O nascimento da clínica

Páginas: 6 (1394 palavras) Publicado: 2 de outubro de 2012
Resenha
“O nascimento da Clínica”
Michel Foucault
1.
O livro de 1963, se enquadra , dentro da classificação proposta pelo professor Sérgio Adorno, na fase arqueológica de Foucault. Grosso modo, o livro procede uma arqueologia acerca da constituição do saber clínico na Modernidade, fazendo questão de se estruturar na busca pelas condições de possibilidade desta gênese. Assim, trata-se dareconstrução da passagem da antiga para a nova medicina, tecendo uma linha suficientemente capaz de nos fazer entender como o saber médico deslocou-se de uma nosologia caracterizada pela fantasia imaginativa para a descrição exaustiva daquilo a que se apresentava ao olhar.
O olhar é o ponto nevrálgico das transformações do saber médico ocorridas na virada do século 18 para o século 19 (sim, há umarelação com os ditames pós revolucionários). Houve, portanto, uma reorganização na forma pelo qual o olhar do médico se encontrava com a doença. Mudança esta que promoveu uma nova aliança entre as palavras e as coisas, permitindo ver e dizer.
Na antiga medicina a pergunta do médico ao doente seria “o que há com você?” na nova medicina a pergunta seria “onde dói?”. Foucault entende que a condiçãode possibilidade para esta virada foi a criação da anatomia patológica, por sua vez possibilitada pela abertura dos cadáveres e, portanto, da transformação do olhar acerca da doença, algo que, por sua vez, trouxe um impacto colossal não só a prática clínica como para o campo das ciências do homem como um todo. Uma nova discursividade estava instaurada.
Ao correlacionar a emergência da novamedicina com uma transformação do olhar médico sobre a doença, faz-se necessário ressaltar a mudança de posição da morte no campo da medicina. Na passagem da antiga para a nova medicina, a doença se desprende da metafísica com quem, há séculos, estava aparentada, encontrando na visibilidade da morte seu conteúdo positivo. A chave de compreensão desta virada está na inversão da relação da doença com anatureza. Antes, a doença era o negativo indeterminável cujas causas e manifestações ofereciam-se sobre um fundo fugidio. Algo que não ocorre no momento em que a doença é percebida com relação à morte, pois, aqui, ela se torna exaustivamente legível e aberta à dissecação soberana do olhar e, portanto, da linguagem. Foucault nos diz que foi quando a morte se integrou epistemologicamente àexperiência médica que a doença pode se desprender da contra natureza e tomar corpo no corpo vivo dos indivíduos
Assim, a constituição de uma medicina caracterizada como uma ciência do homem, dependeu da referência à sua própria destruição para encontrar condição de possibilidade. E isso não seria possível sem a criação de dispositivos socioculturais que possibilitassem a abertura de cadáveres promovidaspela médico Bichat Esta medicina, nos diz Foucault, foi no nível empírico um dos primeiros esclarecimentos da relação e ligou o homem moderno a uma finitude originária Assim, diria Guardia, a medicina moderna desenvolveu um saber sobre a morte que culminou na troca justaposta da salvação precedente para a saúde presente.
Assim, Foucault, ao extrair da espessura do discurso as condições de suahistória, nos mostra que a medicina como ciência clínica apareceu sob certas condições que acabaram por definir o domínio de sua experiência e o estatuto de sua racionalidade.
Portanto, a clínica nasce com a nova medicina, com a transformação do olhar, das palavras e das coisas. As principais condições de possibilidade para a emergência do saber clínico, enquanto epistemologia reconhecidamentelegítima são:
- A reorganização do campo hospitalar
- Redefinição social do estatuto do doente
- Constituição da anatomia patológica e, posteriormente, do método anatomoclínico
O que implicava, a instalação do doente em um espaço coletivo e homogêneo, a permissibilidade para se abrir uma linguagem nova que correlaciona-se continuamente o visível e o enunciável (as coisas e as palavras).
O livro...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha nascimento da clínica
  • FOUCAULT O Nascimento Da Clinica
  • Resumo o nascimento da clinica
  • Nascimento da clinica
  • Resumo do livro O Nascimento da Clínica
  • o nascimento da clínica, capítulo VII
  • o nascimento da clínica
  • Nascimento

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!