as decisões que concretamente determinam as nossas vidas. Contudo, ela não desapareceu completamente, muito pelo contrário, é quando a dor bate à porta e se esgotam os recursos da técnica e da ciência que nas pessoas acordam os videntes, exorcistas, os mágicos, curadores, os benzedores, profetas, sacerdotes, aquele que reza e suplica semsaber direito a quem. Promessas terapêuticas, de paz individual, de harmonia íntima, de liberação da angústia, esperanças de ordem sociais fraternas e justas, de resolução das lutas entre os homens e de harmonia com a natureza, serão sempre expressões dos problemas sociais e individuais em torno dos quais foram tecidas as teias religiosas. Quando entramos no mundo sagrado a linguagem se refere ascoisas invisíveis, coisas para além dos nossos sentidos comuns, que somente os olhos da fé podem contemplar. Passamos então ao homem que não sobrevive por meio de adaptação física como os animais, pois ele cria cultura e com ela as redes simbolicas da religião. Os símbolos respondem a um outro tipo de necessidade tão poderoso quanto o sexo e a fome; a necessidade de viver num mundo que faça sentido.Quando os esquemas de sentido entram em choque, entramos para o mundo da loucura. E o problema não é material, mas simbólico. Não é a dor que desintegra a personalidade, mas a dissolução dos esquemas de sentido. Os homens não vivem só de pão, vivem também de símbolos, porque sem eles não haveria ordem, nem sentido para a vida e nem vontade de viver. Em nome do princípio da utilidade, a tradiçãoserá sacrificada à racionalidade da produção da riqueza.Aquilo que não é útil deve perecer. Na medida em que o utilitarismo se impôs e passou a tomar conta das atividades das pessoas, processou-se uma enorme revolução no campo dos símbolos. A condenação do sagrado era exigida pelos interesses da burquesia e o avanço da secularização. Era necessário reconhecer que a religião representava o passado, atradição. Tratava-se de uma forma de conhecimento surgido em meio a uma organização social e política derrotada. A ciência, por sua vez, alinhava-se ao lado dos vitoriosos e era por eles subvencionada. Seus métodos e conclusões se mostravam extraordinariamente adaptados à lógica do mundo burguês. Estabeleceu-se assim, um quadro simbólico no qual não havia lugar para a religião. Foi identificadacom o passado, o atraso, a ignorância de um período negro da história, idade das trevas explicada como comportamento infantil de povos e grupos não evoluídos, ilusão, ópio, neurose, ideologia. Por outro lado, é possível analisar a religião de um ângulo sociológico, como fizeram Durkheim e Marx. Durkheim por exemplo dizia que “a religião é uma instituição e nenhuma instituição pode ser edificadasobre o erro ou uma mentira. Se ela não tivesse alicerçada na própia natureza das coisas, teria encontrado, nos fatos, uma resistência a qual não poderia ser triunfada”. E continuando: “Nosso estudo descança inteiramente sobre o postulado de que o sentimento unânime dos crentes de todos os tempos não pode ser puramente ilusório. Admitimos que estas crenças religiosas descançam sobre uma experiênciaespecífica cujo valor demonstrativo é, sob um determinado ângulo, nada inferior àquele das experiências científicas, muito embora sejam diferentes”. Ao contrário daqueles que imaginavam que a religião era um fenômeno passageiro, em vias de desaparecimento, a sua universalidade e persistência nos revela “ um aspecto essencial e permanente da humanidade”. Marx por sua vez, definia religião como...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • religiao
  • religiao
  • Religiao
  • religiao
  • religião
  • Religião
  • religião
  • Religião

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!