O príncipe - maquiavel

Páginas: 32 (7842 palavras) Publicado: 23 de março de 2012
O PRÍNCIPE

CAPÍTULO I – Os vários tipos de Estado, e como são instituídos.

Todos os Estados que existem e já existiram são e foram sempre regidos pelo regime republicanos e monarquia (principados).
Os principados ou são hereditários, quando por muitos anos os governantes pertencem à mesma linhagem ou foram fundados recentemente.



CAPÍTULO II – As monarquias hereditárias.

Adificuldade de se manter Estados herdados cujos súditos são habituados a uma família reinante é muito menor do que a oferecida pelas monarquias novas.
Na Itália, o exemplo do Duque de Ferrara, que pode resistir aos assaltos dos venezianos em 1484 e do Papa Júlio em 1510, por uma única razão a antiguidade de sua dinastia no governo.



CAPÍTULO III – As monarquias mistas.

Quando se trata deum governo inteiramente novo: as dificuldades aparecem nas monarquias novas; os homens mudam de governantes com grande facilidade, esperando sempre uma melhoria, as injúrias com o que novo monarca inevitalmente ofende seus novos súditos, provocados pelos Soldados ou por outros motivos relacionados com a imposição do novo governo.
O Príncipe sempre precisará do favor dos habitantes de umterritório para poder dominá-lo, por mais poderoso que seja seu Exército. Foi por isto que Luiz XII da França, depois de ocupar Milão sem dificuldades, perderia em seguida.
A própria rebelião faz com que o monarca se sinta mais inclinado a fortalecer sua posição; punindo os rebeldes, desmascarando os suspeitos, assim revigorando seus pontos fracos. A verdade é que Milão foi reconquistada pelos francesesduas vezes.
Quando se conquista uma província com língua, leis e costumes diferentes, são grandes as dificuldades a vencer, sendo necessária boa sorte e muita habilidade para mantê-la.
Um dos meios mais seguros é o novo governante fixar-se na província...
Tornando assim seu domínio mais firme e durável.
Vivendo longe o Soberano só terá notícia deles quando houveremproporções grandes.


CAPÍTULO IV – Por que o reino de Dario, ocupado por Alexandre, não se rebelou contra os sucessores deste, após a sua morte.


Por que os reinos têm sido governados de duas formas: por um príncipe e seus assistentes, que na qualidade de ministros, o ajudarem a administrar o país, agindo por sua graça e licença; ou por um príncipe e vários barões, cuja posição não seexplica por uma mercê do soberano, mas pela antiguidade da própria linhagem. Esses barões têm súditos e territórios próprios, onde são reconhecidos como senhores, e aos quais estão ligados por laço de natural afeição.
Nos Estados governados por um príncipe e seus ministros, o monarca tem maior autoridade, pois em tais reinos ninguém é tido como superior.
Exemplos atuais dessas duas formas degovernar são a Turquia e França. A monarquia turca é dirigida exclusivamente por um soberano, que tem seus servidores para administrá-las e que substitui e exonera livremente.
Se considerarmos a natureza do governo de Dario, veremos que se assemelhava à do governo da Turquia. Alexandre precisou derrotá-lo completamente pelas armas; invadindo seu território, após a vitória e com a morte de Dario; odomínio de Alexandre seria seguro, pelas razões acima, se seus sucessores tivessem permanecido unidos, poderiam tê-lo dominado em paz, de fato, não se produziu qualquer tumulto no reino a não ser o que eles próprios provocaram.



CAPÍTULO V – O modo de governar as cidades ou Estados que antes de conquistados tinham suas próprias leis.

Quando se conquista um Estado acostumado a viver emliberdade e regido por suas próprias leis, há três maneiras de mantê-lo; a primeira consiste em arruiná-lo; e a segunda em ir nele habitar; a terceira em permitir-lhe continuar vivendo com suas próprias leis, impondo-lhe um tributo e organizando ali um governo composto de poucas pessoas, que possam ser mantidas amigos.
Quem se torna o senhor de uma cidade livre e não a aniquila, pode esperar...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O Príncipe de Maquiavel
  • O principe de maquiavel
  • Maquiavel o principe
  • Maquiavel
  • O príncipe de maquiavel
  • MAQUIAVEL, O Príncipe
  • O principe, de maquiavel
  • O Príncipe

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!