O kitsch ou a retorização da arte

Páginas: 6 (1449 palavras) Publicado: 8 de novembro de 2012
Texto de referência: Umberto Eco. “A estrutura do mau gosto”. Apocalípticos e Integrados. Op.cit. ( A biblioteca da FEA dispõe de exemplares do livro; há também cópia do texto no Xerox da FEA)
Valor do exercício: 17 pontos

Responda às questões abaixo:
1-Quais as possíveis explicações etimológicas do surgimento do termo Kitsch?

Em alemão existe um verbo, verbitschen que denotativamentesignifica “tirar lama da rua”, e, conotativamente, “produzir objetos novos com aparência a de antigos”. Talvez, o sentido conotativo do verbitschen seja a origem do Kitsch. Outra aplicação da origem do termo é a de que diante de turistas americanos na Alemanha que solicitavam aos pintores de Munique um “sketch” (esboço), os pintores passaram a denominar Kitsch a vulgar pacotilha artística desatisfazer aos seus clientes.

2-Em um contexto como o nosso, em que a concepção de da obra de arte implica na colaboração interpretativa do fruidor, em que consiste a criação kitsch?

No Kitsch a mudança de registro não assume funções de conhecimento intervêm apenas para reforçar o estímulo sentimental, e a inserção episódica passa, definitivamente, a ser a norma. Articulando-se, assim, como umacomunicação artística em que o projeto fundamental não é envolver o leitor numa aventura de descoberta ativa, mas simplesmente sujeitá-lo com violência ou assinalar determinado efeito – acreditando que nessa emoção consista a fruição estética – surgiria o Kitsch como uma espécie de mentira artística, ou, como diz Hermann Broch, “o mal dentro do sistema de valores da arte... A malícia de uma geralfalsidade da vida”.
3-O Kitsch pode estar também presente à fruição de uma obra de arte. A obra em si permanece íntegra, a interpretação degrada o seu sentido. Explique.
Por outro lado, o próprio Broch avança a suspeita de que, sem uma gota de Kitsch, não pode existir nenhum tipo de arte; e Killy pergunta-se a si mesmo se a falsa representação do mundo que o Kitsch oferece é efetiva e unicamentementira, ou se não satisfaz uma ineliminável exigência de ilusão que o homem nutre. E quando define o Kitsch como filho espúrio da arte, deixa em nós a suspeita de que, à dialética da vida artística e do destino da arte na sociedade, é essencial a presença desse filho espúrio, que produz efeitos naqueles momentos em que seus consumidores desejam, efetivamente, gozar efeitos, ao invés deempenharem-se na mais difícil e reservada operação de uma fruição estética complexa e responsável. Em argumentações de tal gênero, está sempre presente, contudo, uma assunção a - histórica do conceito de arte; e de fato, bastaria pensarmos na função de que a arte se revestiu em outros contextos históricos para nos apercebermos de que o fato de uma obra tenda a provocar um efeito, não implica, absolutamente, asua exclusão do reino da arte. Dentro da perspectiva cultural grega, a arte tinha, efetivamente, a função de provocar efeitos psicológicos, sendo esse o objetivo da música e da tragédia, pelo menos se dermos crédito a Aristóteles. Mas daí a que seja possível, naquele âmbito, individuar uma segunda acepção do conceito de gozo estético, entendido como valorização da forma com que se realiza oefeito, é outro problema. O fato é que, em determinadas sociedades, a arte se integra tão profundamente na vida cotidiana que sua função primeira parece ser a de estimular determinadas reações lúdicas, religiosas, eróticas, e de estimulá-las bem. Quando muito se poderá, em segunda instância avaliar “quão bem”; mas a função primeira continua sendo a estimulação de efeitos.
4-A assimilação de elementosexpressivos já existentes em uma nova obra é necessariamente Kitsch? Explique.

A estimulação do efeito torna-se Kitsch num contexto cultural em que a arte é vista, pelo contrário, não como tecnicidade inerente a uma série de operações diversas, mas como forma de conhecimento realizada mediante uma formatividade com fim em si mesma, que permita uma contemplação desinteressada. Nesse caso,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Kitsch
  • Kitsch
  • Kitsch
  • Kitsch
  • kitsch
  • Aplicações do kitsch
  • O kitsch artístico na campanha da kitchenaid
  • Grotesco e kitsch na mídia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!