O desenvolvimento emocional na deficiência visual.

Páginas: 11 (2588 palavras) Publicado: 1 de agosto de 2012
1. INTRODUÇÃO

A ideia inicial do projeto veio da curiosidade do autor em compreender como é a constituição da subjetividade e o desenvolvimento emocional dos portadores de deficiência visual congênita ou adquirida, a partir do contato direto com um parente de quinze anos de idade, portador de deficiência visual congênita.
Segundo a Associação Brasileira de Oftalmologia:
A OrganizaçãoMundial da Saúde (OMS) estima em 180 milhões de pessoas em todo o mundo apresentando algum tipo de deficiência visual, dos quais 50 milhões são cegos que não podem sequer caminhar sem ajuda. Sob o aspecto legal é considerado cego qualquer indivíduo com acuidade visual inferior a 20/200 ou cujo campo visual seja menor que 10 graus, quando o normal é de 140 graus. O Brasil participa desta estatísticacom 4 milhões de deficientes visuais e aproximadamente 1.250.000 cegos. (http://www.sboportal.org.br)
Diante da estatística mundial significativa, o estudo da subjetividade da pessoa com deficiência visual ou cega torna-se relevante. Quais dificuldades, facilidades e interesses são revelados na ausência da visão na constituição de sua subjetividade? Como é a percepção do deficiente em relaçãoao próprio desenvolvimento emocional?
Pensando no tema, veio a ideia de unir psicanálise como teoria capaz de compreender o sujeito além da deficiência.
Como questiona Ormelezi (2006, p. 21):
... O que de sua existência é preciso conhecer e como elas [crianças] mostram seu modo de perceber, compreender e se relacionar com o mundo de coisas, pessoas e acontecimentos? Como interagem, como seexpressam e como se movimentam no tempo e no espaço? Como organizam a libido, as emoções e a vida mental? Que significantes podem ser identificados e que possíveis significados podem ser atribuídos a cada uma delas em sua história pessoal?...
A partir deste questionamento inicial, surge a necessidade de se desenvolver uma pesquisa de campo que abranja e aborde, do ponto de vista do deficientevisual, suas percepções acerca do próprio desenvolvimento.
A pesquisadora Amiralian alerta para um fundamental entendimento de Winnicott sobre as deficiências:
Para Winnicott, as dificuldades vividas por tal pessoa (deficientes físicos ou mentais) se inserem muito mais num fracasso de adaptação ambiental original do que num fracasso pessoal, em um momento anterior ao da constituição delecomo individuo total e antes que ele possa assumir seus instintos e desejos como pessoais. Essa compreensão é fundamental no atendimento terapêutico às pessoas com deficiências. (AMIRALIAN, 2003, p. 208)
Ormelezi, (2006, p.177) complementa: “Não é a ausência da percepção visual o fator determinante nos transtornos da constituição subjetiva e do desenvolvimento global, apesar da cegueira tervalor fundante na estruturação psíquica”.
No que diz respeito à produção de trabalhos psicanalíticos que abordam o tema, segundo Amiralian (1997), há uma escassez de estudos psicanalíticos a cerca de problemas psíquicos dos cegos. Porém, no campo de estudos de desenvolvimento dos primeiros anos de vida, existem vários e ricos trabalhos e a autora cita contribuições de Dorothy Burlinghan(1961,1965), Selma Fraiberg e col. (1961, 1063, 1977), Anne-Marie Sandler (1963), Lowenfeld (1981), Robert Blank (1957, 1958), entre outros.
A maior parte das pesquisas que tratam da estruturação cognitiva específica da cegueira são de origem americana e espanhola, baseada na teoria piagetiana, concentrando-se nas idades de quatro a nove meses e de seis a doze anos aproximadamente. (ORMELEZI, 2000, p. 10)Para a elaboração desse projeto, pretende-se, através da pesquisa de campo, investigar se os conceitos postulados por Winnicott e demais autores da área psicanalítica sobre os primórdios do desenvolvimento emocional e a importância e efeitos do cuidado materno na constituição psicológica do deficiente visual, estão presentes na visão e fala do próprio deficiente.
Amiralian (2003, p. 209),...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O desenvolvimento da criança com deficiência visual
  • Deficiencia Visual
  • Deficiencia Visual
  • deficiencia visual
  • Deficiência visual
  • Deficiencia Visual
  • Deficiencia visual
  • deficiencia visual

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!