O OLHAR CRÍTICO DE EÇA SOBRE O CLERO

Páginas: 7 (1740 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
URI UNIVERSIDADE REGIONAL INTEGRADA ALTO URUGUAI E DAS MISSÕES

PRÓ-REITORIA DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE LETRAS, ARTE E CULTURA

CAMPUS DE FREDERICO WESTPHALEN

CURSO DE LETRAS











O OLHAR CRÍTICO DE EÇA SOBRE O CLERO













ALUNAS : IVANI A. DELLA PASCHOA


PROFESSOR: DANIEL CONTE

DISCIPLINA:LITERATURA PORTUGUESA II







FREDERICOWESTPHALEN(RS), NOVEMBRO 2006.




O OLHAR CRÍTICO DE EÇA SOBRE O CLERO


Resumo: O presente trabalho tenta retratar o olhar crítico de Eça de Queirós em relação ao clero que é mostrado em sua obra como detentor de graves defeitos; e a Igreja é apontada como uma instituição em decadência e “pecadora”. Crítica voraz ao comportamento nocivo e vicioso dos membros da Igreja.

Palavras chave:Clero, crítica, moral,

Publicado em 1875, O Crime do Padre Amaro, de Eça de Queirós é narrado em terceira pessoa e em retrospectivas. A ação acontece em Leiria, interior de Portugal, onde é abrangidos principalmente o ambiente de igreja, sacristia e casa de beatas.

Em O Crime do Padre Amaro, a camada social visada é a religiosa, sendo que Amaro encarna a figura do padre, abraça a carreirasem nenhuma vocação. Amaro sem nenhum escrúpulo moral deseja usufruir as vantagens que a igreja oferece a seus sacerdotes: boa casa, boa comida, boa cama. Ele sem prurido de consciência intala-se nesta vida confortável a que não falta as delicias e desejos amorosos de Amélia. Sua única preocupação é com as aparências, não podia ser descoberto. Fica clara a crítica a um grupo social que usufrui avantagem sem esforço que era assegurada por um povo crédulo.

A obra introduz o Realismo-Naturalismo em Portugal, a mesma faz denúncias ao provincianismo e ataca o celibato clerical, sendo este o tema central do romance. Outra denuncia que se faz, esta de ordem sócio econômica é a contraposição da pobreza à vida abastada dos cléricos, há também paralelamente a contradição que existe entre o que ospadres pregam e o que fazem de verdade. Mas, a maledicência, a bisbilhotice, a futilidade, a superficialidade, o vazio interior das pessoas, o desejo do poder através da religião, o emprego da religião como força política e a crítica ao culto da aparência e a da convenção também se fazem presentes nesta obra de Queirós.

Este texto queirosiano de análise social, “o clero”, seja objeto deapreciação extremamente crítica, ou a influencia do sacerdócio na vida social, é um dos aspectos da obra que não escapa á sátira de Queirós. O sacerdócio e o celibato destacam-se como temas que vêem ilustrar o anticlericalismo queirosiano, o trajeto pessoal do Padre Amaro, o comportamento de outros padres, a utilização da confissão para condicionar a vida dos crentes, são algumas facetas da atividadesocial e espiritual dos padres.

Queirós ataca uma educação religiosa regida por catecismo em que o estimulo ao amor a Jesus assume contornos verdadeiros eróticos, através do livrinho “Cânticos a Jesus”, que Amaro dá a ler a Amélia, e em que se encontra a representação de um amor divino aro grotesco pela intenção, ora obsceno pela materialidade.

A dimensão erótica que toca Amaro e Amélia éconfundida com vivencias religiosas totalmente deformadas. Queirós crítica a falsa literatura religiosa ao atribuir um duplo sentido ao livro “Cânticos de Jesus”, que Amélia ganhou de presente de Amaro, temos como exemplo a seguinte passagem:

É uma obrazinha beata, escrita com um lirismo equívoco, quase torpe-que a oração à linguagem de luxuria: Jesus é invocado, reclamado com as sofreguidõesbalbuciantes de uma concupiscência alucinada: Oh! Vem, amado do meu coração, corpo adorável, minha alma impaciente quer-te! Amo-te com paixão e desespero..... (Queirós, 1982 p. 94).

Fica claro na obra que os homens públicos “políticos” contavam com os padres para influenciarem o passa na aceitação pacífica das medidas que as autoridades empossem, sempre em favor dos poderosos. Faz-se a menção de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Um olhar critico sobre a tecnologia
  • Novos produtos no mercado baiano: um olhar crítico sobre estratégias de marketing
  • Operações psicológicas: um olhar crítico sobre os atentados de 11 de setembro de 2001
  • Um olhar crítico sobre a lei 12.711/2012 sob uma perspectiva histórica.
  • Dificuldade de aprendizagem: um olhar crítico sobre os alunos do 6º ano
  • Um olhar crítico-reflexivo sobre a práxis pedagógica compartilhada entre Coordenação Pedagógica
  • Um olhar crítico sobre o modelo de qualidade de vida no trabalho de Nadler e Lawler
  • A DEMOCRACIA BRASILEIRA COMO ELA É

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!