O exílio da babilonia

Páginas: 11 (2593 palavras) Publicado: 18 de maio de 2011
O EXÍLIO
O Exílio, que aconteceu no século VI aC, foi fruto da expansão territorial imperialista da Babilônia, mas antes da Babilônia convém fazer colocações sobre a Assíria. Judá já havia se livrado da destruição Assíria por volta do ano 701, ficando somente sob o estado de vassalagem, o que aconteceu devida uma política interna estável e boas relações externas. Já no período próximo à invasãobabilônica, a situação política de Judá estava um tanto instável. No século VII aC. Manassés tinha imprimido um regime opressor ao povo (2Rs 21, 1-18;21-16). Após a sua morte, o seu sucessor é assassinado por seus ministros ( 2Rs 19 – 26), o que causa grande tensão interna e proporcionará a intervenção do povo da terra, ou seja, os chamados Judaítas, que entronam uma criança de oito anos,Josias.Isso implica o “povo” no poder. Josias instala uma reforma que visa a atender parte das reivindicações do povo da terra, contudo acontece nessa reforma uma centralização do culto e investidas militares, que desembocou na vitória dos egípcios em 609 aC. Nessa época Josias é morto, e os Javistas voltam a proclamar um rei, dessa vez é Jeocaz, que ocupou o trono por três meses, foi deposto peloEgito (Jr 22, 10-12), que impõe Joaquim como rei,iniciando mais um período de opressão para o povo de Judá, exploração tributária e repressão, até sua morte em 598aC. Seu filho Joaquim é quem colherá o fruto de sua política externa e aparente diplomacia. Joaquim vai investir em uma política contra a Babilônia , o que vai ressaltar na ação Babilônica para evitar avanços do Egito, em 597 ac Jerusalémé desmilitarizada e cerca de 10 mil pessoas são deportadas (2Rs 24, 14-16). Por volta de dez anos depois Zedequias é o líder político imposto e que vai se rebelar contra os Babilônicos, resultando na destruição e desurbanização de Judá em 587 e conseqüentemente o segundo exílio, mas ao que indica Jeremias (52,30) aconteceu outro exílio em 582, chegando a somar 15 mil pessoas de Jerusalém naBabilônia.
Em Judá permaneceu, sobretudo, o povo do campo, pois a mesma (Judá) foi desurbanizada por grupos proféticos, litúrgicos e cantores. É desses grupos que surgirá a literatura renascente, ou seja, a leitura do exílio a partir dos que ficaram na terra. Não havia mais o Estado de Israel, havia grupos que viviam nos campos, o que traz uma semelhança com o sistema tribal. Por outro lado osmoradores das cidades que ficaram estavam arrasados, tudo tinha sido destruído: o templo, os prédios, a estrutura urbana. Tudo estava em ruínas após 587, do povo das cidades é que surgem as lamentações, pois para os que serviam o templo restou a oração de lamentação (Jr41,4-7).Há o grupo também dos que fugiram para o Egito ou outras partes, estes compõem a diáspora (2 Rs 25, 25-26), também a estes otexto de Segundo Isaías se dirige quando trata do segundo êxodo, (Is 48,21; 52, 12; 55,12). Já o povo do exílio não ficou distanciado, mas agrupado em uma só região. Provavelmente ficaram às margens de rios (Sl 137), e outros estiveram na corte da Babilônia. Com essas “regalias” de exilados, o povo de Judá pode se reunir e retornar a sua história de povo que assume como único Deus. O reencontro, oSenhor ouviu novamente o clamor, e também o respondeu (Lm 3,57), não ignora o clamor do aflito. Esta é a experiência dos que ficaram ligados às ruínas do templo. Já entre o povo do campo a oração característica foi de clamor, ou seja, clamor por justiça e libertação, esta era sua oração dentro da opressão dos poderes de Judá, por isso, nesse grupo encontram-se textos proféticos, que apresentam acausa do exílio e chamam a atenção para a conversão do povo ao único Deus:
Principais Seitas do Povo Judeu

Segundo o historiador Flávio Josefo eram três as seitas ou partidos em que estava dividido o judaísmo nos últimos dois séculos anteriores à era cristã: os fariseus, os saduceus e os essênios. Com exceção da seita dos ebonitas, da qual nos ocuparemos extensamente por sua importância e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A Babilonia
  • Babilônia
  • Exilio
  • babilonia
  • babilonia
  • babilonia
  • Babilonia
  • Babilonia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!