O direito entre poder e ordenamento

Páginas: 18 (4484 palavras) Publicado: 2 de novembro de 2014
UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓCurso: DIREITO - SOCIOLOGIA (GERAL E JURÍDICA)Período: 1 - Ano/Semestre: 2014 / 2
Professor: Licério de Oliveira.Material elaborado pela Professora: Valdete BoniA sociologia é o resultado de uma tentativa de compreensão de situações sociais radicalmente novas, criadas pela então nascente sociedade capitalista. A trajetória desta ciência temsido uma constante tentativa de dialogar com a civilização capitalista, em suas diferentes fases (MARTINS, 1994, p. 8).
O seu surgimento ocorre num contexto histórico específico, que coincide com os derradeiros momentos da desagregação da sociedade feudal e da consolidação da civilização capitalista. A sua criação não é obra de um único filósofo ou cientista, mas representa o resultado daelaboração de um conjunto de pensadores que se empenharam em compreender as novas situações de existência que estavam em curso.
O século XVIII constitui um marco importante para a história do pensamento ocidental e para o surgimento da sociologia. As transformações econômicas, políticas e culturais que se aceleram a partir dessa época colocarão problemas inéditos para os homens que experimentavam asmudanças que ocorriam no ocidente europeu. A dupla revolução que este século testemunha - a industrial e a francesa - constituía os dois lados de um mesmo processo, qual seja, a instalação definitiva da sociedade capitalista.
A palavra sociologia apareceria somente um século depois, por volta de 1830, mas são os acontecimentos desencadeados pela dupla revolução que a precipitam e a tornampossível. A revolução industrial significou algo mais do que a introdução da máquina a vapor e dos sucessivos aperfeiçoamentos dos métodos produtivos. Ela representou o triunfo da indústria capitalista, capitaneada pelo empresário capitalista que foi pouco a pouco concentrando as máquinas, as terras e as ferramentas sob o seu controle, convertendo grandes massas humanas em simples trabalhadoresdespossuídos.
Cada avanço com relação à consolidação da sociedade capitalista representava a desintegração, o solapamento de costumes e instituições até então existentes e a introdução de novas formas de organizar a vida social. A utilização da máquina na produção não apenas destruiu o artesão independente, que possuía um pequeno pedaço de terra, cultivado nos seus momentos livres. (novas formas de conduta ede relações de trabalho, completamente diferentes das vividas anteriormente por ele)
Num período de oitenta anos, ou seja, entre 1780 e 1860, a Inglaterra havia mudado de forma marcante a sua fisionomia. País com pequenas cidades, com uma população rural dispersa, passou a comportar enormes cidades, nas quais se concentravam suas nascentes indústrias, que espalharam produtos para o mundointeiro. Tais modificações não poderiam deixar de produzir novas realidades para os homens dessa época.
A formação de uma sociedade que se industrializava e urbanizava em ritmo crescente implicava a reordenação da sociedade rural, a destruição da servidão, o desmantelamento da família patriarcal etc. A transformação da atividade artesanal em manufatureira e, por último, em atividade fabril,desencadeou uma maciça emigração do campo para a cidade, assim como engajou mulheres e crianças em jornadas de trabalho de pelo menos doze horas, sem férias e feriados, ganhando um salário de subsistência. Em alguns setores da indústria inglesa, mais da metade dos trabalhadores era constituída por mulheres e crianças, que ganhavam salários inferiores dos homens. A desaparição dos pequenos proprietáriosrurais, dos artesãos independentes, a imposição de prolongadas horas de trabalho tiveram um efeito traumático sobre milhões de seres humanos ao modificar radicalmente suas formas habituais de vida.
Estas transformações, que possuíam um sabor de cataclisma, faziam-se mais visíveis nas cidades industriais, local para onde convergiam todas estas modificações e explodiam suas consequências. Estas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha da obra O Direito entre o Poder e o Ordenamento de Paolo Grossi
  • Poder e Direito
  • direito e poder
  • direito e poder
  • Direito e poder
  • Direito como Ordenamento Social
  • Direito Civel base ordenamento juridico
  • A FALTA DE EFICÁCIA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS SOCIAIS NO ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO: UMA OMISSÃO DO PODER...

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!