O ensino de língua materna e a problematização das variantes lingüísticas

Páginas: 9 (2232 palavras) Publicado: 17 de outubro de 2011
FACULDADE ALFREDO NASSER
INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO
DEPARTAMENTO DE LETRAS

O ENSINO DE LÍNGUA MATERNA E A PROBLEMATIZAÇÃO DAS VARIANTES LINGÜÍSTICAS

Iara Regina Martins da Costa Ramos

APARECIDA DE GOIÃNIA
OUTUBRO, 2008.
IARA REGINA MARTINS DA COSTA RAMOS

O ENSINO DE LÍNGUA MATERNA E A PROBLEMATIZAÇÃO DAS VARIANTES LINGÜÍSTICASEnsaio apresentado ao Instituto Superior de Educação da Faculdade Alfredo Nasser para a disciplina de Língua Portuguesa V como parte dos requisitos obrigatórios para obtenção de nota P1 , sob a orientação do professor Newton.

APARECIDA DE GOIÂNIA
OUTUBRO, 2008.

A competência comunicativa do usuário da língua é também objeto de estudo da sociolingüística,que prioriza a língua como um objeto essencial para a inserção e interação do individuo na sociedade. Esta área abrange o estudo da língua em seu uso real, levando em consideração todas as relações da estrutura da língua inseridas no seu contexto social e cultural.
O comportamento lingüístico é um fator de importância significativa para a compreensão do estudo de uma língua. O ensino deuma língua bem como o ensino de qualquer outra disciplina envolve diversos fatores, entre eles podemos citar como de maior relevância: a variedade de linguagem que os falantes utilizam para a comunicação. Esta variação ocorre por muitos motivos tais como, sexo, idade, fatores culturais e sociais, este ultimo sendo colocado como de grande relevância no comportamento lingüístico, pois a classe socialá qual o individuo pertence influencia diretamente a sua linguagem.
A leitura a seguir propõe uma priorização do estudo da “linguagem das maiorias” no que se refere à variedade lingüística no Brasil e o ensino da língua materna.
De acordo com as teorias sociolingüísticas é necessário que haja uma ampliação do conceito do que é certo e o que é errado lingüisticamente, apesar de essesdois termos não serem considerados como propulsionadores do estudo da linguagem.
Podemos notar que os estudos em que se apontam novos olhares sobre a língua materna de qualquer país seja um tanto quanto estranho para não dizer absurdo, portanto definiremos os prós e contras de uma abordagem mais ampla e menos discriminatória em relação à linguagem.
O primeiro passo a ser tomado é o doreconhecimento de que existe hoje no mundo uma dicotomia no modo como os falantes classificam, por assim dizer, a língua. Uma com mais prestígio e devidamente ensinada e cobrada nas escolas e outra de menor valor social atribuída à conceitos que excluem, pré-conceituam e discriminam os falantes dessa variedade. Bortoni-Ricardo assim se pronuncia a respeito do assunto levantadoO prestígio associado ao português-padrão é sem dúvida um valor cultural muito arraigado, herança colonial consolidada nos nossos cinco séculos de existência como nação. (...) O comportamento lingüístico é um indicador claro da estratificação social. (2005, p. 14).

Quando a autora se refere a comportamento lingüístico deixa clara a noção de que é atribuído um certo tipo de valor àvariedade lingüística de cada indivíduo ou comunidade. A esse valor agregado estão intrinsecamente presentes as noções preconceituosas que terminam por segregar o falante de uma variedade diferente, e padronizar o ensino da norma culta (variante social prestigiada) como o mais importante.
Tomemos por base as duas afirmações a seguir: “A escola é norteada para ensinar a língua da culturadominante; tudo o que se afasta desse código é defeituoso e deve ser eliminado”. E, “A escola não pode ignorar as diferenças sociolingüísticas” (BORTONI-RICARDO, 2005, p. 14/15). A autora promove um parâmetro um tanto quanto desencontrado, de um lado estão as escolas, professores e comunidades que fazem do uso e acesso à língua culta, pilares para o reconhecimento do que podemos chamar de “bom falante”...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A variação linguistica e o ensino da língua materna
  • AVARIAÇÃO LINGUÍSTICA E O ENSINO DE LÍNGUA MATERNA
  • variação linguistica, norma culta e ensino da lingua materna
  • Sociolinguistica e o ensino de lingua materna
  • Por um ensino eficaz da língua materna
  • Ensino da língua materna
  • O ensino da lingua materna na escola
  • Ensino de língua materna

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!