O nascimento das fábricas - resumo

Páginas: 10 (2490 palavras) Publicado: 10 de abril de 2013
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO | 1 |
UMA IDEOLOGIA DO TRABALHO | 2 |
A FÁBRICA E O ENGENHO | 4 |
A FÁBRICA VENCE | 5 |
CONCLUSÃO | 6 |
REFERÊNCIAS | 7 |


O NASCIMENTO DAS FÁBRICAS

Trabalho apresentado ao Curso de História do UNINORTE como um dos pré-requisitos para a aprovação na disciplina de História Moderna, ministrada pela Prof.ªAna Paula Rabelo.

MANAUS – AM
2011
INTRODUÇÃOCom a criação das fábricas há uma mudança tanto no meio econômico como no social na Europa. Nós nos concentraremos aqui nesse processo a partir da perspectiva social, nos apoiando nas reflexões de Edgar de Decca. A principal consequência é clara: a mudança no trabalho. Não só em como ele é feito, mas em como ele é visto.
O trabalhador comum passa a pensar no tempo e em como utilizá-loracionalmente. É uma grande mudança, tendo em vista que antes ele tinha total poder sobre o seu trabalho e não havia a necessidade de dividir seu tempo segundo um critério de maior ou menor produtividade.As fábricas retiram a autonomia do trabalhador é incutida na cabeça deles a idéia de disciplina e de tempo útil. Para que isso acontecesse era preciso, primeiro, reabilitar o trabalho, que antes era vistocomo um martírio. É a partir desse momento que o trabalho adquirirá um novo conceito, o de glorificação, que terá seu ápice nos dias atuais. Esse novo conceito, contudo, foi imposto.
Imposto pela burguesia, classe essa que está se consolidando, e ela se dará através da fábrica, uma vez que é nela que a maior parte da população passa a maior parte de seu tempo, que se implantará a noção, de acordocom o autor, de tempo útil e de trabalho edificante. Assim, conclui-se que o nascimento das fábricas e essa nova visão do trabalho caminham lado a lado na construção de uma nova organização social. O nascimento da fábrica não se dará somente através da invenção de novas tecnologias, mas no efeito moral que ela produzirá no homem comum. Como sugere Decca, não devemos separar a ideologia do trabalhoda organização do trabalho, ambas ajudaram a construir o sistema fabril. No entanto, focaremos mais no primeiro aspecto. Nos capítulos a seguir falaremos, respectivamente, da consolidação dessa ideologia, dos outros sistemas de organização do trabalho que existiam e das razões que permitiram ao sistema fabril vencê-los.

UMA IDEOLOGIA DO TRABALHO
“O trabalho enobrece o homem”. “Cabeça vazia,oficina do diabo”. Esses são apenas alguns ditados populares que exemplificam muito bem a noção que temos do trabalho hoje. Para nós, o trabalho é visto não só como forma de sustento, mas como forma de disciplinar e aperfeiçoar o homem. O ócio é encarado como um mal, como algo que não leva a nada, ao contrário do trabalho.
Mas nem sempre foi assim. Decca nos lembra que na Antiguidade, tantoClássica como Oriental, o trabalho era símbolo do rebaixamento. As atividades manuais eram vistas como ofício de escravos. O próprio ideal da nobreza tinha como um dos seus princípios básicos não ter que trabalhar. Na visão bíblica, exaltada e muito na Idade Média, o trabalho era visto como a punição dada por Deus á Adão e Eva por terem cometido o pecado original.
Essa visão pejorativa sobre o trabalhocomeça a mudar quando uma classe social, que se sustenta com ele, ao contrário dos nobres e do clero, começa a ganhar mais poderes. Essa classe social é a burguesia. O burguês era, inicialmente, o comerciante. Era a partir do comércio que se sustentava e enriquecia, podendo assim comprar status e poder político. Na Idade Moderna vemos o burguês se tornar o ator político e social por excelência. OAntigo Regime cai e ele, em breve, assumirá o poder, criará uma nova organização social. No começo desse processo ele precisava se reafirmar enquanto classe e ela passa pela dignificação do trabalho. O trabalho deixa de ser martírio e se torna o diferencial do ser humano, símbolo de sua engenhosidade.
O burguês, no entanto, constrói uma ideologia, no sentido de formar um conjunto coerente de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Nascimento das fabricas
  • Nascimento das fabricas
  • O nascimento das fabricas
  • O nascimento das fábricas
  • O nascimento das fábricas
  • A Nascimento das Fábricas
  • O Nascimento das Fábricas
  • O NASCIMENTO DAS FABRICAS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!