O OLHO MAIS AZUL

Páginas: 9 (2166 palavras) Publicado: 14 de maio de 2014

O Olho mais Azul

A escritora afro-americana Toni Morrison (1931- ) é uma das figuras mais representativas do romance americano contemporâneo. Sua primeira grande obra de sucesso The Bluest Eye (1970) foi a responsável pelo seu reconhecimento pelo público americano, pois esta abriu caminho para outras importantes narrativas como Sula (1973), Song of Solomon (1977), Tar Baby (1981), Beloved(1987) e Jazz (1992), seu último romance publicado. Em 1993, Toni Morrison tornou-se a primeira mulher afro-americana a ganhar o prêmio Nobel em literatura.
O romance O Olho Mais Azul retrata a realidade da sociedade afroamericana do início do século XX no que diz respeito ao preconceito racial – a violência social enfrentada por famílias negras e, principalmente, pela mulher negra. A narrativatambém sugere que o preconceito não parte apenas da comunidade que tem pele branca, mas parte também do próprio negro que, por causa dos valores impostos por aquela sociedade, repudia sua cor na concepção de que ter pele negra é sinônimo de feiúra e sujeira e, ao contrário, ter pele branca e olhos azuis significa beleza, amor, socialização e respeito de todos.

Palavras-chave: cor; beleza; mito;preconceito


Morrison apresenta diversos temas polêmicos, tais como: pobreza,relações de gênero, perda da inocência, incesto, abuso sexual, loucura, preconceito racial e o mito da cor e da beleza brancas, que é o foco da nossa discussão, pois é através desse ideal de beleza que Pecola chega à insanidade.
Ela narra a história de Pecola Breedlove, uma garota negra de onze anos de idade quevive em absoluta pobreza e é considerada feia na visão da cultura americana.
O romance de quatro capítulos tem como cenário a cidade de Lorain, estado de Ohio, e é narrado por Cláudia MacTeer (narradora-testemunha), menina negra de nove anos de idade.
Diferentemente de Pecola, Cláudia pertence a uma família ajustada e não se deixa influenciar pelo destrutivo preconceito racial, apesar dos fatoreseconômicos e psicossociais dominantes. Pecola, protagonista do romance, recebe um tratamento repulsivo por parte da sua família. Sua mãe a trata muito mal por ser a garota negra e feia, na opinião de todos, e seu pai a estupra e a despreza. Após algum tempo ele incendeia sua própria casa e é conduzido à prisão.
Assim, Pecola vai morar temporariàmente com a família de Cláudia (narradora); sua mãefica na casa dos patrões onde trabalha como doméstica; e seu irmão vai para a casa de outra família.
A princípio, podemos observar através da agressão (moral e física) da mãe de Pecola a rejeição da sua própria cor, pois para ela, negritude é sinônimo de feiúra.
Não apenas Pecola, mas também os outros membros da sua família são considerados feios pela sociedade racista que os descrimina,simplesmente por serem negros, “feios” e financeiramente desestruturados. Mas não é só isso – a família Breedlove aceita essa ideia imposta pela sociedade: “... eles eram pobres e negros (...) eles acreditavam que eram mesmo feios (...) eles aceitavam isso sem questionar”
O livro mostra como os padrões da beleza branca impostos pela sociedade deformam a vida dos personagens negros e, principalmente, avida das personagens negras, ou seja, como a idealização do branco-belo incutida na mente desses personagens é profundamente nociva.
Podemos observar que, as personagens negras da narrativa de Morrison, facilmente absorvem como belo tudo aquilo que é atribuído as personagens brancas, principalmente ricas e/ou famosas. Elas se apegam a essa falsa ilusão e menosprezam sua própria cor noauto-preconceito de que, mulheres negras e pobres são simplesmente sinônimo de feiura e sujeira. As personagens negras não defendem suas origens, e sim, desfavorecem sua própria imagem em favor da imagem daqueles que só os diminuem,como é o caso de Pecola e sua mãe, que ambas absorvem os ideais da sociedade branca dominadora e preconceituosa.no romance de Morrison, o mito da beleza branca destrói a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O Olho Mais Azul
  • RESENHA DO LIVRO O OLHO MAIS AZUL
  • Olho por Olho
  • O olho
  • Olho
  • Olhos
  • olhos
  • Olhos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!