O ensino do português em aldeias

3408 palavras 14 páginas
Ensino de português em comunidades indígenas, primeira e segunda língua Claudia Peleitay Lidiane Carlos Ramos

RESUMO:
PALAVRAS CHAVES: educação, ensino, português, indígenas.
CONTEUDO:
A educação escolar indígena é um tema que está em discussão e análise há alguns anos, luta-se por uma educação indígena diferenciada, em que os valores culturais, étnicos e linguísticos dos povos indígenas sejam considerados pela sociedade não-índia e pela escola frequentada por estes povos. Tais valores são extremamente importantes no processo de ensino-aprendizagem, pois, para que este processo se concretize é necessário que os alunos aprendam através dos conhecimentos que adquiriram em sua vivência cotidiana na aldeia.

O processo de escolarização dos povos indígenas iniciou-se na época do Brasil colônia, em 1549, com a chegada dos Jesuítas ao país, para que fizessem um trabalho que atendesse as necessidades da coroa portuguesa e os interesses da Igreja Católica, dando-se, assim, início ao trabalho de evangelização, utilizando-se como meio para atingir esse objetivo, a escola de ler e escrever, onde os índios eram apenas catequizados para servirem de mão-de-obra escrava.

Em 1910 com a criação do SPI (Serviço de Proteção ao Índio), começou uma segunda etapa do ensino da língua portuguesa e o Estado resolveu formular uma política indigenista menos desumana. No total pode se dizer que aconteceram quatro etapas do ensino da língua, nas quais surgiram diferentes organizações tanto governamentais como não governamentais voltadas para a defesa da causa indígena.

A Constituição de 1988, no Artigo 210, assegurou às comunidades indígenas, além do uso das próprias línguas a consideração de seus processos próprios de aprendizagem. Compreendeu-se assim que a discussão

Relacionados

  • Indios
    837 palavras | 4 páginas
  • PPara Que Serve A Escola Ind Gena Para O Povo Suru
    3870 palavras | 16 páginas
  • A EDUCAÇÃO ESCOLAR APINAYÉ BILÍNGUE E INTERCULTURAL: UM ESTUDO SOCIOLINGUÍSTICO DAS ALDEIAS SÃO JOSÉ E MARIAZINHA
    7265 palavras | 30 páginas
  • Artigo Em Andamento Jo O
    931 palavras | 4 páginas
  • Beltrame Camila Boldrin Relato etnogra fico sobre a escola dos Xikrin do Bacaja
    6877 palavras | 28 páginas
  • O determinante de gênero na produção textual de alunos indígenas
    19410 palavras | 78 páginas
  • RELAÇÕES
    7114 palavras | 29 páginas
  • DIAGNÓSTICO POPULACIONAL E ESCOLAR DA TERRA INDÍGENA RIO BRANCO NO ESTADO DE RONDÔNIA
    3450 palavras | 14 páginas
  • Educaçao
    1462 palavras | 6 páginas
  • teste de proficiencia
    732 palavras | 3 páginas