O Pr Ncipe

Páginas: 6 (1379 palavras) Publicado: 4 de junho de 2015
Nicolau Maquiavel

O PRÍNCIPE
1

QUEM FOI NICOLAU MAQUIAVEL?


Nasceu em Florença (1469-1527);



Foi historiador, poeta, diplomata e músico italiano do Renascimento;



Começou na política aos 29 anos;



Foi precursor da ciência política moderna;



Foi secretário e segundo-chanceler da República Florentina, em 1498;



Exerceu funções diplomáticas, principalmente na França.

2

SOBRE OLIVRO:







Guia de como chegar ao poder e se manter nele;
O livro mostra a realidade e não só dita os caminhos como também
os exemplificam;
O livro foi escrito durante o seu exílio;

3

Introdução
4

SER ESTRATÉGICO:


“Digo, pois, que para a preservação dos Estados hereditários e
afeiçoados à linhagem de seu príncipe, as dificuldades são assaz
menores que nos novos, pois é bastante nãopreterir os costumes
dos antepassados e, depois, contemporizar com os acontecimentos
fortuitos, de forma que, se tal príncipe for dotado de ordinária
capacidade sempre se manterá no poder”.
5

ULTRAPASSAR A OBVIEDADE:










...”É sumamente fácil mantê-los sujeitos, máxime quando não estejam
habituados a viver em
liberdade, e para dominá-los seguramente será bastante ter-se extinguido aestirpe do
príncipe que os governava, porque nas outras coisas, conservando-se suas
velhas
condições e não existindo alteração de costumes, os homens passam a
viver
Tranquilamente”...
6

TER SABEDORIA NA GESTÃO DE PESSOAS:








...”a qual faz com que o novo príncipe sempre precise ofender os
novos súditos com seus
soldados e com outras infinitas injúrias que se lançam sobre a
recenteconquista; dessa
forma, tens como inimigos todos aqueles que ofendeste com a
ocupação daquele principado
e não podes manter como amigos os que te puseram ali”...
7

AGRESSIVIDADE NOS NEGÓCIOS:













“ É bem verdade que, reconquistando posteriormente as regiões rebeladas, mais
dificilmente
se as perdem, eis que o senhor, em razão da rebelião, é menos vacilante em assegurarse
da puniçãodaqueles que lhe faltaram com a lealdade, em investigar os suspeitos e em
reparar os pontos mais fracos. Assim sendo, se para que a França viesse a perder Milão
pela primeira vez foi suficiente um Duque Ludovico que fizesse motins nos seus limites,

para perdê-lo pela segunda vez foi preciso que tivesse contra si o mundo todo e que seus
exércitos fossem desbaratados ou expulsos da Itália, o queresultou das razões logo
acima
apontadas”.

8

ESTAR ATENTO AS DEMANDAS DOS CLIENTES:


“ Mas, quando se conquistam territórios numa
província com língua, costumes e leis diferentes, aqui
surgem as dificuldades e é necessário haver muito
boa sorte e habilidade para mantê-los”.

9

ORGANIZAÇÃO DOS PROCESSOS:


“E um dos maiores e mais eficientes remédios seria
aquele do conquistador irhabitá-los. Isto tornaria
mais segura e mais duradoura a posse adquirida,
como ocorreu com o Turco da Grécia, que a despeito
de ter observado todas as leis locais, não teria
conservado esse território se para aí não tivesse se
10

COMPETITIVIDADE:










... “a província conquistada não é saqueada pelos lugar-tenentes; os
súditos ficam satisfeitos porque o recurso ao príncipe se torna mais fácil,donde têm mais
razões para amá-lo, querendo ser bons, e para temê-lo, caso queiram agir
por forma
diversa. Quem do exterior desejar assaltar aquele Estado, por ele terá maior
respeito;
donde, habitando-o, o príncipe somente com muita dificuldade poderá vir a
perdê-lo”.
11

PLANEJAMENTO:










...” Outro remédio eficaz é instalar colônias num ou dois pontos, que sejam
como grilhões
postosàquele Estado, eis que é necessário ou fazer tal ou aí manter muita
tropa. Com as
colônias não se despende muito e, sem grande custo, podem ser instaladas
e mantidas,
sendo que sua criação prejudica somente àqueles de quem se tomam os
campos e as casas
para cedê-los aos novos habitantes”.
12

HUMANIZAÇÃO NO TRATO COM OS COLABORADORES:


...“Um príncipe, pois, que tenha uma cidade forte e que...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O PR NCIPE
  • O Pr Ncipe
  • O Pr ncipe
  • O Pr Ncipe
  • FICHAMENTO O PR NCIPE MAQUIAVEL
  • O Pr Ncipe Maquiavel 1
  • Trabalho O Pr ncipe Maquiavel
  • O Pr Ncipe Resumo Livro

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!