O contrato social

Páginas: 47 (11703 palavras) Publicado: 9 de abril de 2013
Resumo do Livro Contrato Social
Compartilhe este trabalho
Share on orkut Share on twitter Share on facebook Share on email More Sharing Services
0
Autor: Guiomar Quevedo dos Santos
Instituição: Universidade Católica
Tema: Resumo do Livro Contrato Social




Resumo do Livro Contrato Social - Jean J. Rousseau

Universidade Católica
2008





Primeiro Livro

Rousseau,erasecretário do embaixador de Veneza em 1743 e estudava teorias políticas vigentes. Podemos destacar das leituras políticas do autor podemos destacar os livros jurisconsultos como: Grotius,Pufendorf e Althusius ou se preferir filósofos políticos como Montesquieu,Hobbes e Locke.Grotius foi uma de suas obras mais lidas nos séculos XVII e XVIII. Segundo Grotius o poder político pode assumirvarias formas ,mas suas preferencias pessoais tendem para a monarquia absoluta.Quanto a Pufendorf precisou da teoria do contrato de Grotius, para fazem a distinção entre dois tipos de pactos: A) o pacto de associação segundo o qual é formada a sociedade e que no sistema permite afirmar que a sociedade não se desfaz com a queda do governo) Um pacto de submissão pelo qual o poder é confiado pelopovo a um soberano.Quanto á Althusius sua presença é bastante clara em algumas elaborações de Rosseau,exemplo: Cartas da Montanha, e certos trechos deste Do contrato Social.

Quanto a Hobbes, resumimos sua doutrina assim: No estado de natureza os homens apenas visão satisfação egoísta de suas necessidades.O soberano legista ,estabelece os dogmas religiosos,etc.A teoria do contratosocial exposta por Locke, precursor do liberalismo burguês, opõe-se frontalmente a de Hobbes.Montesquieu se concentrava em fatores geográficos,Rosseau insistia nos valores históricos.

A economia política que se refere o livro hoje é chamada de administração pública.Esse livro é um estudo de teorias políticas,sociais e civis da época do século XVIII.



Conclusão do I capítuloExplica que a pessoa nascida de um Estado livre e membro do Conselho Geral ou Assembléia Soberana da Republica de Genebra (da época),mesmo que tivesse pouca influência de voz nos negócios públicos o direito que eles tinham para votar era suficiente para impor o dever de instruir. Diz que a ordem social é um direito que se auto justifica e que serve de base a todos os outros. Mas esse direitonão é proveniente de natureza foram fundados em convenções, mas precisa-se saber quais convenções.



Conclusão do II capítulo – Das primeiras sociedades

O que achei interessante e verdadeiro e nunca tinha parado para pensar e o que está neste capítulo: que a família é a mais antiga das sociedades, e ainda explica que os filhos permanecem com os pais durante o tempo que temnecessidade.Quando a necessidade cessa o laço natural se dissolve.Os filhos ficam isentos da obediência que tinham com os pais e os pais fica isento de cuidados com os filhos. Assim se tem a igualdade e a independência. Se continuarem unidos não é mais naturalmente mas sim voluntariamente.A família se mantém por conveniência. É uma liberdade comum e conseqüência da natureza do homem.Grotius nega que todo poder humano seja estabelecido em favor dos que são governados e cita a escravatura como exemplo. Calígola concluiu dessa analogia que os reis eram deuses e os povos eram bestas. O raciocínio de Galícola é igual ao de Hobbes e de Grotius. Aristóteles antes deles havia dito que os homens não são Naturalmente iguais ,uns nascem para escravidão e outros para dominar.Conclusão do III capítulo- Direito do mais forte

Mais forte se não transformar sua força em direito e a obediência em dever nunca vai ser o senhor. A força faz o direito o efeito muda com a causa. A palavra direito nada acrescenta a força , aqui não significa absolutamente nada. Se obedecer as potências quer dizer ceder a força o preceito é bom. Ex.: Quando uma pessoa nos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Contrato social
  • Do contrato social
  • O contrato social
  • Contrato social
  • Contrato social
  • Contrato social
  • Contrato social
  • Do contrato social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!