o mito da caverna

Páginas: 5 (1226 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
O MITO DA CAVERNA (PLATÃO)

01)Qual a diferença entre conhecimento e opinião na perspectiva do mito da caverna de Platão e quais as consequências de um posicionamento ou de outro?
R: Ao tratar “opinião” e conhecimento a partir de uma concepção platônica do mito da caverna, é possível dizer que: se o conhecimento é algo reminiscente, isto é, as perguntas intrínsecas em cada um devem serapuradas para que daí brote a luz original daquilo que se é, se pensa e enfim se constitui em saber. Na ótica de opinião, até então a mais aceita, uma vez que estão presos à condição de que vendo as “representações” estejam vendo a realidade, a realidade deles.
No entanto, há um apontamento de luzes na descrição do texto “e se alguém libertasse um dos prisioneiros”, mas e se a lembrança levasse um dosprisioneiros a buscar esta libertação? Aqui, supostamente ficaria claro a razão conhecedora de cada um. E a aceitação de ir ou ficar, na continuação quando este retorna e convida os demais seria a aceitação de condicionados, ou condenados a não buscar o saber.
O posicionamento a partir da opinião ficaria com estes que não quiseram sair em busca de novos conhecimentos e preferiram ficar ondeestavam, alegoricamente, na caverna, na representação, no que parece ser enquanto que o “libertado” e aqueles que mesmo contra a vontade dos demais ouvissem ao convite e rumassem em busca da realidade seriam os conhecedores, aqueles que atendendo ao “convite” de outro ou de si a partir de uma necessidade intrínseca e até então desconhecida.


2) Como Platão descreve a realidade no Mito da Caverna?R: Platão na alegoria da caverna lembra a condição “inicial” daquele que pode construir conhecimento, o homem. Ele parte de uma posição aprisionada, isto é, estagnada na própria incerteza de se ver o real ou o imaginário. Para um esclarecimento é preciso uma “dualidade”, um impulso ao novo, ao diferente, uma vontade de ir além dos limites – aprisionado; aí então há o deslumbramento com o real e odespertar para a intenção de comunicar ao outro, aos demais.
Porém, estar parado, aprisionado, num modo todo construído a mostrar sempre a mesma forma de “real” leva à confusão da certeza não esclarecida, isto é, a de não aceitar ir além daquilo que já se julga saber, aqui como aquilo que definitivamente se sabe!

3) Como se caracteriza o processo de libertação do prisioneiro?
R: Como o passoao além do habitual, ou seja, aquele que se “descobre” ou está se descobrindo mundo de possibilidades. O olhar apurado aos cantos com maior intensidade de luz pode ter despertado a “curiosidade” de buscar.
A descrição do momento em que se depara com o diferente para o que até então sabia, mas o “real” para o mundo fala de dor, de incerteza, mas enfim de uma vontade de compartilhar, aqui está oque entendo como primeira causa da sua libertação, não há quem o liberta como não há quem o incentive a ir falar com os outros, ele mesmo entendeu isso.


4) Na sua concepção deveria ou não ser proposto ao prisioneiro a libertação? Exponha seus argumentos.
R: Sim, deveria ser proposta a libertação, mas o primeiro passo para nos tornarmos o prisioneiro que se liberta da caverna é termosconsciência de que várias ideias nos são impostas incansavelmente todos os dias, tentar saber o que realmente queremos, somos, gostamos. Talvez a grande dificuldade seja ter consciência desta imposição, mas após termos é necessário vencer o desafio de descobrir a verdadeira realidade pois só assim a felicidade será alcançada.

05) Quais as cavernas presentes na realidade cotidiana povo brasileiro? Quaisas consequências disso na sociedade brasileira?
R: O mito da caverna, nos faz refletir sobre a vida, Platão queria que nos consciencializar de que não devemos dar valor apenas as coisas terrenas (coisas materiais), e sim que procurássemos nos libertar do que nos foi imposto, como por exemplo: a televisão que é um dos factores mais intensos de “cavernismo” que consiste em um fato que é...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O mito da caverna
  • O mito das cavernas
  • Mito da caverna
  • O mito da caverna
  • O mito da caverna
  • Mito da caverna
  • O Mito da Caverna
  • Mito da caverna

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!