O “bom professor” e as relações afetivas

Páginas: 14 (3347 palavras) Publicado: 30 de setembro de 2011
O “BOM PROFESSOR” E AS RELAÇÕES AFETIVAS
Elen Nunes Sampaio*
A ESCOLA "Escola é... o lugar onde se faz amigos não se trata só de prédios, salas, quadros, programas, horários, conceitos... Escola é, sobretudo, gente, gente que trabalha, que estuda, que se alegra, se conhece, se estima. O diretor é gente, O coordenador é gente, o professor é gente, o aluno é gente, cada funcionário é gente. E aescola será cada vez melhor na medida em que cada um se comporte como colega, amigo, irmão. Nada de ‘ilha cercada de gente por todos os lados’. Nada de conviver com as pessoas e depois descobrir que não tem amizade a ninguém nada de ser como o tijolo que forma a parede, indiferente, frio, só. Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar, é também criar laços de amizade, é criarambiente de camaradagem, é conviver, é se ‘amarrar nela’! Ora , é lógico... numa escola assim vai ser fácil estudar, trabalhar, crescer, fazer amigos, educar-se, ser feliz." (Paulo Freire)

RESUMO O presente estudo procura traçar o perfil do “bom professor” a partir da análise reflexiva do filme “A Turma” do francês Laurent Cantet, tendo em vista as suas relações afetivas com seus pares.Palavras-chave: Relacionamento. O Bom Professor. Filme “A Turma”

O bom professor não nasce feito. A vocação é até importante, mas é no decorrer de sua carreira que este profissional vai se formando, de acordo com as experiências obtidas ao longo de sua vida. A forma como recebeu influências de seus professores, leva este profissional a espelhar-se no antigo mestre e tentar estabelecer sua prática tal comofoi submetido no passado. Afinal, quem não se lembra de algum mestre que tenha marcado sua vida? Dessa forma, essa é nossa primeira referência, e que pode ser dissolvida ou reforçada, de acordo com as práticas desenvolvidas em sala de aula.
* Mestranda em Supervisão e Formação de Professores pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias , Portugal. Especialista em Língua Portuguesa pelaUFPA e Supervisão Educacional pela PUCMG. Graduada em Letras, Língua Portuguesa, pela UFPA.

Não se pode esquecer que o professor é um ser humano como qualquer outro, cheio de defeitos e virtudes, passível de erros e acertos, mas não é nessa prática que sua formação é estabelecida? Não é a partir das reflexões críticas feitas sobre a sua prática que o professor adquire sua mestria intelectual epessoal? É no convívio entre pares, que se estabelece o perfil do professor. É na ação reflexiva que posturas são delineadas, num eterno “vir a ser”, construindo as bases que permitirão aos docentes continuar a aprender e reaprender ao longo de toda a vida profissional. O filme “A Turma” do francês Laurent Cantet, retrata as tensões vividas por um professor em uma escola de um bairro problemáticode Paris. Ele nos mostra a figura desse professor por vezes angustiado com os rumos, muitas vezes trágicos, tomados por sua falta de postura diante da indisciplina da turma, o que culmina com a expulsão de um aluno africano, cujo motivo se dá a partir de uma reação a uma ação intempestiva do próprio professor. Durante todo o filme, o professor apresentou posturas contraditórias, o que revelou afragilidade de relacionamento interpessoal, colocada, a meu ver, como o ponto forte do filme. Um dos fatores que mais incomoda grande parte dos professores é a disciplina; ou melhor, a ausência dessa; no entanto, infelizmente, sempre pode-se presenciar situações em que muitos professores, em nome da autodisciplina, tomam atitudes, no mínimo, pedagogicamente questionáveis: fazendo imposições semfundamento, ameaçando os alunos e, não raras vezes, chegando a humilhá-los. Segundo MASSETO (1996), o sucesso (ou não) da aprendizagem está

fundamentado essencialmente na forte relação afetiva existente entre alunos e professores, alunos e alunos e professores e professores. É importante que se atente para a subjetividade das relações; não se pode esquecer que os alunos não são todos iguais; são...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O bom professor
  • O bom professor
  • O bom professor
  • bom professor
  • BOM PROFESSOR
  • BOM PROFESSOR
  • Bom Professor
  • o bom professor

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!