O homem é um ser social

Páginas: 7 (1538 palavras) Publicado: 22 de abril de 2013
Autor: Italo Barbosa Ferreira

O homem é um ser social, pois desde as origens eles vêm vivendo em sociedade, e é extremamente necessário para sua sobrevivência o relacionamento com outros homens, pois eles precisam de relações para se reproduzir dividir tarefas, por seu instinto de sobrevivência e proteção de seus direitos e bens.
Os homens são totalmente dependentes uns dos outros, pois essaé sua natureza. Na natureza existem também outras formas de viver em grupo como, por exemplo, os leões que necessitam uns dos outros para sobreviverem e se reproduzirem, mas só mente para isso, então de certa forma nenhuma outra “sociedade” é tão complexa como a nossa, que é regida por varias regra, normas e leis que buscam o bem comum.
As normas são um importante elemento para distinguirdeterminados grupos que apesar de manter vários relacionamentos não podem ser caracterizados como sociedade, apesar de todos os grupos tenham suas normas elas estão apenas nas cabeças das pessoas por conta do senso comum e não são materializadas como na sociedade propriamente dita.
Em relação à origem da sociedade existe uma grande contradição entres os grandes pensadores da historia. Os maisconservadores defendem que a sociedade é algo inato, ou seja, é algo próprio da natureza humana, grandes estudiosos como Aristóteles defendem esse pensamento, o próprio Aristóteles afirma que o homem é um ser eminentemente social, em outras palavras ele precisa manter relações sociais para poder se desenvolver, ele também afirma que só um ser com uma natureza superior procuraria viver separadamente deoutros seres vivos. São Tomás de Aquino, outro que compartilhava desse pensamento, fala que o homem é extremamente social e politico, e que é de extrema importância para sua evolução à sociedade, ele pensava também que só uma pessoa com doença mental, em virtudes de acidentes e naufrágios e pessoas com estrema inteligência conseguiriam não viver em sociedade.
Ainda falando da origem da sociedade,devo citar também os contratualistas, que tinha um pensamento completamente diferente dos naturalistas acima citados, eles defendiam que apenas a vontade humana justificaria a existência da sociedade, segundo eles o homem nasce em seu “estado de natureza” e passam para o “estado social” onde eles usam essencialmente a razão e deixam de lado a paixão, ou seja, o homem “criou” a sociedade pornecessidade e não por um processo natural como afirmavam os naturalistas. Para Hobbes é imprescindível que leis sejam estabelecidas para poder viver em sociedade, a intenção desta é fazer com que o convívio seja harmonioso e que a paz, justiça e segurança prevaleçam. Para Hobbes, a partir do momento em que a sociedade é estabelecida, não devem ser medidos esforços para preserva-la, pois é dela que ohomem tem a sua segurança.
Hobbes diz que, a sociedade nasce junto com o estado, isto é, não existe sociedade sem que um governo exista, um se torna dependente do outro e só podem existir juntos, pois sem o governo dificilmente existiria paz e o homem poderia voltar ao seu “estado de natureza”, ele acreditava que um mau governo ainda seria melhor que o estado de natureza, isso já vem puxandopara o lado do absolutismo.
Com pensamentos diferentes de Hobbes, mas ainda acreditando que o homem antecede a sociedade, e esta surge através de um pacto entre os homens, esta Locke, que desacreditava que o homem em seu estado de natureza estaria no Hobbes chamava de “guerra de todos contra todos”, ele partilhava seu pensamento com Montesquieu, e acreditavam que o homem em seu “estado denatureza”, estaria temeroso, inseguro e enfraquecido e desta forma não seria capaz de agredir seu semelhante. No estado de natureza os homens já eram racionais, e já tinham a vida os bens e a liberdade com direito comum dos seres humanos. Hobbes dizia que a propriedade só passou a existir quando a sociedade e o estado passaram a existir, já para Locke a propriedade passa a existir a partir do “estado de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O homem como ser social
  • O Homem Como Ser Social
  • O homem como ser social para Aristóteles
  • O homem como ser social
  • O homem com ser social
  • O homem como um ser social
  • O homem como ser social e político
  • o homem é um ser social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!