O JOGO SOB O PONTO DE VISTA TE RICO

Páginas: 18 (4322 palavras) Publicado: 16 de junho de 2015
CAPÍTULO I

1. O JOGO SOB O PONTO DE VISTA TEÓRICO


O jogo está diretamente relacionado com a sociedade humana. Sociedade esta que está em constante mutação. Ele vai além do físico e do biológico; faz parte da própria existência do ser humano.
Segundo Huizinga (1999) o jogo é descrito como sendo tanto descarga da energia vital superabundante quanto preparação do jovem paraas tarefas sérias que mais tarde a vida exigirá, e ainda como compensação dos desejos insatisfeitos. Neste sentido por que não fazer das aulas de matemática um espaço não para se temer e ficar insatisfeito, mas sim um lugar onde os medos e tristezas se convertem em alegria e puro prazer? Para isso surge a necessidade de uma transformação. O jogo é um fato e existe a despeito de qualquer coisa.Pode-se dizer que tem vida própria. Ainda em Huizinga (1999) encontramos a afirmação que se brincamos e jogamos , é por que somos mais do que simples seres racionais, pois o jogo é irracional. Por isso tem seu aspecto mais ligado ao social e espiritual. O jogo é irracional pois nele sempre temos a impressão de que há algo em jogo. Nossos sentimentos mais íntimos afloram no afã de uma disputa e sãocolocados para fora em forma de forma e de transpiração, riso e choro. Sentimentos são demonstrados também pelo espírito de luta e de persistência.
Há planejamento e o engajamento em obter um resultado favorável a si próprio. Essa persistência é transcendente, é holística, é espiritual, pois brota do que não é imbuído de razão. O próprio autor em questão afirma que o direito e a ordem, ocomércio e o lucro, a industria e a arte, a poesia, a sabedoria e a ciência tem suas raízes no solo do jogo. O indivíduo de posse de suas faculdades mentais joga o jogo da vida, ora extraindo dele a essência e a razão do ser.
Verificamos um divertimento nos campos do jogo, mas no jogo há a seriedade de seus praticantes. Por exemplo: - O que leva duas pessoas ficarem de frente uma para outraem silêncio pensando e realizando seus movimentos no tabuleiro senão o prazer que sentem com essa ação (ou não ação). No entanto se alguém os incomoda é advertido na mesma hora a sair em silêncio, pois está atrapalhando toda a seriedade envolvida na partida e no raciocínio de ambos jogadores. O que seria isso senão a seriedade em que esse momento representa, pois a vida é um jogo e a seriedadeestá implícita em sua prática.
Há jogos de guerra, jogos de poder, jogos de contratos, jogos de criança, jogos políticos, jogos escolares. O jogo demanda a vida do indivíduo e a vida demanda jogo. Aprender e ensinar são coisas sérias e jogar também é algo sério. Diante destas duas seriedades podemos uni-las para um ensino mais cheio de significado. Tanto significante para o que ensina quantopara o que aprende. Movendo as peças o educando lança todos seus medos, dúvidas e anseios sobre o tabuleiro. Todos os lances desprovidos do que seja bem ou mal, mas unicamente contingências do jogo.
Em termos específicos Huizinga converge para considerar o jogo como o fato de ser livre, de ser ele próprio liberdade. Isso é o que queremos dos alunos:- Que o conhecimento deixe-os livresem seus pensamentos e ações. Livres para pensar, para descobrir. Uma liberdade que incide para uma ação madura, que protagoniza para o exercício da cidadania. O ensino da matemática deve deixar o indivíduo livre. Mas isso só é possível se for apresentado com formato de jogo. Talvez por criar ordem no meio da bagunça que muitas vezes se instaura numa sala de aula, o jogo assim está atribuído devalor.


1. O JOGO SOB A PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO

No presente capítulo pretendemos apresentar a perspectiva de alguns educadores, pensadores e filósofos que escreveram sobre a formação do conhecimento e a utilização do jogo na educação. Seriam necessários para isso muito mais capítulos e livros para se ter uma maior abrangência desta perspectiva, com isso em mente, abordaremos as principais...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Organização sob o ponto de vista sistemico
  • A RELIGIÃO SOB O PONTO DE VISTA FILOSÓFICO
  • Budismo sob o ponto de vista da física
  • A segurança sob o ponto de vista social
  • A SAÚDE DA MULHER: UM PONTO DE VISTA SOB A ÓTICA SOCIAL
  • Sociedade e Estado sob diversos pontos de vista
  • Hamlet e william shakespeare, sob um ponto de vista.
  • Um pouco do constitucionalismo sob o ponto de vista jurídico

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!