O poder da administração ética

Páginas: 8 (1798 palavras) Publicado: 21 de fevereiro de 2013
O PODER DA ADMINISTRAÇÃO ÉTICA de Kenneth Blanchard e Norman Vincent Peale

RESUMO

Um Gerente de Vendas de uma companhia muito competitiva de alta tecnologia encontrou-se num sério dilema. A seis meses as vendas estavam em baixa e ele era pressionado pelo chefe. A um mês procurava um vendedor experiente e o último que entrevistara parecia ótimo. Acabara de demitir-se de uma empresaconcorrente após 6 anos de trabalho.

Estava quase resolvido a contratá-lo, quando o candidato apresentou um disquete explicando que eram informações confidenciais de seu ex-empregador, muito valiosas e que estava disposto a entregá-las.

Logo que ele saiu, o gerente teve duas reações: raiva pela desonestidade do candidato e tentação de aceitar estas informações que seriam de grande importância para aempresa. O gerente também passava por apertos financeiros e esta poderia ser uma ocasião de ganhar uma promoção.

Antes de decidir, procurou o Gerente de Operações. Este aconselhou-o a pegar a oportunidade. Sua principal assistente, no entanto, alertou-o que talvez o candidato após empregado fizesse o mesmo com eles.

O gerente ficou mais indeciso ainda. Seria o caso de alertar a empresaconcorrente quanto ao roubo? Devia contratar e aproveitar-se da vantagem? Devia contratar, mas sem aceitar as informações? Posteriormente confiaria nesta pessoa que se mostrara desonestidade nesta ocasião? Devia ele fazer o certo e ser taxado de ingênuo?

Decidiu então procurar uma amiga encarregada do Programa de Treinamento em Questões Éticas de uma outra companhia. Este programa, a pouco tempoimplantado, fazia parte de uma série de medidas para evitar irregularidades nesta empresa, que antes havia sofrido um escândalo envolvendo falsidade nas folhas de pagamento e casos de cobranças exageradas.

Ela sugeriu-lhe aplicar o Teste de Ética que era composto de 3 perguntas:

É legal?
É imparcial?
Vou me sentir bem comigo mesmo?
Deveria ser legal tanto no direito civil como no criminal etambém de acordo com a política da companhia. A decisão deveria ser justa e não favorecer a uma das partes em prejuízo da outra. Devia o gerente imaginar que o concorrente iria à desforra logo que soubesse do vazamento das informações. As relações entre ambos piorariam e esta guerra poderia favorecer a um terceiro concorrente. Os clientes passariam a desconfiar do pessoal da empresa e teriampéssima impressão do ramo de negócios.
Se seus sentimentos eram de vergonha quando pensava em aceitar a desonestidade, isto mostrava seu padrão de moralidade e que tal atitude seria um erro. A maioria dá todo tipo de desculpa para justificar os atos errados e no fim acaba prejudicando a si mesmo.

Baseado nisto o gerente decidiu não contratar o candidato e achou que deveria inclusive falar-lhe omotivo da não contratação. Feito isto, logo após, reuniu sua equipe e contou-lhes o incidente. Eles não se entusiasmaram, sendo que um deles lembrou-lhe que a direção sempre cobrava aumento de produção a qualquer custo.

Para responder à questão de como ser ético e produtivo ao mesmo tempo, o gerente procurou os conselhos de um pastor. Este declarou que os piores problemas éticos são as melhoresoportunidades de crescimento moral e resistência às tentações. Ensinou-lhe, também, os 5 princípios básicos do poder ético:

Propósito
Pundonor
Paciência
Persistência
Perspectiva

O Propósito vem a ser o que dá o significado à vida. É um objetivo, uma meta, por exemplo, honrar com a palavra. Quando a pessoa esquece seu propósito não se sente bem consigo. Pode enganar o mundo, mas não a simesmo.

Pundonor é a satisfação, o orgulho com suas realizações, sentir-se bem por ter feito o correto. Não seria um senso de superioridade, pois a pessoa neste caso não admite estar errada e sentir-se rebaixada. Acaba então cedendo às pressões para ser antiética, pois seu orgulho a leva a querer sempre vencer e a disfarçar seus próprios erros. Já as pessoas com senso de inferioridade tomam...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • RESENHA
  • O Poder da Administração Ética
  • O poder da administração ética
  • O poder na administração
  • PODERES DA ADMINISTRAÇÃO
  • poderes da administração
  • Poderes da administração
  • Poderes da Administração Pública: Poder Discricionário

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!